Confira os valores do INSS para autônomo em 2021

Trabalhadores autônomos podem contribuir ao INSS na categoria de contribuinte individual ou como microempreendedor individual

Com a atualização do salário mínimo e reajuste de pagamentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), os valores do INSS para autônomo em 2021 também sofreram alterações. Seja para quem faz recolhimentos como contribuinte individual ou como microempreendedor individual (MEI).

Então, confira quais são os novos valores que passam a valer em fevereiro, pois dizem respeito as atividades de janeiro. Bem como, de que maneira essas suas categorias podem contribuir para a Previdência Social.

Como contribuir de forma autônoma para o INSS?

Trabalhadores autônomos podem contribuir ao INSS na categoria de contribuinte individual. Essa modalidade é destinada a quem trabalha por conta própria e presta serviço a empresas sem ter vínculo formal.

Sendo assim, para se inscrever no INSS a orientação é ligar na Central 135 ou acessar o Portal do Ministério do Trabalho e Previdência Social. Ao passo que, para trabalhador que já tiver número do PIS ou Pasep não é preciso fazer cadastro, basta anotá-lo na Guia da Previdência Social (GPS), que é a forma de pagamento da contribuição ao órgão.

Outra forma do profissional autônomo contribuir ao INSS é se formalizar como microempreendedor individual. A modalidade vale para quem trabalha por conta própria e tem faturamento de até R$ 81 mil por ano.

Então, para se tornar um MEI, basta acessar o Portal do Empreendedor, que está integrado ao portal Gov.br, e clicar na opção “Formalize-se”, na seção “Quero ser MEI”.

Quais as vantagens de contribuir ao INSS como autônomo em 2021?

- PUBLICIDADE -

A partir do momento em que o trabalhador autônomo começa a contribuir ao INSS ele passa a garantir a sua aposentadoria e demais benefícios do órgão para dar entrada quando necessário. Entre eles estão: auxílio-doença, auxílio-acidente, salário-maternidade, auxílio-reclusão e pensão por morte. Cada um conta com um período de carência e regras para solicitação.

O que é o contribuinte individual?

O contribuinte individual é um dos tipos de segurado do INSS. Quem se inscreve nessa categoria pode acessar os benefícios do órgão, quando devidos. A modalidade é destinada a trabalhadores que exercem suas atividades de forma autônoma ou prestam a serviços eventualmente à empresas, sem vínculo formal. Como pode ser o caso de os pintores, diaristas e motoristas de aplicativo.

O que é o MEI?

Em seguida, o MEI é destinado ao trabalhador que já trabalha por conta própria ou deseja começar um negócio. Nessa modalidade, o faturamento anual não pode passar de R$ 81 mil. Bem como, o interessado não pode participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa.

Outro requisito é exercer uma das atividades permitidas para o MEI, as quais estão previstas no Anexo XI, da Resolução CGSN nº 140. Além disso, esse empresário pode contratar no máximo um empregado.

Quanto vou pagar de INSS autônomo em 2021?

Na contribuição do INSS autônomo em 2021, o contribuinte individual pode fazer recolhimento de 20% sobre o salário de contribuição ou de 11% sobre o salário mínimo, nos planos normal e simplificado respectivamente. Já o MEI, deve contribuir com a alíquota fixa de 5% sobre o salário mínimo. Veja os valores para as duas modalidades.

- PUBLICIDADE -

Valor para contribuinte individual

No plano normal do contribuinte individual, paga-se a alíquota de 20% sobre o salário de contribuição. Ao passo que, o valor mínimo de recolhimento é desse percentual sobre o salário mínimo e o máximo é sobre o teto previdenciário. Veja:

  • Alíquota de 20% sobre o salário mínimo: R$ 220
  • Alíquota de 20% sobre o teto previdenciário: R$ 1.286,71

Além disso, ao prestar serviço para um empresa, o empregador deve descontar 11% da remuneração para o recolhimento do INSS.

Leia também

INSS: saiba quando será a antecipação do 13º salário

Calendário da prova de vida do INSS: confira as novas datas

Já no plano simplificado, em que não há direito à aposentadoria por tempo de contribuição, o trabalhador contribui com 11% sobre o salário mínimo, o que atualmente resulta em R$ 121.

Valor para MEI

O valor do INSS autônomo para o MEI é de 5% sobre o salário mínimo, então resulta em R$ 55. Essa quantia é paga na guia do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), que reúne todos os impostos da categoria. Além do INSS, é preciso pagar Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e/ou Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

Passo a passo para emitir GPS do contribuinte individual

- PUBLICIDADE -

Então, confira o passo a passo de como gerar a GPS, para pagar o INSS autônomo em 2021 na categoria de contribuinte individual.

Primeiro, acesse o portal ou aplicativo Meu INSS e clique em “Emitir Guia de Pagamento (GPS)”.

Site Meu INSS

Em seguida, ocorrerá um redirecionamento para o site da Receita Federal. O próximo passo é selecionar a categoria de “contribuinte individual”, informar o número do NIS/PIS/PASEP e clicar em “Confirmar”.

- PUBLICIDADE -

Site da Receita Federal

Passo a passo para emitir DAS do microempreendedor individual

Por fim, confira como emitir a guia DAS do microempreendedor individual, que inclui o pagamento do INSS.

Para começar, acesse o Portal do Empreendedor, clique na seção “Já sou MEI” e aperte no item “Pagamento de Contribuição Mensal”.

inss autônomo 2021
Portal do Empreendedor

Depois, clique em “Boleto de Pagamento” e então ocorrerá o redirecionamento para página da Receita Federal. Então, informe o CNPJ e clique em “Continuar”.

Site da Receita Federal

O próximo passo é clicar no item “Emitir Guia de Pagamento (DAS)”, informar o ano em questão e escolher o mês que deseja pagar e clique em “Apurar/Gerar DAS”.

Site da Receita Federal

Para finalizar, o trabalhador terá a opção de imprimir e visualizar o PDF com o boleto da DAS MEI.

 

Leia também:

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes