INSS revisa benefícios de 1,7 milhão de segurados; saiba o que fazer

O objetivo do Instituto Nacional é evitar fraudes e pagamentos indevidos dos benefícios sociais.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vem realizando desde o início do ano uma revisão dos benefícios de aposentados e pensionistas. Mais de 1,7 milhão de segurados da Previdência Social foram convocados para revisar os dados pessoais e continuar recebendo o benefício. Quem está na lista de revisão está sendo convocado desde setembro por meio de cartas enviadas pelo órgão. 

O objetivo do Instituto Nacional é evitar fraudes e pagamentos indevidos dos benefícios sociais. É preciso ter atenção, pois o beneficiário que estiver em situação irregular e não atualizar o cadastro pode ter o benefício suspenso. 

Logo após receber a carta de notificação do INSS, o segurado tem até 60 dias para encaminhar a documentação solicitada. Os envios podem ser feitos de duas formas. Pelo Meu INSS, na internet, ou presencialmente em uma das agências da Previdência. 

O beneficiário que não recebeu nenhuma carta física pode conferir a situação pelo Meu INSS. Em parceria com os Correios, o Instituto está notificando os beneficiários que precisam se regularizar também pela internet. 

Como enviar os documentos

Confira a seguir o passo a passo de como realizar o envio da documentação exigida para a revisão do INSS.

Pelo Meu INSS

O Meu INSS pode ser acessado não apenas pelo navegador na internet como também pelo aplicativo no celular. O segurado que for notificado precisa ter um login e senha no sistema.

Após efetuar o login, basta clicar em “Atualização de Dados de Benefício”. E, em seguida, anexar as cópias digitalizadas dos seguintes documentos:

    CPF; RG; Certidão de nascimento ou casamento; Título de eleitor; Carteira de Trabalho (CTPS).

Ademais, os documentos devem pertencer ao titular do benefício, procurador ou representante legal.

Presencialmente em uma agência

Os beneficiários que não conseguirem acessar o Meu INSS na internet, devem cumprir a exigência de forma presencial. Para isso, é preciso agendar um horário em umas das agências da Previdência Social. O agendamento é feito pelo telefone 135. 

Por fim, quando ligar, o segurado deve escolher a opção “Entrega de Documentos por Convocação”. As agências do INSS não irão atender os beneficiários sem horário agendado. 

Parceria do INSS com os Correios

Em parceria com os Correios, o INSS vai enviar também cartas de forma online. Os envios são no aplicativo ou no portal Meu INSS na internet. O envio é realizado pela “Entrega Digital”.

Para visualizar a carta, basta acessar a parte “Minhas Mensagens”. A alternativa vai permitir ainda acessar a correspondência digital mesmo que a carta física consiga ser entregue.

Conforme o presidente do INSS, Leonardo Rolim, a parceria com os Correios nos possibilitará uma comunicação efetiva com o beneficiário, especialmente com a disponibilização da carta em meio digital. Desta forma, o INSS espera receber com mais celeridade às documentações exigidas na carta de exigência, o que possibilitará uma resposta mais rápida ao cidadão e, consequentemente, a diminuição de possíveis fraudes e pagamentos indevidos”,.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.