Mercado Livre é a empresa mais valiosa da América Latina; veja ranking

Vale, com seus US$ 59,3 bilhões de valor de mercado, perdeu o topo do ranking para a argentina Mercado Livre.

A empresa argentina Mercado Livre se tornou a empresa mais valiosa da América Latina, ultrapassando as gigantes brasileiras Vale e Petrobras e . A companhia de comércio eletrônico dos ‘hermanos’ alcançou US$ 60,6 bilhões em valor de mercado no dia 7 de agosto. Os dados são de um levantamento da Economática, conforme publicação do Valor Econômico.

Com capital aberto na bolsa americana Nasdaq, a empresa argentina foi uma das grandes vencedoras do segundo trimestre, com suas ações valorizando 101,8% entre abril e junho. Isso a deixa apenas atrás da Tesla, que saltou 106,1%, entre as 100 empresas que fazem parte do índice de tecnologia.

Três das cinco mais valiosas empresas de capital aberto da América Latina são do Brasil. A Vale, com seus US$ 59,3 bilhões de valor de mercado, perdeu o topo do ranking para a argentina Mercado Livre, e segue como segunda colocada. Já na terceira posição do ranking ficou a Petrobras, com US$57,5 bilhões. Os dados são de um levantamento da Economatica.

Veja o ranking das 10 empresas mais valiosas da América latina

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

  1. Mercado Libre (Argentina) – US$ 60.644.147
  2. Vale (Brasil)- US$ 59.362.991
  3. Petrobrás (Brasil) – US$ 57.537.031
  4. Itau Unibanco (Brasil) – 46.151.918
  5. Wal Mart de México (México) – US$ 42.183.373
  6. America Movil (México) – US$ 42.128.135
  7. Ambev S/A (Brasil) – US$ 39.044.864
  8. Bradesco (Brasil) – US$ 35.045.842
  9. XP Inc. (Brasil) – US$ 27.590.016
  10. Weg (Brasil) – US$ 27.415.241

 

História do Mercado Livre

Quase 21 anos se passaram desde que Marcos Galperín fundou o Mercado Livre – sua ideia original era chamá-lo de Libre Mercado. Fundada em 1999,  a marca nasceu com a ideia de “ser a maior empresa de leilões online” para levantar a bandeira da democratização do dinheiro e do comércio. Criada à imagem e semelhança do eBay, a empresa foi se transformando e agora é mais parecida com o modelo do Alibaba, embora muitos o descrevam como a Amazon nacional.

Em duas décadas, o Mercado Livre então passou de uma simples empresa de leilões online para um negócio que também processa pagamentos – por meio do Mercado Pago -, concede empréstimos, financia empreendimentos e ainda permite a aplicação em fundos comuns de investimento.

Mercado livre em 2020

De acordo com o balanço do segundo trimestre de 2020, as vendas da varejista online saltaram 123,4% no período de abril a junho deste ano ante igual intervalo de 2019, opara 878,4 milhões de dólares. O lucro bruto ficou em 427,2 milhões de dólares, com uma margem de 48,6% — ligeiramente abaixo dos 50% do segundo trimestre de 2019. Além disso, o número de usuários ativos cresceu 45,2%, para 51,5 milhões.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes