13º salario do INSS será antecipado para fevereiro e março de 2021

A antecipação leva em consideração o fim do auxílio emergencial e o aumento de casos de Covid-19 no começo de 2021

Com o fim dos pagamentos do auxílio emergencial e o aumento de casos de Covid-19 no começo de 2021, o governo decidiu antecipar o 13º salário do INSS. Essa medida também ocorreu no ano passado, com o objetivo de amparar aposentados e pensionistas durante a fase inicial da pandemia.

Além disso, o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) também deve ser antecipado neste ano. As informações são da colunista do jornal Folha de São Paulo, Mônica Bergamo.

Quando ocorrerá o pagamento do 13º salário do INSS?

O objetivo do governo é pagar a primeira parcela do 13º salário do INSS já no próximo mês, em fevereiro. E a segunda, em março. Ao passo que, as mesmas datas serão usadas para o pagamento do abono salarial do PIS/Pasep.

Em 2020, a primeira parcela do 13º para aposentados e pensionistas foi paga entre 24 de abril e 8 de maio. E a segunda, entre 25 de maio e 5 de junho. Nota-se ainda, que foi definido em decreto a antecipação do benefício a partir de 2021, com a primeira parcela paga em agosto e a segunda em novembro.

O abono salarial do PIS/Pasep é destinado a trabalhadores inscritos em um dos programas em ao menos cinco anos e que tenham recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base.

A antecipação dos benefícios não acrescenta novos custos, afinal há previsão no Orçamento de 2021. Por isso, a ideia é vista como viável pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Fim do auxílio emergencial

A antecipação do 13º salário do INSS e do abono salarial era estudada pelo governo. A finalidade principal é compensar o fim do auxílio emergencial. O programa foi criado para amparar trabalhadores informais, autônomos e desempregados durante a pandemia da Covid-19.

Foram creditados o total de R$ 292,9 bilhões para 67,9 milhões de beneficiários. O último depósito em poupança social digital foi feito no dia 29 de dezembro e as liberações para saques e transferências seguem até o dia 27 de janeiro.

Por fim, medidas como a ampliação do Bolsa Família também estão em estudo.

Com informações de Folha de São Paulo.

 

Leia também:

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.