5ª parcela do auxílio emergencial 2021: veja que dia você recebe

Os pagamentos serão feitos de acordo com o mês de nascimento do beneficiário, assim, haverá ciclos de crédito em conta e saque em dinheiro

Com a liberação do calendário de pagamentos e saques da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021, os beneficiários podem conferir quando terão acesso ao dinheiro neste mês de agosto.

Para os beneficiários do Bolsa Família, o depósito será feito a partir do dia 18. Depois, será a vez do público geral que aguardava com ansiedade o calendário da prorrogação, que começará no dia 20.

Para esse grupo, a Caixa Econômica Federal informou que o pagamento será como nos ciclos anteriores, ou seja, primeiro será depositado o crédito em conta e, depois, será feita a liberação do saque em dinheiro. Diante disso, confira os calendários completos da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021. 

5ª parcela do auxílio emergencial 2021 – Bolsa Família

Os beneficiários do Bolsa Família seguem o mesmo calendário de pagamentos do programa social. Então, como de costume, o dinheiro é creditado sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês.

Assim, o pagamento da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021, acontecerá entre os dias 18 e 31. Veja as datas: 

    Final do NIS 1: 18 de agosto;  Final do NIS 2: 19 de agosto; Final do NIS 3: 20 de agosto;  Final do NIS 4: 23 de agosto; Final do NIS 5: 24 de agosto; Final do NIS 6: 25 de agosto; Final do NIS 7: 26 de agosto; Final do NIS 8: 27 de agosto; Final do NIS 9: 30 de agosto; Final do NIS 0: 31 de agosto;

Vale lembrar que esse grupo pode fazer saques e transferências da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021, na mesma data do depósito na conta poupança social digital. Para isso, basta utilizar o Caixa Tem ou fazer o saque nas lotéricas com o cartão do Bolsa Família. 

5ª parcela do auxílio emergencial 2021 – Público em geral 

Para os trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), o pagamento da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021 acontecerá entre os dias 20 e 31 de agosto. 

Portanto, os beneficiários devem ficar atentos ao seu mês de nascimento. Confira quando você irá receber: 

    Nascidos em Janeiro: 20 de agosto; Nascidos em Fevereiro: 21 de agosto; Nascidos em Março: 21 de agosto; Nascidos em Abril: 22 de agosto; Nascidos em Maio: 24 de agosto; Nascidos em Junho: 25 de agosto; Nascidos em Julho: 26 de agosto; Nascidos em Agosto: 27 de agosto; Nascidos em Setembro: 28 de agosto; Nascidos em Outubro: 28 de agosto; Nascidos em Novembro: 29 de agosto; Nascidos em Dezembro: 31 de agosto;

Durante essas datas, os beneficiários podem apenas movimentar a 5ª parcela do auxílio emergencial 2021, através do Caixa Tem. Através da plataforma digital é possível realizar compras em estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code. O trabalhador também pode pagar contas e boletos em geral, através do aplicativo. 

Saque do benefício 

Entre 1ª à 20 de setembro, o público geral poderá transferir os recursos para contas em qualquer banco, sem custo, ou realizar o saque em terminais de autoatendimento e casas lotéricas.

Para isso, foi estabelecido um segundo calendário, cuja liberação também será feita de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Diante disso, veja a seguir quando você poderá sacar ou transferir a 5ª parcela do auxílio emergencial. 

  • 01 de setembro: nascidos em janeiro;
  • 02 de setembro: nascidos em fevereiro;
  • 03 de setembro: nascidos em março;
  • 06 de setembro: nascidos em abril;
  • 09 de setembro: nascidos em maio;
  • 10 de setembro: nascidos em junho;
  • 13 de setembro: nascidos em julho;
  • 14 de setembro: nascidos em agosto;
  • 15 de setembro: nascidos em setembro;
  • 16 de setembro: nascidos em outubro;
  • 17 de setembro: nascidos em novembro;
  • 20 de setembro: nascidos em dezembro

Qual valor da 5ª parcela 

Mesmo diante da prorrogação do benefício, o governo manteve o mesmo valor para a 5ª parcela. Diante disso, os cidadãos podem receber valores entre R$150 e R$375. Confira os critérios para a disponibilização dos valores: 

    famílias com um único integrante: R$ 150; famílias com dois ou mais membros: R$ 250; famílias chefiadas pelas mulheres: R$ 375.

Extensão do benefício

O auxílio acabaria no mês de julho, totalizando quatro parcelas. Mas diante da prorrogação que será paga nos meses de agosto, setembro e outubro, será utilizado um crédito extraordinário de R$ 20,27 bilhões para custear as três novas parcelas. 

Também será incluído o saldo remanescente de R$ 5,4 bilhões dos ciclos de pagamentos anteriores. Nos quatro primeiros ciclos, o governo federal teve o custo de R$ 44 bilhões.

 

LEIA TAMBÉM: Auxílio emergencial 5ª parcela: saiba como consultar o pagamento

 

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.