Prefeitura de Cabo Frio vai exigir teste de COVID-19 para turistas

Segundo o decreto 6.434/2021 publicado nesta terça-feira, os visitantes que forem até a cidade deverão apresentar exames de qualquer tipo com o resultado negativo para o coronavíus.

A Prefeitura de Cabo Frio, na Região dos Lagos, Rio de Janeiro, decretou que vai passar a exigir teste de COVID-19 para que turistas entrem na cidade. O exame deve ter sido realizado 72 horas antes de entrar na cidade. A medida deve começar a valer a partir da próxima segunda-feira. O decreto foi publicado na terça-feira (5) e definido após reunião do prefeito José Bonifácio com os membros do Gabinete de Soluções Contra a Covid-19.

Cabo frio teste COVID-19

O teste pode ser de qualquer tipo e realizado em laboratório. Caso algum turista apresente resultado positivo ou não tenha o teste em mãos para que seja vistoriado, o veículo será proibido de entrar na cidade e também não será permitida a permanência do mesmo no município. O exame será cobrado de motoristas, passageiros e guias que quiserem entrar na cidade.

“No caso de não apresentação de teste de um ou mais tripulantes, ou de testagem com resultado diverso do expresso no caput deste artigo, não será permitido desembarque de nenhum tripulante, e consequentemente não será permitida a permanência do veículo de turismo no município”, diz a norma.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Para quem em reserve na cidade, o exame será apresentado no local de estadia. Além disso, cada hotel, pousada ou meio de hospedagem terá que elaborar um relatório diário de entrada e saída dos visitantes, com cópia dos respectivos testes de quem chegar. Além disso, os locais de hospedagem podem funcionar com até 75% da sua capacidade, observando os protocolos sanitários.

cabo frio teste covid
Foto: Divulgação

Segurança

Para o novo secretário de Saúde, Felipe Fernandes, a medida vai colaborar para evitar que pessoas contaminadas pelo novo coronavírus entrem em Cabo Frio.

“É muito importante que todas as decisões sejam tomadas tendo, como foco principal, os índices de contaminação e de leitos hospitalares disponíveis na cidade. Cabo Frio fica super lotada nesta época do ano, e não há leitos suficientes para atender a um grande aumento na demanda. Não podemos colocar vidas em risco. Por isso, é necessário fazer esse controle da entrada de visitantes”, explica o secretário de Saúde em entrevista ao G1.

COVID-19

De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (5), Cabo Frio tem 5.293, com 213 óbitos causados pela doença. O final de ano na cidade contou com aglomerações na praia e na orla. Embora os show e fogos tenham sido cancelados, as pessoas desrespeitaram as medidas de segurança e se aglomeraram na areia, ficando sem mascara.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes