Vídeo: Elefante-marinho é visto andando por ruas do Chile

Gigante dos mares, elefante-marinho chamou a atenção da internet ao ser flagrado em situação inusitada; espécie chega a seis metros de pode pesar até quatro toneladas

O ano de 2020 não é para amadores. A internet quase parou com o vídeo de um elefante-marinho que foi flagrado pelas ruas da cidade de Puerto Cisnes, no Chile. As imagens foram feitas na quarta-feira, dia 6, e ganhou as redes pelo inusitado.

O que houve com o elefante-marinho?

No início a história pode parecer mentira. Mas o fato é que um elefante-marinho foi visto passando pelas ruas da cidade do litoral chileno.

Por ser típico dos mares, a cena chamou muito a atenção e foi registrada em vídeo. O animal é considerado de grande porte, uma vez que um adulto desta espécie pode chegar a pesar até quatro toneladas e medir seis metros de comprimento.

O elefante-marinho é uma espécie comum do hemisfério sul do planeta.

Esse exemplar, em específico, foi visto desorientado e perdido pelo bairro residencial. Então, os moradores vizinhos filmaram e publicaram imagens do animal nas redes sociais.

Um dos vídeos foi feito por Manuel Novoa,  apresentador da estação de rádio Autentica FMO, de Puerto Cisnes. Na filmagem, que mostra o elefante-marinho se arrastando, é possível ver que houve uma grande manobra – ruas precisaram ser interditadas – para o resgate.

Informações da imprensa internacional mostraram que durante todo o tempo o elefante-marinho era molhado pelos moradores da localidade, que usaram baldes cheios de água para ajudar.

Com isso, o animal era mantido minimamente confortável e não piorasse a situação de desidratação, já que estava por um grande período fora do mar.

Final feliz

As cenas mostram o elefante-marinho se arrastando por mais de dez quarteirões, em pleno asfalto, até que os vizinhos e a guarda-costeira conseguissem capturá-lo.

O jornal chileno “La Tercera” informou que o animal foi devolvido com sucesso ao mar.

E para quem acha que a situação é inusitada, Nicolás Leiva, agente do Serviço Nacional de Pesca e Agricultura, em entrevista ao canal de notícias ‘CNN en Español’, disse ser “completamente natural” encontrar elefantes-marinhos naquela localidade.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.