Receita libera hoje consulta ao 1º lote de restituição do IR2021

Pagamento começa a ser feito na próxima segunda-feira, dia 31, mesmo dia do prazo final para quem ainda não entregou

A Receita Federal libera, nesta segunda-feira, 24, a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2021, ano-base 2020. O pagamento será feito entre os meses de maio e setembro, sempre no último dia útil de cada mês. A liberação do 1º lote será no próximo dia 31 de maio; a do segundo, em 30 de junho; a do terceiro, em 30 de julho, a do quarto, em 31 de agosto e a do quinto, em 30 de setembro. A consulta costuma ficar disponível uma semana antes da liberação dos lotes.

O valor é creditado na conta bancária indicada pelo contribuinte na declaração. Caso tenha problema para o depósito, a Receita deixará o valor disponível em agência do Banco do Brasil.

A restituição do IR é corrigida pela taxa Selic acumulada desde maio de 2021 até o mês anterior ao da devolução. Isso costuma ficar acima do rendimento líquido de aplicações financeiras, como caderneta e fundos de renda fixa.

Quem vai receber agora a restituição

Nesse primeiro lote virão, quase que integralmente, restituições de contribuintes com 60 anos ou mais e para os portadores de doenças graves, deficiência física ou mental. O contribuinte terá de ter assinalado na declaração essas condições especiais.

A Receita Federal considera como graves as seguintes doenças:  tuberculose ativa, esclerose múltipla, neoplasia maligna, hanseníase, paralisia irreversível e incapacitante, cardiopatia grave, doença de Parkinson, espondiloartrose anquilosante, nefropatia grave, hepatopatia grave, estados avançados da doença de Paget (osteíte deformante), contaminação por radiação, síndrome de imunodeficiência adquirida (aids), ou qualquer outra, com base em conclusão da medicina especializada.

Depois de ter feito o crédito a esse grupo de contribuintes, a Receita Federal começa o pagamento seguindo a ordem de entrega:  os contribuintes que entregaram primeiro a declaração receberão também primeiro.  Lembrando que o prazo final para a entrega do IR de 2021 vence na próxima segunda-feira, 31. Quem deixar de entrega estará sujeito a multa. Quem entregou e precisa fazer uma declaração retificadora, poderá fazê-lo no prazo de até 30 dias após a entrega a original.

Você pode gostar também
buy cialis online