5ª parcela do auxílio emergencial 2021 para mãe solteira: veja as datas

As primeiras mães que receberão o benefício são aquelas que estão inscritas no programa Bolsa Família

Mais um ciclo de pagamentos do auxílio emergencial está previsto para começar a partir do dia 18. Diante disso, será feita a liberação da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021 para mães solteiras.

As primeiras que terão o direito ao benefício são aquelas que estão inscritas no programa Bolsa Família. Para as demais beneficiárias que se inscreveram via aplicativo, site e CadÚnico, ainda não há informações sobre o calendário de pagamentos.

A previsão, é de que seja liberado ainda esta semana pelo governo através da Caixa Econômica Federal. Sendo assim, continue conosco e veja como será feito o pagamento, o valor da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021 para mãe solteira e quais as datas do pagamento. 

Valor da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021 para mãe solteira

Segundo o Ministério da Cidadania, pelo menos 8,5 milhões de mães solteiras já foram contempladas pelo benefício, que está sendo pago desde o mês de abril.

É importante ressaltar que mesmo diante da prorrogação do pagamento que originalmente finalizaria no mês de julho, o governo decidiu manter o valor do benefício, que varia de acordo com o perfil familiar. 

Sendo assim, a 5ª parcela do auxílio emergencial 2021 para mãe solteira será de R$375. Esse grupo de beneficiárias também é chamado de famílias monoparentais, que são aquelas chefiadas por mulheres.

Calendário da 5ª parcela 

Como vimos acima, o pagamento terá início na próxima semana. As mães que recebem o benefício primeiro fazem parte do Bolsa Família e tiveram o benefício substituído pelo auxílio emergencial. 

Isso foi feito nos casos em que o auxílio foi considerado mais vantajoso que o benefício social. Diante disso, a orientação é de que as beneficiárias confiram o dígito final do NIS (Número de Identificação Social), pois, cada número representa a data de recebimento. 

Essa informação pode ser conferida através do cartão que é utilizado para sacar o Bolsa Família. Sendo assim, confira o cronograma da 5ª parcela do auxílio emergencial: 

  • NIS terminado em: 1 – 18/08
  • NIS terminado em: 2 – 19/08
  • NIS terminado em: 3 – 20/08
  • NIS terminado em: 4 – 23/08
  • NIS terminado em: 5 – 24/08
  • NIS terminado em: 6 – 25/08
  • NIS terminado em: 7 – 26/08
  • NIS terminado em: 8 – 27/08
  • NIS terminado em: 9 – 30/08
  • NIS terminado em: 0 – 31/08

Saque da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021 para mãe solteira

É importante ressaltar que as mães que são beneficiárias do Bolsa Família, podem fazer o saque do benefício na mesma data do depósito. Assim, o resgate do dinheiro para esse grupo também será liberado a partir do dia 18. 

Por sua vez, as mulheres que sustentam sozinhas suas famílias e que fazem parte do público geral, precisam aguardar o segundo calendário que será disponibilizado pela Caixa Econômica Federal. 

Isso acontece porque primeiro são feitos os pagamentos e, somente depois de serem concluídos, é feita a liberação do auxílio para saques e transferências para evitar a aglomeração de pessoas nas agências da Caixa e lotéricas.

Enquanto não acontece essa liberação de saque, as beneficiárias podem movimentar o recurso utilizado o Caixa Tem, sendo possível pagar boletos, contas e fazer compras virtuais ou presenciais. 

Pagamento retroativo

Além da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021 para mãe solteira, o governo também está fazendo o pagamento retroativo do auxílio emergencial.

Com isso, pelo menos 110 mil mulheres serão contempladas com valores que podem chegar à R$ 1,5 mil, isso porque estão sendo pagas as parcelas que haviam sido canceladas e se refere aos meses de abril até julho.

Para as mães chefes de família que integram o Bolsa Família, o valor será depositado dentro do calendário do programa. 

Extensão do auxílio 

 

Mensalmente, o Ministério da Cidadania realiza uma verificação nos dados dos beneficiários. Então, aquelas que continuam atendendo os critérios do auxílio emergencial, poderão receber até o mês de outubro. 

A previsão do pagamento também leva em consideração o calendário do Bolsa Família, assim, a expectativa é de que a 6ª parcela comece a ser paga no dia 17 de setembro e se estenda até o dia 30.

Por sua vez, a 7ª parcela será paga entre os dias 18 e 29 de outubro, conforme número final do NIS para os beneficiários do Bolsa Família. 

LEIA TAMBÉM: Saque da 4 ª parcela do auxílio emergencial para mãe solteira

 

Você pode gostar também