Prévia da inflação sobe 0,94% em outubro; aponta IBGE

Dentre os nove grupos analisados, oito apresentaram alta. A maior variação foi de 2,24%, relacionada ao grupo de alimentação e bebidas.

A prévia da inflação oficial, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) registrou alta de 0,94% no mês de outubro. Frente ao percentual de 0,45% observado em setembro. Trata-se do maior aumento para outubro em 25 anos. O levantamento é realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foi divulgado hoje (23).

A saber, o IPCA-15 mede a inflação relacionada a um conjunto de produtos e serviços. E IPCA-15 abrange famílias com rendimentos de 1 a 40 salários mínimos. Ele é considerado um prévia da inflação oficial, o IPCA.

Sendo assim, desde o início do ano o IPCA-15 acumula alta de 2,31%. Ao passo que nos últimos 12 meses a variação 3,52%.

Maior alta veio do grupo de alimentação e bebidas

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Dentre os nove grupos analisados, oito apresentaram alta. A maior variação foi de 2,24%, relacionada ao grupo de alimentação e bebidas. Isso se deve principalmente ao maior consumo de alimentos em casa, que passou de 1,96% em setembro para 2,95% em outubro. Além disso, o consumo fora de casa também subiu, 0,54%.

Sendo assim, o preço das carnes subiu pelo quinto mês seguido, registrando elevação de 4,83%. O óleo, por sua vez, teve aumento de preço de 22,34%. O arroz, 18,48%, e o tomate, 14,25%.

Em seguida, o grupo de transportes indicou aumento de 1,34%. O que pode ser explicado em parte pelo pela alta de preços de passagem aéreas, que subiram 39,90%. Já a gasolina teve alta de 0,85%.

Ademais, os artigos de residência tiveram alta de 1,41%. Itens de mobília, por exemplo, aumentaram 1,75%. Já o grupo de vestuário, teve aumento de preços em 0,84%. Roupas masculinas e infantis subiram 1,31% e 1,07%, respectivamente. Enquanto roupas femininas caíram 0,10%.

No grupo de habitação, que teve alta de 0,40%, o gás de botijão demonstrou aumento de preço em 2,07%. Por fim, educação foi o único grupo que apresentou queda, de 0,02%.

Cálculo do IPCA-15

Para o cálculo da prévia da inflação se coletou preços entre 12 de setembro a 13 de outubro, os quais foram comparados com preços entre 14 de agosto e 11 de setembro de 2020. A pesquisa abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

 

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes