Veja se você está na lista dos convocados para perícia do INSS

Lista foi divulgada em Diário Oficial da União no dia 27 de setembro; quem foi convocado deve buscar perícia

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou no Diário Oficial da União (DOU) de segunda-feira, dia 27 de setembro de 2021, o nome das pessoas que precisam fazer a perícia médica do benefício por invalidez. Portanto, veja se você está na lista dos convocados para perícia do INSS.

Dessa forma, o instituto é capaz achar as pessoas que mudaram de endereço e que não foram convocados via cartas enviadas pelos Correios.

Como acessar lista dos convocados para perícia do INSS?

Primeiro, você deve acessar a página do Diário Oficial da União.  Quando estiver no site oficial do governo, você pode procurar pelo seu nome.

Uma das formas de facilitar isso é apertando, simultaneamente, as teclas control e F do teclado (pelo computador) e digitar o seu nome, número do benefício ou CPF.

Se estiver pelo celular, quando abrir o site, você pode seguir os passos das seguintes capturas de tela:

Página do DOU.
Esta é a página com a lista das pessoas convocadas. Clique nos três pontos no canto superior direito para abrir mais opções

Depois de acessar a página com a lista das pessoas convocadas, você tem de clicar nos três pontos no canto superior direito para abrir mais opções. Em seguida, procure a opção ‘Encontrar na página’.

Para finalizar o processo, você pode digitar o seu nome ou CPF, que o navegador irá encontrar de forma automática se você está ou não convocado.

Para ir até o Edital de Convocação, clique aqui. Por fim, para ter acesso ao Edital de Notificação, é só acessar este link.

O que é a lista dos convocados para perícia do INSS?

Algumas pessoas não receberam a carta enviada pelos Correios. Por isso, o INSS divulga essa lista dos convocados para perícia.

Comumente, esse envio é feito ao endereço que está cadastro no Sistema Único de Benefícios (SUB). No entanto, algumas pessoas podem ter mudado de casa e o sistema está desatualizado. Além disso, algumas informações podem estar incorretas ou incompletas. Sendo assim, dificultando o cadastro.

Dessa forma, a lista divulgada em Diário Oficial da União serve como uma forma de alertar quem precisa realizar a perícia médica.

Como é feita a perícia médica do INSS?

Para fazer a perícia, os beneficiários precisam agendar por meio do site do INSS ou aplicativo “Meu INSS”, disponível para celulares. Além disso, o telefone 135 é outra opção para atendimento. O serviço está disponível de segunda a sábado das 7h às 22h (horário de Brasília).

Depois que o agendamento é feito, os convocados precisam comparecer na data decidida. Assim, devem levar toda a documentação médica que tenham e que comprovem suas condições de saúde. São elas, por exemplo, atestados, receitas, laudos ou exames.

Lembre-se que o segurado deve realizar o agendamento até o dia 11 de novembro deste ano, 2021. Caso contrário, o benefício será suspenso. Caso isso aconteça, ele pode ser cancelado depois de 60 dias.

O que acontece depois da perícia do INSS?

A lista tem o nome dos aposentados e pensionistas que devem fazer o procedimento para renovar os abonos por incapacidade. Essa etapa é obrigatória por lei. Sendo assim, quem não fizer poderá ter problemas no recebimento dos valores.

Portanto, depois que a perícia é finalizada, os beneficiados recebem aviso se ainda receberão a aposentadoria, ou não.

Como ficam as perícias do INSS na pandemia?

As perícias médicas já retornaram no ano passado. No entanto, o INSS exige a perícia presencial apenas para os segurados que recebem benefício por incapacidade temporária e que ainda não tinham feito o exame.

Além disso, desde agosto, o órgão tem feito um pente fino até dezembro deste ano para revisar cerca de 170 mil benefícios com suspeitas de que estejam irregulares.

Portanto, fique atento aos documentos que podem estar em falta. Vale lembrar que para novos interessados em receber o benefício, o INSS exige:

  • Documentos pessoais originais do interessado com foto (pode ser o RG, CNH ou CTPS)
  • Documentos médicos originais (exames, laudos ou receitas, por exemplo)
  • Procuração ou termo de representação legal (tutela, curatela, termo de guarda), se houver
  • Documento de identificação com foto (RG, CNH ou CTPS) e CPF do procurador ou representante, se necessário

Como saber se o benefício está liberado?

Podem requisitar o benefício, quem estiver doente e incapaz para o trabalho. Por meio dos canais oficiais, os serviços disponíveis são auxílio-doença, continuação (ou prorrogação) do auxílio-doença, além da perícia.

Quando a perícia médica acontecer, a previsão é que demore até 30 minutos para que a etapa seja feita. Segundo o governo federal, leva-se em média 45 dias para o requerimento ser concluído.

Para consultar e saber se o benefício foi concedido, siga os passos:
  • Acesse o site oficial da Previdência Social
  • Acesse a aba “Serviços”
  • Clique na opção “Consulta de situação do benefício INSS”
  • Aperte o botão “Acompanhar Pedido” e confira a situação

Por fim, é importante ressaltar que o segurado pode remarcar a perícia, pelo mesmo caminho que fez para agendar inicialmente.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes