Hugo Chávez: Venezuelanos estão sob expectativa por eleições

São Paulo – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, vive em clima de expectativa pelas eleições parlamentares que acontecem em uma semana naquele país. O resultado do pleito deve dar novo fôlego a Ch

São Paulo – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, vive em clima de expectativa pelas eleições parlamentares que acontecem em uma semana naquele país. O resultado do pleito deve dar novo fôlego a Chávez, ou precipitar a decadência do venezuelano, que está há 11 anos no poder.

Mais do que escolher os 167 novos membros da Assembleia Nacional – única instância parlamentar de um país que extinguiu o Senado, em 1999 -, os venezuelanos devem mostrar o grau de polarização da vida política do país até as eleições presidenciais de 2012, às quais Hugo Chávez já se lançou como candidato, apesar do fato de sua popularidade, que já foi de 75% em 2006, não passar hoje de 44%, segundo o Datanálisis.

Leia também

West Bromwich x Everton: onde assistir ao vivo e escalações…

Resultado da Mega-Sena 2349: dezenas de quarta-feira…

O político morreu em 2013. Sua página na Wikipédia conta um pouco sobre sua vida: “Hugo Chávez  foi um político, militar e Presidente da Venezuela, tendo sido o 56.º presidente da Venezuela, governando por 14 anos desde 1999 até sua morte em 2013. Líder da Revolução Bolivariana, e também inspirado no gramscismo, Chávez advogava a doutrina bolivarianista promovendo o que denominava de socialismo do século XXI.

Em 5 de março de 2013, o vice-presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou a morte de Hugo Chávez, aos 58 anos, no Hospital Militar Doutor Carlos Arvelo em Caracas, às 16h 25m locais; em decorrência de um câncer na região pélvica e de uma infecção respiratória aguda. Algumas agências noticiosas, no entanto, especulam que o anúncio teria sido feito horas depois do falecimento de Chávez, que teria ocorrido em Havana, tendo o corpo sido transportado para Caracas em seguida. Por algum tempo, circulou a notícia de que o corpo de Chávez seria embalsamado, mas foi decidido posteriormente que tal procedimento não ocorreria, já que para isso o corpo teria de ser enviado à Rússia e permanecer por lá de 7 a 8 meses.”

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes