Espelho do PIS pode ajudar a consultar direito; entenda o que é

Documento reúne informações como saldo de cotas e valor do benefício

Com a proximidade do segundo semestre, cresce a expectativa dos trabalhadores por uma nova liberação do Abono Salarial. Mas, como o calendário de pagamentos foi atrasado por causa da pandemia da Covid-19, a nova rodada deverá contemplar inicialmente quem trabalhou em 2020. Para quem deseja descobrir se terá direito ao pagamento, é possível realizar a consulta por meio do espelho do PIS.

O chamado espelho do PIS representa o extrato do Programa de Integração Social. Nele, estão disponíveis informações relevantes sobre o cadastro do trabalhador. Por meio do documento é possível consultar o número do PIS, nome do trabalhador, saldo de cotas, tipo (abono salarial ou rendimentos), valor do benefício e data e hora do último saque.

Como tirar o espelho do PIS?

Existem diversas formas de consultar o extrato do programa. Antes de iniciar a consulta, tenha em mãos informações pessoais como número do CPF, RG, nome dos pais e dados da carteira de trabalho. Confira o passo a passo:


Consulta online:

  • Acesse o site da Caixa Econômica Federal;
  • Selecione a opção Benefícios e Programas;
  • Clique em Benefícios do Trabalhador;
  • Selecione a opção PIS;
  • Clique em Consultar pagamento;
  • Informe o número do PIS e a senha, em caso de primeiro acesso realize o cadastro;
  • Acesso o painel de consulta e confira o extrato disponibilizado.

Aplicativo:

  • Realize o download do app Caixa Trabalhador;
  • Informe seu CPF e senha;
  • No menu, selecione a opção Meu NIS;
  • Clique no extrato do PIS.

Para quem não possui cadastro, o processo é diferente. Entenda:


  • Após realizar o download, informe o CPF, um email e crie uma senha de acesso;
  • Confira a caixa de email e abra uma mensagem com instruções para ativar a conta;
  • Depois de realizar a verificação, abra novamente o app Caixa Trabalhador e informe a senha criada;
  • No menu, selecione a opção Meu NIS;
  • Clique no extrato do PIS.

Por fim, também é possível solicitar o espelho do PIS via telefone por meio da central Alô Trabalhador, disponível no número 158. A chamada não tem custo para quem realiza a ligação de um telefone residencial. Já para chamadas via telefone móvel, a cobrança será a mesma de uma ligação local.

Quem recebe o PIS?

De acordo com a Caixa, para ter direito ao abono salarial é preciso que os trabalhadores atendam a alguns requisitos. Primeiramente, é preciso estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos. Além disso, é necessário ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base do pagamento e ter exercido atividade remunerada para pessoa jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, também no ano-base. Por fim, também é necessário que o empregador tenha informado os dados do trabalhador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.

Leia também:
Quando vai ser pago o PIS 2021? O que sabemos do abono salarial

Você pode gostar também