Prévia da inflação sobe 0,94% em outubro; aponta IBGE

Dentre os nove grupos analisados, oito apresentaram alta. A maior variação foi de 2,24%, relacionada ao grupo de alimentação e bebidas.

A prévia da inflação oficial, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) registrou alta de 0,94% no mês de outubro. Frente ao percentual de 0,45% observado em setembro. Trata-se do maior aumento para outubro em 25 anos. O levantamento é realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foi divulgado hoje (23).

A saber, o IPCA-15 mede a inflação relacionada a um conjunto de produtos e serviços. E IPCA-15 abrange famílias com rendimentos de 1 a 40 salários mínimos. Ele é considerado um prévia da inflação oficial, o IPCA.

Sendo assim, desde o início do ano o IPCA-15 acumula alta de 2,31%. Ao passo que nos últimos 12 meses a variação 3,52%.

Maior alta veio do grupo de alimentação e bebidas

Dentre os nove grupos analisados, oito apresentaram alta. A maior variação foi de 2,24%, relacionada ao grupo de alimentação e bebidas. Isso se deve principalmente ao maior consumo de alimentos em casa, que passou de 1,96% em setembro para 2,95% em outubro. Além disso, o consumo fora de casa também subiu, 0,54%.

Sendo assim, o preço das carnes subiu pelo quinto mês seguido, registrando elevação de 4,83%. O óleo, por sua vez, teve aumento de preço de 22,34%. O arroz, 18,48%, e o tomate, 14,25%.

Em seguida, o grupo de transportes indicou aumento de 1,34%. O que pode ser explicado em parte pelo pela alta de preços de passagem aéreas, que subiram 39,90%. Já a gasolina teve alta de 0,85%.

Ademais, os artigos de residência tiveram alta de 1,41%. Itens de mobília, por exemplo, aumentaram 1,75%. Já o grupo de vestuário, teve aumento de preços em 0,84%. Roupas masculinas e infantis subiram 1,31% e 1,07%, respectivamente. Enquanto roupas femininas caíram 0,10%.

No grupo de habitação, que teve alta de 0,40%, o gás de botijão demonstrou aumento de preço em 2,07%. Por fim, educação foi o único grupo que apresentou queda, de 0,02%.

Cálculo do IPCA-15

Para o cálculo da prévia da inflação se coletou preços entre 12 de setembro a 13 de outubro, os quais foram comparados com preços entre 14 de agosto e 11 de setembro de 2020. A pesquisa abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

 

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.