Vereadores aprovam e salário de Bruno Covas vai a R$ 35,4 mil

O salário de Bruno Covas é de R$ 24.175,55, e com o reajuste vai chegar a R$ 35,4 mil, equivalente a 33 salários mínimos (R$1.045,00).

A câmara municipal de São Paulo aprovou definitivamente o projeto que aumenta em cerca de 46% o salário do prefeito Bruno Covas (PSDB), a partir de 2022. A segunda votação aconteceu hoje (23) e teve 34 votos a favor, 17 contra e 1 abstenção. Os salários do vice-prefeito e dos secretários da capital paulista terão aumento. O salário de Bruno Covas é de R$ 24.175,55, e com o reajuste pode chegar a R$ 35,4 mil, equivalente a 33 salários mínimos (R$1.045,00).

 

O projeto aguarda sanção do próprio Covas para ser aprovado e efetivado, em janeiro de 2022.

Aumento de do salário de Covas

A primeira votação aconteceu há dois dias, na segunda-feira (21). O salário do vice-prefeito eleito, Ricardo Nunes (MDB), que participou da votação, será de R$ 31.915,80 (hoje, é R$ 21,7 mil), cerca de 47% de aumento. Já o salário dos secretários municipais subirá de R$ 19.340,40 para R$ 30.142,70, um porcentual de reajuste de 53%.

Votos contra e a favor

Parlamentares como Eduardo Suplicy (PT) e Fernando Holiday (Patriotas) foram contra o aumento do salário, contudo a maioria votou a favor.

Líder do governo na Câmara, o vereador Fábio Riva (PSDB) citou o fato de que o último aumento havia sido dado há oito anos e afirmou que a inflação apurada por diferentes índices havia variado mais do que o porcentual de aumento dado nesta segunda.

“Desde a última correção, em 2012, a inflação acumulada chega a 63,11% pelo IPCA e 100,41% pelo IGP. Importante ressaltar ainda que a correção valerá apenas a partir de janeiro de 2022”, argumentou a Casa legislativa em nota.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.