Vereadores aprovam e salário de Bruno Covas vai a R$ 35,4 mil

O salário de Bruno Covas é de R$ 24.175,55, e com o reajuste vai chegar a R$ 35,4 mil, equivalente a 33 salários mínimos (R$1.045,00).

A câmara municipal de São Paulo aprovou definitivamente o projeto que aumenta em cerca de 46% o salário do prefeito Bruno Covas (PSDB), a partir de 2022. A segunda votação aconteceu hoje (23) e teve 34 votos a favor, 17 contra e 1 abstenção. Os salários do vice-prefeito e dos secretários da capital paulista terão aumento. O salário de Bruno Covas é de R$ 24.175,55, e com o reajuste pode chegar a R$ 35,4 mil, equivalente a 33 salários mínimos (R$1.045,00).

 

O projeto aguarda sanção do próprio Covas para ser aprovado e efetivado, em janeiro de 2022.

Aumento de do salário de Covas

A primeira votação aconteceu há dois dias, na segunda-feira (21). O salário do vice-prefeito eleito, Ricardo Nunes (MDB), que participou da votação, será de R$ 31.915,80 (hoje, é R$ 21,7 mil), cerca de 47% de aumento. Já o salário dos secretários municipais subirá de R$ 19.340,40 para R$ 30.142,70, um porcentual de reajuste de 53%.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Votos contra e a favor

Parlamentares como Eduardo Suplicy (PT) e Fernando Holiday (Patriotas) foram contra o aumento do salário, contudo a maioria votou a favor.

Líder do governo na Câmara, o vereador Fábio Riva (PSDB) citou o fato de que o último aumento havia sido dado há oito anos e afirmou que a inflação apurada por diferentes índices havia variado mais do que o porcentual de aumento dado nesta segunda.

“Desde a última correção, em 2012, a inflação acumulada chega a 63,11% pelo IPCA e 100,41% pelo IGP. Importante ressaltar ainda que a correção valerá apenas a partir de janeiro de 2022”, argumentou a Casa legislativa em nota.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes