Auxílio emergencial: veja o calendário completo de pagamento na semana

Trabalhadores nascidos em junho e julho recebem novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600 ou R$ 300 nessa semana

Para os trabalhadores do Cadastro Único e inscritos por meio de site ou aplicativo, o pagamento do auxílio emergencial é realizado em ciclos. Por isso é importante se atentar as datas de recebimento do dinheiro em conta poupança e de liberação para saques e transferências. As quais estão relacionadas ao número da parcela e mês de aniversário. A saber, para os beneficiários do Bolsa Família, o calendário é diferente e faz referência ao Número de Identificação Social (NIS).

Nesse sentido, serão seis ciclos no total. O primeiro deles já foi encerrado. Nesta semana há a fase de saques do ciclo 2, e de pagamentos do ciclo 3. Então, veja o calendário:

Terça-feira – 13/10

A partir de hoje (13), trabalhadores nascidos em agosto estão autorizados a sacar e realizar transferências bancárias de suas respectivas parcelas do auxílio emergencial que foram depositadas em poupança digital no dia 23 de setembro. Ao passo que, a data está relacionada ao ciclo 2.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Quarta-feira – 14/10

Em seguida, na quarta-feira (14), 3,6 milhões nascidos em junho recebem mais uma parcela do benefício. A Caixa Econômica Federal, deposita em conta digital a parcela de R$ 600 ou de R$ 300, referentes ao auxílio residual para quem já adquiriu as primeiras cinco parcelas.. Mães solteiras recebem o dobro do valor em ambos os casos, sendo assim R$ 1200 ou R$ 600. Esses pagamentos estão inseridos no ciclo 3.

Quinta-feira – 15/10

Na quinta-feira (15) aniversariantes do mês de setembro podem realizar saques em dinheiro e transferências bancárias da parcela que receberam no dia 25 de setembro. Desse modo, faz parte do ciclo 2.

Sexta-feira – 16/10

Por fim, na sexta-feira (16) 3,6 milhões de beneficiários nascidos em julho recebem parcela de R$ 600 ou R$ 300 do auxílio emergencial. Quem já recebeu cinco parcelas, recebe agora a sexta com valor reduzido pela metade, referente ao auxílio residual. Os outros, continuam recebendo o valor integral.

Número de parcelas do auxílio emergencial

Se definiu o pagamento do auxílio emergencial em cinco parcelas de R$ 600 (ou R$ 1200 para mães solteiras). Esse valor foi então reduzido pela metade e será pago até o fim do ano (em parcelas de R$ 300), no que é chamado de auxílio emergencial residual. Sendo assim, o número de parcelas que cada cidadão vai receber depende do mês que teve sua primeira parcela:

  • Quem obteve a primeira parcela em abril, receberá as cinco parcelas com valor integral e mais quatro parcelas residuais. São nove no total;
  • Quem obteve a primeira parcela em maio, receberá as cinco parcelas com valor integral e mais três parcelas residuais. São oito no total;
  • Quem obteve a primeira parcela em junho, receberá as cinco parcelas com valor integral e mais duas parcelas residuais. São sete no total;
  • Quem obteve a primeira parcela em junho, receberá as cinco parcelas com valor integral e mais uma parcelas residuais. São seis no total.
Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes