Auxílio emergencial: veja o calendário completo de pagamento na semana

Trabalhadores nascidos em junho e julho recebem novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600 ou R$ 300 nessa semana

Para os trabalhadores do Cadastro Único e inscritos por meio de site ou aplicativo, o pagamento do auxílio emergencial é realizado em ciclos. Por isso é importante se atentar as datas de recebimento do dinheiro em conta poupança e de liberação para saques e transferências. As quais estão relacionadas ao número da parcela e mês de aniversário. A saber, para os beneficiários do Bolsa Família, o calendário é diferente e faz referência ao Número de Identificação Social (NIS).

Nesse sentido, serão seis ciclos no total. O primeiro deles já foi encerrado. Nesta semana há a fase de saques do ciclo 2, e de pagamentos do ciclo 3. Então, veja o calendário:

Terça-feira – 13/10

A partir de hoje (13), trabalhadores nascidos em agosto estão autorizados a sacar e realizar transferências bancárias de suas respectivas parcelas do auxílio emergencial que foram depositadas em poupança digital no dia 23 de setembro. Ao passo que, a data está relacionada ao ciclo 2.

Quarta-feira – 14/10

Em seguida, na quarta-feira (14), 3,6 milhões nascidos em junho recebem mais uma parcela do benefício. A Caixa Econômica Federal, deposita em conta digital a parcela de R$ 600 ou de R$ 300, referentes ao auxílio residual para quem já adquiriu as primeiras cinco parcelas.. Mães solteiras recebem o dobro do valor em ambos os casos, sendo assim R$ 1200 ou R$ 600. Esses pagamentos estão inseridos no ciclo 3.

Quinta-feira – 15/10

Na quinta-feira (15) aniversariantes do mês de setembro podem realizar saques em dinheiro e transferências bancárias da parcela que receberam no dia 25 de setembro. Desse modo, faz parte do ciclo 2.

Sexta-feira – 16/10

Por fim, na sexta-feira (16) 3,6 milhões de beneficiários nascidos em julho recebem parcela de R$ 600 ou R$ 300 do auxílio emergencial. Quem já recebeu cinco parcelas, recebe agora a sexta com valor reduzido pela metade, referente ao auxílio residual. Os outros, continuam recebendo o valor integral.

Número de parcelas do auxílio emergencial

Se definiu o pagamento do auxílio emergencial em cinco parcelas de R$ 600 (ou R$ 1200 para mães solteiras). Esse valor foi então reduzido pela metade e será pago até o fim do ano (em parcelas de R$ 300), no que é chamado de auxílio emergencial residual. Sendo assim, o número de parcelas que cada cidadão vai receber depende do mês que teve sua primeira parcela:

  • Quem obteve a primeira parcela em abril, receberá as cinco parcelas com valor integral e mais quatro parcelas residuais. São nove no total;
  • Quem obteve a primeira parcela em maio, receberá as cinco parcelas com valor integral e mais três parcelas residuais. São oito no total;
  • Quem obteve a primeira parcela em junho, receberá as cinco parcelas com valor integral e mais duas parcelas residuais. São sete no total;
  • Quem obteve a primeira parcela em junho, receberá as cinco parcelas com valor integral e mais uma parcelas residuais. São seis no total.
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.