Dicas para comprar na Black Friday de forma consciente

Faça uma lista e estabeleça prioridades e limites antes de partir para eventuais compras

É fundamental comparar preços, estar atento à data de entrega e evitar os riscos de cair em fraudes

A Black Friday está logo aí. Ela acontece na última sexta-feira de novembro, dia 27, mas alguns estabelecimentos já estão divulgando uma série de promoções. Se você pretende comprar na Black Friday, é bom estar atento a algumas dicas para não gastar dinheiro sem necessidade e conseguir fazer de fato bons negócios. 

Primeiramente, saiba que o evento pode trazer boas oportunidades de adquirir com desconto algumas coisas que você já estava pensando em comprar. O perigo, porém, é comprar na Black Friday por impulso. Para Carlos Terceiro, CEO e fundador da Mobills, “a data pode incentivar um consumismo desnecessário que é capaz até de resultar em dívidas”.

Para não se endividar à toa na Black Friday vale a pena seguir algumas dicas. A primeira delas é fazer uma lista de coisas que você realmente planeja comprar. Defina se elas são de fato necessárias e separe as eventuais aquisições em nível de prioridade. Foque apenas no que está nesta lista. 

 

Antes de comprar na Black Friday, estabeleça limites

 

Depois de fazer uma lista do que planeja comprar na Black Friday, estabeleça um limite para os gastos.  Entenda seu orçamento e avalie com transparência quanto você realmente pode gastar agora, Lembre-se que o começo do ano costuma ser um período de pagamentos extras, como IPTU, IPVA e matrícula de escola. Portanto, cuidado para não gastar agora o que não deveria e ficar no vermelho depois. 

Também é recomendável evitar muitas compras parceladas. Elas podem parecer interessantes no momento da compra, mas quando se somam na fatura podem acabar com o seu orçamento. Estabeleça limites para essas parcelas também, considerando que imprevistos financeiros sempre podem acontecer e você terá essa dívida a pagar.

 

Cuidado com fraudes, principalmente nas compras online

 

É comum que em momentos assim muitas tentativas de fraudes aconteçam. A primeira delas está relacionada aos sites falsos. Antes de comprar na Black Friday, confira sempre se a loja onde você está pensando em comprar é confiável. Para isso, você pode pesquisar em sites como Reclame Aqui e também no Procon. Também confira os links e cheque se existe o ícone de um cadeado verde ao lado do endereço do site. 

Desconfie também de descontos grandes demais ou promoções milagrosas. Pesquise o preço dos produtos em outros lugares e avalie se existe uma chance real de estar sendo vendido por menos. 

Além disso, é importante ter cuidado com falsos cupons de desconto e redirecionamento para sites suspeitos. Prefira os já que que têm reputação na área, como o Cuponeria. A plataforma lançou uma extensão para Google Chrome que permite que os clientes não percam nenhuma promoção . Basta validar durante a Black Friday. 

Comprar na black friday
Imagem: reprodução / unsplash

Outros pontos para garantir compras conscientes

 

Finalmente, além do que já dissemos, é importante estar atento aos prazos de entrega. Desse modo, se você precisa de uma geladeira nos próximos dias, mas a entrega só pode acontecer daqui um mês, talvez seja complicado esperar. Em razão da alta demanda de pedidos, é normal que entregas atrasem também. Confira antes de comprar.

Outro ponto importante para comprar na Black Friday com mais tranquilidade é realizar cadastro nos lugares com certa antecedência. É comum haver certo congestionamento, especialmente agora em que o isolamento social ainda permanece e a maior parte das compras acontece online.

Para terminar, que tal uma olhada nos lugares que oferecem cashback? Em alguns estabelecimentos, você faz a compra e ganha um valor de volta para gastar depois. Pode valer a pena! 

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.