CLT: entenda como funciona o descanso semanal remunerado

O DSR é direito de todo trabalhador, e pode ser pago em dobro dependendo da situação. Cálculo é feito de acordo com as horas trabalharas

Você sabia que o descanso semanal remunerado é um direito de todos os colaboradores que trabalham com carteira assinada? O tema gera dúvidas em empregadores e funcionários, mas a legislação é clara sobre o tema. Entenda como funciona o descanso semanal remunerado:

 

O que é descanso semanal remunerado?

Direito garantido pela Constituição Federal, no artigo 7º, inciso XV, trata-se de um dispositivo que promove a recuperação física e mental adequada aos profissionais. Assim, eles podem cumprir suas funções revigorados. De acordo com a regra, a folga deve ser de 24 horas seguidas, e não é possível dividi-la em dias ou períodos diferentes. Da mesma forma, deve acontecer a cada sete dias de trabalho.

 

Quem tem direito?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Todos os colaboradores registrados em regime CLT têm direito a um dia de folga na semana, sem qualquer desconto no salário. Apesar de comumente ser realizado nos domingos, não possui dia fixo. Dessa maneira, pode variar de acordo com o acordo entre cada colaborador e seu empregador, além da autorização do Ministério do Trabalho.

 

Quando o DSR deve ser pago?

Toda empresa deve respeitar o direito do trabalhador. Quando isso não ocorre, o empregador deve pagar o dobro do valor, segundo a previsão da lei. Além disso, caso o funcionário trabalhe no feriado e não tire um dia de folga depois, a empresa deve remunerá-lo em dobro.

Entretanto, o funcionário perde o direito ao DSR em casos de faltas ou atrasos sem justificativas. Nesse caso, a empresa deve sempre consultar os acordos sindicais.

 

Como é calculado o descanso semanal remunerado?

Aqueles que recebem um salário mensal devem encontrar o valor do benefício embutido no valor do salário e destacado na folha de pagamento. Por outro lado, aqueles que recebem o valor por dia tem o desconto semanal equivalente ao valor do dia trabalhado, sem contar adicionais e comissões. Para calcular:

  1. Some as horas trabalhadas no mês;
  2. Divida o resultado pelo número de dias da semana, contando o sábado;
  3. O resultado deverá ser multiplicado pela quantidade de domingos e feriados;
  4. Por fim, multiplique o resultado pelo valor da hora de trabalho do colaborador.

 

Leia também:

Vale-transporte em dinheiro é permitido? Veja o que diz a CLT

CLT: como é feito o pagamento de férias dos funcionários?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes