Mutirão do MEI vai até quarta (22/6); como participar

Nesta semana, microempreendedores paulistas poderão receber orientação e outros serviços

Em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), a TV Tem realiza entre os dias 21 e 22 de junho o Mutirão do MEI em algumas cidades de São Paulo. O objetivo da ação, que acontece das 9h às 16h, é auxiliar os microempreendedores que possuem algum tipo de débito com a Receita Federal e desejam regularizar sua situação ou receber orientação sobre outros serviços.

O que é o Mutirão do MEI e como participar

De acordo com a TV Tem, o microempreendedor que buscar o atendimento até esta quarta-feira (22) poderá realizar uma série de serviços, são eles: formalização do MEI, emissão das guias de pagamento ou consulta, orientação sobre o parcelamento de dívidas com a Receita Federal e entrega da declaração de faturamento.

Além disso, também estarão disponíveis serviços de orientação para aqueles microempreendedores que exercem atividades que necessitam de licenciamentos municipais da vigilância sanitária ou do meio ambiente, por exemplo.

O microempreendedor que deseja aproveitar a oportunidade deverá comparecer a uma das unidades do Sebrae espalhadas pelos 140 municípios que fazem parte da cobertura da TV Tem. Já a lista de documentos varia de acordo com o serviço que será procurado.

Quem já é MEI mas possui alguma dívida com a Receita poderá aderir ao parcelamento do débito durante o mutirão. Nesse caso, é preciso informar o CNPJ da empresa e o CPF do titular. Para quem declara imposto de renda também é necessário levar o número da última declaração. Já para quem não declara será preciso informar o título de eleitor.

No caso da entrega da declaração de faturamento, além do CNPJ e do CPF também é preciso levar o balanço da empresa com os dados de faturamento dos últimos anos.

Para quem deseja se formalizar como MEI, é preciso levar um documento de identificação com foto, podendo ser RG ou CNH, CPF e comprovante do endereço. Além disso, o cidadão deverá apresentar o número de cadastro do imóvel onde funcionará seu empreendimento.

No atendimento ele deverá informar qual atividade pretende exercer como MEI, a força de atuação, e-mail e celular, além do usuário e senha do Gov BR. Para quem não possui cadastro, a inscrição será realizada durante o mutirão.

Onde tem Mutirão do MEI?

A ação beneficiará microempreendedores de cerca de 130 cidades que estão no raio de atuação da TV Tem. Dessa forma, para participar do Mutirão do MEI será preciso comparecer a um dos postos de atendimento do Sebrae dos municípios paulistas que fazem parte da ação. A emissora disponibilizou em seu site uma lista com os pontos de atendimento, é possível conferir os locais na página do Mutirão do MEI da TV Tem.

  1. Sorocaba
  2. Araçariguama
  3. Angatuba
  4. Araçoiaba da Serra
  5. Boituva
  6. Capela do Alto
  7. Cerquilho
  8. Iperó
  9. Itapetininga
  10. Itu
  11. Mairinque
  12. Piedade
  13.  Pilar do Sul
  14. Porto Feliz
  15. Salto
  16. Pirapora
  17. São Miguel Arcanjo
  18. São Roque
  19. Sorocaba
  20. Tapiraí
  21. Tatuí
  22. Tietê
  23. Votorantim
  24. São José do Rio Preto
  25.  Bady Bassit
  26. Bálsamo
  27. Catanduva
  28. Ibirá
  29. Itajobi
  30. Marapoama
  31. José Bonifácio
  32. Mendonça
  33. Mirassol
  34. Mirassolandia
  35. Monte Aprazível
  36. Nova Aliança
  37. Nova Granada
  38. Novais
  39. Novo Horizonte
  40. Olímpia
  41. Palestina
  42. Palmares Paulista
  43. Paulo de Faria
  44.  Pindorama
  45. Potirendaba
  46. Sales
  47. Tabapuã
  48. Tanabi
  49. Ubarana
  50. Zacarias
  51. Bauru
  52. Agudos
  53. Avai
  54. Bariri
  55. Barra Bonita
  56. Sebrae Aqui Boracéia
  57. Araraquara
  58. Cafelândia
  59. Cabrália Paulista
  60. Dois Córregos
  61. Duartina
  62. Guaiçara
  63. Guarantã
  64. Iacanga
  65. Igaraçu do Tietê
  66. Itapuí
  67. Itápolis
  68. Jaú
  69. Lins
  70. Lençóis Paulista
  71. Macatuba
  72. Mineiros do Tietê
  73. Paulistânia
  74. Pederneiras
  75. Pirajuí
  76. Piratininga
  77. Pongaí
  78. Presidente Alves
  79. Promissão
  80. Sabino
  81. Ubirajara
  82. Botucatu
  83. Avaré
  84. Bofete
  85. Conchas
  86. Itatinga
  87. Laranjal Paulista
  88. Pardinho
  89. Pereiras
  90. Porangaba
  91. Pratânia
  92. São Manuel
  93. Votuporanga
  94. Fernandopólis
  95. Jales
  96. Santa Fé do Sul
  97. Ouroeste
  98. Riôlandia
  99. General Salgado
  100. Auriflama
  101. Nhandeara
  102. Valentim Gentil
  103. Cardoso
  104. Araçatuba
  105. Bento De Abreu
  106. Lavinia
  107. Valparaiso
  108. Andradina
  109. Ilha Solteira
  110. Penápolis
  111. Birigui
  112. Jundiaí
  113. Cabreúva
  114. Campo Limpo Paulista
  115. Itatiba
  116. Itupeva
  117. Jarinu
  118. Várzea Paulista
  119. Assis
  120. Candido Mota
  121. Ibirarema
  122. Maracaí
  123. Palmital
  124. Paraguaçu Paulista
  125. Quatá
  126. Tarumã
  127. Garça
  128. Pompeia
  129. Tupã
  130. Marília
  131. Rinópolis
  132. Bastos

Prazo para declaração do MEI encerra neste mês

Para quem ainda não enviou a declaração do MEI, o mutirão é uma boa oportunidade de ficar em dia sem correr o risco de receber uma multa pelo atraso. Neste ano, o prazo final para a entrega da declaração referente ao ano de 2021 e que é obrigatória para quem é MEI foi prorrogado até o dia 30 de junho.

Quem não puder comparecer até o mutirão do MEI pode realizar o preenchimento de forma online por meio do site ou aplicativo da Receita Federal, disponível para Android e iOS. Para tal, ele deverá informar o número do CNPJ da microempresa além do faturamento obtido durante os meses em que exerceu alguma atividade como MEI. Para quem já realizou o procedimento em anos anteriores, também é necessário informar o número da última declaração entregue para a Receita Federal. O MEI que não entregar a declaração no prazo corre o risco de ser multado pelo órgão.

Acompanhe as notícias do DCI no Google News

Você pode gostar também

Comentários estão fechados.