Seguro-desemprego: com quanto tempo de trabalho posso solicitar?

Tem direito os empregados despedidos sem justa causa, com 12 meses de serviço na primeira solicitação

Auxílio financeiro pago pelo governo, para solicitar o seguro-desemprego o trabalhador deve estar atento as regras, que variam conforme o tempo que o trabalhador esteve em serviço. Em suma, os empregados despedidos sem justa causa, com tempo de trabalho de 12 meses no primeiro pedido, podem solicitar o pagamento.

 

Com quanto tempo de trabalho posso solicitar?

Em suma, o trabalhador deve ter trabalhado, no mínimo, 12 meses para ter direito a solicitar parcelas do seguro-desemprego pela primeira vez. A quantidade de parcelas, da mesma maneira, varia conforme quantas vezes ele já fez o pedido e quanto tempo trabalhou antes da demissão. Assim, aqueles que trabalharam 12 meses tem direito a quatro parcelas. Dessa forma, quem está fazendo a primeira solicitação deve receber:

  • Comprovado o vínculo de emprego de 12 a 23 meses: 4 parcelas;
  • Comprovado o vínculo de emprego de 24 meses ou mais: 5 parcelas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Aqueles que vão solicitar o seguro-desemprego pela segunda vez devem ter trabalhado, no mínimo, nove meses. Devem receber:

  • Comprovado o vínculo de emprego de 9 a 11 meses: 3 parcelas;
  • Comprovado o vínculo de emprego de 12 a 23 meses: 4 parcelas;
  • 24 meses ou mais: 5 parcelas.

E, por fim, os trabalhadores que vão pedir pela terceira vez devem ter seis meses trabalhados e deve receber:

  • Comprovado o vínculo de emprego de 6 a 11 meses: 3 parcelas;
  • Comprovado o vínculo de emprego de 12 a 23 meses: 4 parcelas;
  • Por fim, 24 meses ou mais: 5 parcelas.

 

Quem pode solicitar o seguro-desemprego?

Em suma, o seguro-desemprego é um benefício concedido ao trabalhador demitido sem justa causa. Assim, é possível pedir o auxílio de 7 a 120 dias após a demissão. Dessa forma, as exigências para solicitar são:

  • dispensados sem justa causa;
  • desempregados no momento do requerimento;
  • ter recebido, então, salários de pessoa jurídica ou pessoa física equiparada à jurídica (inscrita no CEI);
  • não possuir renda própria para o sustento da família;
  • não estar recebendo, então, benefício de prestação continuada da Previdência Social, exceto pensão por morte ou auxílio-acidente.

Portanto, para pedir o trabalhador deve estar com os documentos em mãos: RG; Carteira de Trabalho com identificação de Inscrição no PIS/PASEP; Requerimento de Seguro Desemprego (impresso pelo Empregador Web no Portal Mais Emprego); Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, com o código 01 ou 03 ou 88.

 

Quais os prazos de solicitação?

  • Trabalhador formal: do 7º ao 120º dia, contados da data de dispensa;
  • Bolsa qualificação: durante a suspensão do contrato de trabalho;
  • Empregado doméstico: do 7º ao 90º dia, contados da data de dispensa;
  • Pescador artesanal: durante o defeso, em até 120 dias do início da proibição;
  • Por fim, trabalhador resgatado: até o 90º dia, a contar da data do resgate.

 

Leia também:

Seguro-desemprego: quantas parcelas posso receber?

Seguro-desemprego: veja como recuperar ou trocar a senha de acesso

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes