É possível antecipar 7ª parcela do auxílio emergencial?

O pagamento do sétimo ciclo começa no dia 20 de outubro para quem continuar elegível ao benefício

Muitos beneficiários querem saber se é possível antecipar 7 parcela do auxílio emergencial. Até o momento, este é o último pagamento previsto para acontecer em 2021. O calendário atualizado mostra que os depósitos terão início no dia 20 de outubro e o valor do benefício será mantido: serão pagas quantias que variam entre R$150 e R$375.

Dá para antecipar 7 parcela do auxílio emergencial?

A Caixa anunciou que não vai antecipar 7 parcela do auxílio emergencial, diferentemente dos pagamentos passados. O calendário das quatro primeiras parcelas do auxílio foi antecipado pelo governo federal, com isso, os beneficiários tiveram creditado em sua conta poupança social digital o dinheiro antes da data original.  

Isso aconteceu devido à uma readequação nas datas de pagamento feito pela Caixa Econômica Federal, na época. Mas para o pagamento da prorrogação do auxílio emergencial que se trata das três parcelas extras, a Caixa Econômica Federal informou que não fará mudanças nas datas de pagamento.

Já que a sétima parcela não será antecipada, está mantido o calendário atual de pagamentos para esse ciclo. É importante ressaltar que existe um grupo que pode antecipar o saque da última parcela do auxílio emergencial em 2021, como vereamos a seguir. 

Antecipar o saque do auxílio emergencial

Os beneficiários do Bolsa Família não podem antecipar 7 parcela auxílio emergencial, visto que para esse grupo o saque e transferência já são liberados na mesma data do depósito na conta digital. Por outro lado, os cidadãos que fazem parte do público geral podem antecipar o saque da sétima parcela do auxílio emergencial. 

Como a liberação do dinheiro em espécie costuma acontecer apenas duas semanas após o depósito, aqueles que não quiserem esperar para utilizar o auxílio podem optar por algumas formas de antecipar o saque. Dentre as principais, estão: 

Antecipar a 7 parcela auxílio emergencial via Pix:

  • acesse o Caixa Tem com seus dados pessoais;
  • busque pela opção Pix;
  • clique em “Pagar”;
  • escolha a “chave Pix” da pessoa que receberá o Pix;
  • informe o valor que pretende transferir;
  • clique em “efetuar o pagamento”;
  • digite sua senha do Caixa Tem para finalizar a transação;
  • guarde ou envie o comprovante para a pessoa que recebu o Pix; 

É importante ressaltar que esse procedimento deve ser feito para uma conta que seja de um titular diferente, ou seja, você deve enviar o benefício para um parente ou amigo, por exemplo.

Antecipar a 7 parcela auxílio emergencial via boleto:

  • acesse o aplicativo de seu banco;
  • faça a emissão de um boleto com o valor desejado;
  • acesse o Caixa Tem com seus dados pessoais;
  • informe o código de barras (também é possível fazer a leitura utilizando a câmera do seu celular);
  • depois que o Caixa Tem identificar os dados do boleto, confirme o pagamento;
  • digite sua senha para finalizar a transação;

Neste caso, o Caixa Tem entenderá que você está pagando o boleto de uma compra, por isso, irá liberar o dinheiro para a conta do titular do boleto. 

Antecipar 7 parcela auxílio emergencial via cartão de débito virtual:

  • acesse o Caixa Tem como de costume;
  • escolha a opção “cartão de débito virtual”;
  • copie o número, a validade e o código de segurança do cartão gerado; 
  • acesse o aplicativo do seu banco;
  • busque pela opção “adicionar dinheiro”;
  • escolha a opção “cartão virtual caixa”;
  • informe o valor que você pretende retirar do Caixa Tem, 
  • depois disso, basta colar os dados do cartão;
  • confirme o pagamento;

Mas atenção: esses procedimentos somente podem ser feitos após o depósito do benefício em sua conta poupança social digital. Portanto, é preciso acompanhar o calendário da sétima parcela para saber quando você irá receber.  

