Emirates vai financiar tratamento de Covid-19 para atrair clientes

Com o objetivo de aumentar o número de passageiros em seus aviões, a companhia Emirates oferece seguro que cobre gastos médicos e quarentena em hotel.

Para driblar a crise no setor aéreo, a Emirates vai financiar o tratamento de passageiros que, eventualmente, contraírem o Coronavírus durante a viagem.

Com a reabertura progressiva da fronteira em diversos países, a companhia decidiu apostar em uma solução pioneira: um serviço de seguro gratuito para os clientes. Como resultado, a Emirates espera conseguir aumentar o número de passageiros em sua frota.

A ideia da Emirates de financiar o tratamento dos clientes é promissora, afinal, o mercado aéreo é um dos que mais sofreram impactos negativos desde o início da pandemia.

Para se ter uma ideia, em junho, uma análise da Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata) calculou as perdas do setor em até US$ 84,3 bilhões. A margem de lucro líquida deve ser 20% menor que a registrada em 2019. Para a instituição, 2020 será o pior ano financeiro da história da aviação.

A própria empresa dos Emirados Árabes sentiu o peso da crise. No começo de julho, anunciou que pretende cortar até 9 mil postos de trabalho. Antes disso, ela contava com 60 mil funcionários.

 

Emirates vai financiar tratamento de passageiros

Emirates vai financiar tratamento de passageiros
Foto: Reprodução

De acordo com a rede BBC, a ação da Emirates garante o tratamento de passageiros para o Covid-19 e também cobre a necessidade de quarentena em hotel.

Além disso, o seguro prevê a cobertura de possíveis gastos com funeral. Tudo isso se o cliente contrair o novo vírus durante a viagem com a companhia.

Sobre o tratamento de passageiros, o CEO do Grupo Emirates, Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, afirmou que as pessoas estão ansiosas para voar à medida que as fronteiras ao redor do mundo se reabrem gradualmente. “Mas [elas] estão buscando flexibilidade e garantias caso um imprevisto aconteça durante suas viagens.”

A oferta de seguro oferecida pela companhia compreende todas as classes de viagem e destinos. Outro ponto importante é a validade de 31 dias a contar do início da viagem de cada passageiro. No entanto, será executada somente até o fim do mês de outubro deste ano.

O valor máximo para as despesas médicas do tratamento de passageiros é de € 150 mil. No caso do hotel, o cliente pode se hospedar por até duas semanas com cobertura de € 100 por diária. Por fim, o seguro para funeral é de € 1.500.

“É um investimento de nossa parte, mas estamos colocando nossos clientes em primeiro lugar e acreditamos que eles serão bem-vindos nessa iniciativa”, concluiu o Sheikh Ahmed Maktoum.

- continue lendo -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes