Quem é do Bolsa Família precisa se cadastrar no Auxílio Brasil?

Durante o mês de novembro, o novo benefício será pago aos beneficiários que receberam o Bolsa Família em outubro

O governo começa a pagar no dia 17 o novo programa brasileiro de distribuição de renda. Por isso, muitos cidadãos querem saber se quem é do Bolsa Família precisa se cadastrar no Auxílio Brasil. Essa dúvida surgiu diante das mudanças que o governo vem realizando na transição para o novo programa.

Com isso, grande número de pessoas procuraram os CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e postos municipais de atendimento do Cadastro Único (CadÚnico) em busca de informações sobre o benefício. Então, veja a seguir se você vai precisar se inscrever para ter acesso ao novo benefício social. 

Quem tem Bolsa Família vai receber o Auxílio Brasil?

Sim. Neste mês, o dinheiro será liberado apenas para quem atualmente está inscrito e recebe recursos provenientes do Bolsa Família. Assim, todas as famílias que fazem parte deste programa terão direito ao novo benefício, o que totaliza 14,6 milhões de famílias que são atendidas pelo Bolsa Família.

A expectativa do governo é ampliar esse número com a inclusão de 2,5 milhões de beneficiários que já estavam na fila do Bolsa Família. Com isso, o número de famílias contempladas pelo novo programa pode chegar a 17 milhões, segundo o Ministério da Cidadania.

Beneficiário do Bolsa Família precisa se cadastrar no Auxílio Brasil?

Quem é do Bolsa Família não precisa se cadastrar no Auxílio Brasil, visto que serão migrados para o novo programa de forma automática. Para esse grupo não será aberto nenhum tipo de cadastro, conforme ressaltou o ministro da Cidadania, João Roma. 

“Todos que estão hoje no Bolsa Família já estão abraçados no programa Auxílio Brasil. Não é preciso refazer o cadastro,” garantiu o ministro. 

Isso acontece porque esses beneficiários já estão inscritos no CadÚnico (Cadastro Único para programas sociais), que é o principal requisito para a concessão do Auxílio Brasil. Desta forma, todas as famílias do Bolsa Família que estavam na folha de pagamento do programa referente à outubro/2021, receberão o Auxílio Brasil durante o mês de novembro. 

Mas é importante ressaltar que existe uma exceção: as famílias que tenham descumprido as regras de gestão de benefícios do Bolsa Família no mês de outubro não receberão de forma automática. Sendo assim, ressaltamos que quem é do Bolsa Família não precisa se cadastrar no Auxílio Brasil, mas deve continuar cumprindo as regras do programa. 

Como se manter no novo programa?

O governo fará mensalmente a verificação dos dados dos beneficiários para conferir se continuam cumprindo todos os requisitos. Portanto, quem é do Bolsa Família não precisa se cadastrar no auxílio Brasil, mas deve manter sempre atualizados os dados do CadÚnico. 

A orientação é de que essa atualização aconteça a cada dois anos, ou quando houver alguma alteração nos dados familiares. Dentre eles, está a alteração de endereço, mudança na renda, além de nascimento ou óbito de membros de membros da família. 

Também é preciso ficar atento ao limite de renda que é exigido para continuar no programa. Conforme a atualização feita nesta semana, para ser incluído entre as famílias em situação de extrema pobreza é levado em consideração a renda por pessoa de até R$ 100 mensais. 

Por sua vez, as famílias em pobreza possuem renda por pessoa entre R$ 100,01 e R$ 200. Nesse grupo estão aquelas que possuem entre seus membros gestantes ou pessoas com idade até 21 anos incompletos. 

LEIA MAIS | Como saber se vou receber o Auxílio Brasil?

Quando o Auxilio Brasil será pago para quem recebe o Bolsa Família?

Agora que sabemos que os inscritos no Bolsa Família não precisam se cadastrar no Auxílio Brasil, é necessário conferir as datas oficiais para acompanhar os pagamentos. Os depósitos do Auxílio Brasil para esse grupo começam no dia 17 e se estendem até o dia 30 de novembro. 

Vale ressaltar que o novo pagamento seguirá as mesmas datas do antigo programa, sendo assim, os depósitos acontecerão de forma escalonada de acordo com o dígito final do NIS (Número de Identificação Social) de cada um dos beneficiários. Para acompanhar o seu pagamento, confira a seguir quando o dinheiro será liberado:

1ª semana de pagamentos do Auxílio Brasil 

>> Final do NIS 1: 17/11

>> Final do NIS 2: 18/11

>> Final do NIS 3: 19/11

2ª semana de pagamentos:

>> Final do NIS 4: 22/11

>> Final do NIS 5: 23/11

>> Final do NIS 6: 24/11

>> Final do NIS 7: 25/11

>> Final do NIS 8: 26/11

3ª semana de pagamentos:

>> Final do NIS 9: 29/11

>> Final do NIS 0: 30/11

Para fazer o saque do dinheiro, os beneficiários podem utilizar o cartão do Bolsa Família. Posteriormente, o governo irá emitir novos cartões identificados pelo programa Auxílio Brasil.

RELACIONADO | Qual o valor do Auxílio Brasil? Tire suas dúvidas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes