Como simular aposentadoria 2020? Aprenda o passo a passo

Antes de dar entrada no benefício, é válido simular a aposentadoria. Para verificar se já têm direito ou quanto tempo falta, e qual será o valor.

Antes de dar entrada no benefício, é válido simular a aposentadoria. Para verificar se já têm direito ou quanto tempo falta, e qual será o valor. Essa simulação pode ser feita de maneira simples no site ou aplicativo do Meu INSS.

Trata-se do serviço “Simular Aposentadoria”, também conhecido como calculadora do INSS. Nele, é possível ter acesso há sete tipos de cálculo. Cinco deles referentes à aposentadoria por tempo de contribuição e os outros dois relacionados à aposentadoria por idade.

As simulações contemplam as novas regras incluídas a partir da Reforma da Previdência, que entraram em vigor em novembro de 2019. Desse modo, pode-se verificar as regras de transição e de direito adquirido nas normas anteriores.

Além disso, após realizar o procedimento é possível anexar o documento no pedido de aposentadoria. Mas, é necessário entender que ele não tem validade legal. Afinal, os dados podem ser alterados no momento cálculo.

Passo a passo para simular aposentadoria 2020

Então, veja o passo a passo para simular aposentadoria. Nota-se que o Instituto Nacional do Seguro Social faz uma busca automática dos dados do segurado registrados em seus sistemas. E caso esteja faltando alguma informação, o segurado pode incluí-la manualmente. A saber,

  1. Acesse o site ou aplicativo Meu INSS;
  2. Faça login, caso não tenha cadastro é possível realizá-lo no próprio aplicativo;
  3. Escolha a opção “Simular Aposentadoria”;
  4. Verifique os dados apresentados, e altere o que achar necessário ao clicar no lápis;
  5. Clique em “Recalcular”;
  6. Pronto, você poderá ver o resultado da simulação da sua aposentadoria.

Depois da simulação, pode-se apertar na opção “Baixar PDF” para guardar o documento. Ou clicar em “Pedir Aposentadoria”, para dar entrada no benefício. Assim como a simulação, o pedido de aposentadoria pode ser feito na plataforma do Meu INSS. Para isso, é importante reservar documentos referentes às relações previdenciárias, como por exemplo carteira de trabalho, Certidão de Tempo de Contribuição (CTC) e carnês.

 

Leia também:

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.