Quando cai a 7 parcela do auxílio?

A sétima parcela do auxílio emergencial é a última prevista para este ano, segundo o calendário atualizado. Os pagamentos serão feitos durante o mês de outubro, assim, quem vai receber primeiro faz parte do programa Bolsa Família.

Esse grupo pode seguir as mesmas datas do calendário regular do programa. Então, confira quando você vai receber a 7ª parcela do benefício: 

NIS com final 1: 18 de outubro

NIS com final 2: 19 de outubro

NIS com final 3: 20 de outubro

NIS com final 4: 21 de outubro

NIS com final 5: 22 de outubro

NIS com final 6: 25 de outubro

NIS com final 7: 26 de outubro

NIS com final 8: 27 de outubro

NIS com final 9: 28 de outubro

NIS com final 0: 29 de outubro

Para o público geral que se refere aqueles que se inscreveram pelo site ou aplicativo Caixa Tem em 2020, a 7ª parcela do auxílio emergencial 2021 começa a ser depositada a partir do dia 20 de outubro, então, a partir da data de pagamento você já pode antecipar o saque da 7 parcela do auxílio emergencial. Confira quando será os depósitos:

Nascidos em janeiro: recebem dia 20 de outubro

Nascidos em fevereiro: recebem dia 21 de outubro

Nascidos em março: recebem dia 22 de outubro

Nascidos em abril: recebem dia  23 de outubro

Nascidos em maio: recebem dia 23 de outubro

Nascidos em junho: recebem dia 26 de outubro

Nascidos em julho: recebem dia 27 de outubro

Nascidos em agosto: recebem dia 28 de outubro

Nascidos em setembro: recebem dia  29 de outubro

Nascidos em outubro: recebem dia 30 de outubro

Nascidos em novembro: recebem dia  30 de outubro

Nascidos em dezembro: recebem dia 31 de outubro

Relacionado – 7ª parcela do auxílio emergencial para mãe solteira: quando será pago?

Calendário de saque da 7 parcela

Para quem prefere aguardar, vale lembrar que somente após os depósitos na conta poupança social digital é que a Caixa Econômica dará início à liberação desta parcela para saques e transferências. Isso acontecerá durante o mês de novembro, confira o calendário atualizado: 

Nascidos em janeiro: saque dia 1º de novembro

Nascidos em fevereiro: saque dia 3 de novembro

Nascidos em março: saque dia 4 de novembro

Nascidos em abril: saque dia 5 de novembro

Nascidos em maio: saque dia 9 de novembro

Nascidos em junho: saque dia 10 de novembro

Nascidos em julho: saque dia 11 de novembro

Nascidos em agosto: saque dia 12 de novembro

Nascidos em setembro: saque dia 16 de novembro

Nascidos em outubro: saque dia 17 de novembro

Nascidos em novembro: saque dia 18 de novembro

Nascidos em dezembro: saque dia 19 de novembro

Vai ter auxílio emergencial em 2022?

O governo federal tem enfrentado dificuldades para poder viabilizar o seu novo programa social – Auxílio Brasil, diante disso, ainda não foi descartada a possibilidade de prorrogar o pagamento para 2022. Com isso, os beneficiários que continuam atendendo aos critérios do programa poderiam receber mais parcelas até o mês de abril. 

A continuidade do benefício foi sinalizada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na última terça-feira, 28, segundo informações do Valor Econômico. Parlamentares também já demonstraram interesse em uma nova prorrogação do auxílio emergencial, pelo menos até o mês de dezembro. 

Por outro lado, o ministro da Economia, Paulo Guedes se mostra contra uma nova extensão do benefício que, de acordo com ele ficará fora do teto de gastos previstos para este ano. O foco do governo, segundo ele, deve ser o Auxílio Brasil, visto que esse novo benefício irá substituir o Bolsa Família a partir de novembro e poderá continuar beneficiando as famílias após a conclusão dos pagamentos do auxílio emergencial. 

 

Você pode gostar também
buy cialis online