Auxílio-reclusão: entenda como funciona e qual o valor

O auxílio-reclusão é um benefício pago somente aos dependentes do preso de baixa renda, que é segurado do INSS.

O auxílio-reclusão é pago aos familiares de um preso de baixa renda. Entenda quais as regras do benefício.

O que é o auxílio-reclusão?

A saber, o auxílio-reclusão é um benefício pago somente aos dependentes do preso de baixa renda, que é segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Então, os valores são recebidos enquanto o segurado estiver em detenção.

Para receber o benefício, é preciso que a média dos salários dos 12 meses anteriores à prisão seja menor ou igual a R$ 1.425,56. Esse valor é modificado anualmente. Se a renda for maior que essa, o segurado não tem direito ao auxílio.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

É preciso ainda que o preso tenha ao menos 24 contribuições ao INSS.

Qual o valor?

Os familiares do preso recebem o equivalente a um salário mínimo, ou seja, R$ 1045. Nota-se que todos os dependentes recebem um único auxílio-reclusão, que será dividido igualmente entre eles.

A duração do benefício varia de acordo com a idade do preso e o tipo de beneficiário. Os filhos, por exemplo, recebem o dinheiro até que completem 21 anos.

Como funciona?

Desse modo, os dependentes do trabalhador recluso devem acessar o portal Meu INSS e cadastrar a Declaração de Cárcere/Reclusão”. Este documento é feito nas unidades prisionais e é necessário que seja apresentado a cada três meses. Caso contrário, o pagamento é suspenso. O encerramento do benefício ocorre em casos de libertação ou fuga do preso, bem como se ele passar a cumprir pena em regime aberto.

Sendo assim, os dependentes devem comprovar sua relação com o segurado:

  • Cônjuge ou companheira: deve comprovar casamento ou união estável na data em que o segurado foi preso;
  • Filhos e equiparados: possuir menos de 21 anos de idade, com exceção de ser inválido ou ou ter deficiência;
  • Pais: devem comprovar dependência econômica;
  • Irmãos: devem comprovar dependência econômica, além idade inferior a 21 anos, com exceção de ser inválido ou ou ter deficiência.

Como solicitar o auxílio-reclusão?

Para solicitar o benefício a orientação é acessar o portal do Meu INSS, fazer o login e clicar em “Agendamentos/Requerimentos”. Depois disso optar por “novo requerimento”, “atualizar” e “avançar”. Feito isso é preciso pesquisar pela palavra palavra “reclusão” e selecionar o serviço em questão. Pode-se acompanhar o pedido no mesmo site.

Documentos

Por fim, veja a lista de documentos necessários e que podem ser solicitados pelo INSS

  • Certidão judicial que ateste o recolhimento efetivo à prisão;
  • Documentos que comprovem a qualidade de dependente;
  • Procuração ou termo de representação legal, documento de identificação com foto e CPF do procurador ou representante, se houver;
  • Documentos pessoais dos dependentes e do segurado recluso;
  • Documentos referentes às relações previdenciárias do segurado recluso.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes