Como se inscrever no Auxílio Brasil e receber em dezembro?

Ainda é possível se inscrever no programa e tentar receber o Auxílio já a partir de dezembro

O Auxílio Brasil, que foi criado para substituir o Bolsa Família e começou a ser pago em novembro, deve chegar a 17 milhões de brasileiros em dezembro. Segundo orientações do Ministério da Cidadania, para se inscrever no Auxílio Brasil e começar a receber ainda em dezembro, é preciso estar cadastrado no CadÚnico e seguir algumas regras. Saiba o que fazer.

Como se inscrever no Auxílio Brasil e receber em dezembro?

Para se inscrever no Auxílio Brasil, é preciso ir até o setor responsável pelo Cadastro Único em sua cidade. A partir de então, o cidadão entra na seleção do governo federal, que identifica a situação das famílias. Essa etapa é presencial e não pode ser feita pela internet.

Quem não recebia o Bolsa Família ainda pode se inscrever no Auxílio Brasil para tentar obter o benefício e começar a receber ainda em dezembro. No entanto, é preciso preencher alguns requisitos para ter direito ao auxílio e, por isso, nem todos os inscritos devem estar aptos para o programa.

Quem se enquadra nesses grupos do programa e ainda não está cadastrado na base de dados do governo ou precisa fazer atualização de cadastro, deve procurar o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo com os documentos pessoais de todos os membros familiares, comprovante de residência e comprovante de matrícula escolar dos menores de 21 anos. Famílias quilombolas ou indígenas precisam apresentar apenas o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI).

Depois da entrega dos documentos, o responsável familiar passa por uma entrevista para confirmar informações sobre a composição da família, as características do domicílio, escolaridade dos componentes, renda e despesas, por exemplo. Para saber se a família foi aprovada para receber o benefício já em dezembro, a consulta deve ser feita pelo site, aplicativo ou telefone.

Documentos obrigatórios para o cadastramento

Para o responsável pela família – RF:
a) CPF ou Título de Eleitor;

Para os demais membros da família:
b) Qualquer um dos documentos de cada uma das pessoas da família: Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, CPF, RG, Carteira de Trabalho ou Título de Eleitor.

Cadastramento de pessoas sem documento

Se alguém da família ou se todos os integrantes não tiverem documentos, não tem problema. O entrevistador do Cadastro Único deve fazer a entrevista e orientar e encaminhar a família ou a pessoa para tirar os documentos. Se a pessoa nunca foi registrada, a primeira via da certidão de nascimento é de graça. O cadastramento é um direito da família de baixa renda.

Tenho direito de receber o Auxílio Brasil?

Têm direito ao benefício as famílias em situação de extrema pobreza (com renda per capita de até $100) e de pobreza (renda até $200 por pessoa).

A prioridade é para as pessoas em condições de maior vulnerabilidade social. Como: integrantes em situação de trabalho infantil; integrantes libertos de situação próxima à de trabalho escravo; Quilombolas; Indígenas e Catadores de materiais recicláveis.

Além de comprovar a renda mensal que inclui a família na situação de extrema pobreza ou de pobreza, para se inscrever no Auxílio Brasil é preciso comprovar a frequência escolar de crianças e jovens com menos de 21 anos, o esquema vacinal completo de crianças até sete anos e o acompanhamento pré-natal, no caso das gestantes.

Para saber se a família está cadastrada no CadÚnico ou se precisa atualizar os dados para se inscrever no Auxílio Brasil, a consulta deve ser feita pelo site ou aplicativo do CadÚnico no celular ou pelo telefone 0800 707 2003 (ligação gratuita).

 

Acompanhe as últimas notícias de economia no DCI

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes