Qual valor posso sacar no saque-aniversário do FGTS?

O valor de saque varia conforme quantidade que possui em conta. Quanto maior o valor na conta, menor será o percentual que o trabalhador pode sacar

O saque-aniversário do FGTS foi uma das novas medidas do Governo Federal para a liberação do saque do FGTS. Portanto, é uma opção que permite que o trabalhador retire anualmente, no mês de seu aniversário, parte do dinheiro de suas contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Contudo, ao optar pela modalidade, o trabalhador perde o direito à retirada do valor total de sua conta em caso de demissão sem justa causa, ou seja, ao saque-rescisão.  O valor que o trabalhador pode sacar no saque-aniversário varia conforme a quantidade que ele tem em conta.

 

Como funciona?

Na modalidade de saque-aniversário, o dinheiro fica disponível para saque no mês de aniversário e por mais dois meses. Por exemplo, quem faz aniversário em outubro pode sacar o dinheiro de outubro à dezembro. Em caso de não realização do saque, o dinheiro volta para a conta do FGTS de forma automática. Contudo, caso opte por essa modalidade, o trabalhador perde o direito de retirar o valor total de sua conta em caso de demissão sem justa causa. O valor que o trabalhador pode sacar no saque-aniversário varia, funcionando da seguinte forma:

  • Contas com até R$ 500 tem a liberação de 50% do saldo. O percentual vai reduzindo quanto maior for o valor em conta.
  • Contas com mais de R$ 500 tem os saques acrescidos de uma parcela fixa de R$ 50 até R$ 2.900, dependendo do caso.

 

Quanto posso sacar?

Portanto, o contribuinte só pode sacar um porcentual da quantia disponível, conforme alíquotas e valores abaixo relacionados. Dessa forma, quanto maior o valor na conta, menor será o percentual a ser sacado:

  • saldo de até R$ 500, pode sacar 50%;
  • saldo de R$ 500,01 até R$ 1.000, pode sacar 40%, mais uma parcela fixa de R$ 50;
  • de R$ 1.000,01 até R$ 5.000, pode sacar 30% mais uma parcela fixa de R$ 150;
  • saldo de R$ 5.000,01 até R$ 10.000, pode sacar 20% mais uma parcela fixa de R$ 650;
  • saldo de R$ 10.000,01 até R$ 15.000, pode sacar 15% mais uma parcela fixa de R$ 1.150;
  • de R$ 15.000 até R$ 20.000, pode sacar 10% mais uma parcela fixa de R$ 1.900;
  • saldo superior a R$ 20.000,01, pode sacar 5% mais uma parcela fixa de R$ 2.900.

 

Calendário do saque-aniversário do FGTS

  • Nascidos em janeiro e fevereiro tiveram o início do pagamento em abril, e a data limite para cadastrar conta bancária no aplicativo FGTS em 23 de junho;
  • Nascidos em março e abril tiveram o início do pagamento em maio, e a data limite para cadastrar conta bancária no aplicativo FGTS em 24 de julho;
  • Aqueles nascidos em maio e junho tiveram o início do pagamento em junho, e a data limite para cadastrar conta bancária no aplicativo FGTS em 24 de agosto;
  • Nascidos em julho tiveram o início do pagamento em julho, e a data limite para cadastrar conta bancária no aplicativo FGTS em 23 de setembro;
  • Nascidos em agosto tiveram o início do pagamento em agosto, e a data limite para cadastrar conta bancária no aplicativo FGTS em 23 de outubro;
  • Aqueles nascidos em setembro tiveram o início do pagamento em setembro, e a data limite para cadastrar conta bancária no aplicativo FGTS em 23 de novembro;
  • Nascidos em outubro tiveram o início do pagamento em outubro, e a data limite para cadastrar conta bancária no aplicativo FGTS em 22 de dezembro;
  • Nascidos em novembro tiveram o início do pagamento em novembro, e a data limite para cadastrar conta bancária no aplicativo FGTS em 22 de janeiro de 2021;
  • Por fim, aqueles nascidos em dezembro terão o início do pagamento em dezembro, e a data limite para cadastrar conta bancária no aplicativo FGTS em 19 de fevereiro de 2021.

 

Leia também:

Saque-aniversário FGTS: quais bancos estão antecipando as parcelas?

Calendário saque-aniversário do FGTS: ainda dá para receber em 2020?

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.