Quem pode receber Auxílio Gás em fevereiro: novas datas de pagamento

O dinheiro será creditado nas contas digital de forma escalonada conforme o NIS dos beneficiários até o dia 25 de fevereiro

Muitos brasileiros ficaram em dúvida se o Auxílio Gás será pago neste mês, visto que as regras do programa prevêem a liberação do benefício apenas a cada dois meses. Mas o governo federal informou por meio do site do Ministério da Cidadania que a parcela de fevereiro já começou a ser depositada nas contas digitais. O primeiro pagamento aconteceu na última segunda, 14, então, confira quem pode receber Auxílio Gás em fevereiro. 

Quem pode receber Auxílio Gás?

Neste mês houve a inclusão de mais 110 mil novos beneficiários, com isso, o benefício irá contemplar no total 5,58 milhões de famílias brasileiras. Mas para saber quem pode receber Auxílio Gás, é necessário conhecer os critérios estabelecidos na lei do programa.

É importante ressaltar que não é preciso fazer a inscrição para receber o Auxílio Gás, no entanto, as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único para programas sociais (CadÚnico) e mantê-lo atualizado. Ainda segundo informou o Ministério da Cidadania a prioridade do pagamento nos primeiros 90 dias do programa continua sendo para as famílias que possuem menor renda per capita e maior quantidade de membros na família.

O segundo requisito principal para receber o Auxílio Gás é estar dentro do limite de renda estabelecido pelo programa. Isso porque a lei determina que é necessário ter renda per capita menor ou igual a meio salário mínimo. 

Vale ressaltar que está prevista a entrada gradativa de mais famílias no Auxílio Gás nos próximos meses, visto que a intenção do governo é de que todos os beneficiários do programa Auxílio Brasil sejam atendidos pelo novo auxílio até setembro de 2023. 

Calendário do Auxílio Gás de fevereiro

Os repasses para quem pode receber Auxílio Gás em fevereiro seguem o mesmo cronograma do Auxílio Brasil, portanto, os beneficiários devem conferir qual é o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) para conferir a data correspondente ao pagamento. Diante disso, quem pode receber Auxílio Gás em fevereiro deve acompanhar o seguinte calendário:

NIS final 1: os depósitos foram feitos no dia 14 de fevereiro, segunda-feira;

NIS final 2: os depósitos foram feitos no dia 15 de fevereiro, terça-feira;

NIS final 3: os depósitos estão sendo realizados hoje, dia 16 de fevereiro;

NIS final 4: os depósitos acontecerão no dia 17 de fevereiro, quinta-feira;

NIS final 5: os depósitos acontecerão no dia 18 de fevereiro, sexta-feira;

NIS final 6: os depósitos acontecerão no dia 21 de fevereiro, segunda-feira;

NIS final 7: os depósitos serão feitos no dia 22 de fevereiro, terça-feira;

NIS final 8: os depósitos serão feitos no dia 23 de fevereiro, quarta-feira;

NIS final 9: os depósitos acontecerão no dia 24 de fevereiro, quinta-feira;

NIS final 0: os depósitos acontecerão no dia 25 de fevereiro, sexta-feira;

Nestas datas, a Caixa Econômica Federal vai liberar o benefício na conta poupança digital e pode ser sacado imediatamente por quem pode receber Auxílio Gás. As quantias devem ser movimentadas através do aplicativo Caixa Tem.

Assim, é possível fazer o pagamento de contas, compras com cartão de débito, além de realizar saques nos caixas eletrônicos, nas casas lotéricas e correspondentes da Caixa Econômica Federal. Vale ressaltar que a previsão é de que os próximos repasses sejam realizados normalmente, a cada dois meses, por isso, o pagamento retornará em abril.

Valor do Auxílio Gás

Quem pode receber auxílio gás
Foto: reprodução/agência brasil

O valor do benefício para quem pode receber Auxílio Gás ficou R$ 2 menor do que o pagamento anterior que foi depositado em janeiro. Os beneficiários vão receber em fevereiro a quantia de R$ 50. 

Segundo as regras do programa, o benefício corresponde a 50% da média do preço do botijão de 13kg de gás liquefeito de petróleo (GLP), mas como houve um atraso no primeiro pagamento do auxílio que deveria ter sido realizado para todos os beneficiários em dezembro de 2021, o governo decidiu manter a quantia informada anteriormente.

Sendo assim, ela foi reajustada neste mês para não prejudicar os beneficiários. Mas é importante ressaltar que o valor do benefício não é fixo e ainda pode mudar ao longo de 2022, pois para fazer o cálculo do benefício o governo leva em conta a média do preço do botijão de gás que é apurada mensalmente pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP).

Diante disso, para saber se você está entre quem pode receber e confirmar o valor do benefício, faça a consulta por meio dos aplicativos Auxílio Brasil ou Caixa Tem. Outra opção para acompanhar o benefício é por meio do telefone 111.

RELACIONADO

Auxílio Gás: cadastro é necessário para receber o benefício?

Você pode gostar também