Prova de vida do INSS permanecerá suspensa até o fim do ano

A prova de vida do INSS está suspensa desde março deste ano, por razão da pandemia do novo coronavírus.

A exigência da prova de vida do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) permanecerá suspensa até o fim do ano. Sendo assim, aposentados e pensionistas estão dispensados dessa obrigação e não terão seus pagamentos bloqueados.

A saber, a prova de vida do INSS está suspensa desde março deste ano, por razão da pandemia do novo coronavírus. Dessa forma, o segurado que não fez o procedimento entre março e dezembro deste ano, não terá o benefício bloqueado até janeiro de 2021. A Secretaria de Previdência do Ministério da Economia informou que publicará na segunda-feira (30), uma portaria com a prorrogação da medida.

Nota-se ainda que o recadastramento não está proibido. Caso queiram, os segurados podem realizar o procedimento. Ao passo que, alguns bancos dão orientações sobre horário especial para pessoas em grupo de risco da Covid-19.

Prova de vida do INSS

Sendo assim, a prova de vida do INSS é feita por aposentados e pensionistas , eles devem comparecer anualmente à agência bancária ou do INSS para comprovar que estão vivos e continuar recebendo os pagamentos.

A prova deve ser realizada no mês do aniversário do segurado. Na prática, o segurado deve ir até a agência bancária em que recebe o benefício e levar documento de identificação com foto, podendo ser: carteira de identidade, carteira de trabalho ou carteira de motorista. Em algumas instituições bancárias é possível fazer o procedimento em terminais eletrônicos com a leitura biométrica.

Além disso, é possível fazer a prova de vida do INSS pela internet. No entanto, isso é válido apenas para beneficiários com mais de 80 anos ou com restrições de mobilidade. A comprovação de vida pode ser feita no site ou aplicativo Meu INSS, com anexação dos documentos necessários.

 

Leia também:

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.