Salário mínimo 2022 já tem valor definido? Veja a projeção

Valor passa por reajuste baseado na inflação do ano anterior

O salário mínimo 2022 ainda não tem valor definido, mas algumas projeções indicam qual será o piso nacional. A quantia é atualizada anualmente, como forma de manter o poder de compra da população de acordo com a taxa inflacionária do ano anterior. Isso permite que as pessoas possam manter o padrão de vida ao arcar com gastos em medicamentos, supermercados e no geral.

Em 2021, o valor do salário mínimo é de R$ 1.100. 

Projeção do salário mínimo 2022

Até o momento, a alta na inflação projeta que o salário mínimo 2022 deva ser de R$ 1.200. O índice se baseia no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que passou de 8,4% para 9,1%, segundo última atualização. A taxa for divulgada nesta semana pelo secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago.

A última projeção da pasta, a que indicava alta de 8,4% na inflação, tinha sido apresentada em agosto dentro do Orçamento de 2022. Pela proposta, o salário mínimo 2022 seria estimado em R$ 1.169, total de R$ 31,1 abaixo da novo valor. 

O governo federal usa o INPC para fixar o piso nacional. Em gestões anteriores, no entanto, outros indicadores eram decisivos. Entre 2011 e 2019, por exemplo, alterações no PIB (Produto Interno Bruto) determinavam o valor. 

Ajuste anual

O primeiro salário mínimo em reais foi apresentado em julho de 1994, com valor de R$ 64,79. A mudança anual, prevista na Constituição, acontece para que a população não perca seu poder de compra em comparação à alta de preços impulsada pela taxa inflacionária. Em 2021, porém, o piso não teve ganho real, quando confere o poder de compra para a população. A alta na inflação indicada pelo INPC foi calculada em 5,45% no ano de 2020, enquanto o reajuste considerou 5,26%. Dessa forma, o valor deveria ser de R$ 1.101,95. 

Em agosto, o Ministério da Economia afirmou que o reajuste pendente seria incluído na proposta do salário mínimo 2022, que será formalizada no final do ano. No entanto, no próximo ano, o piso nacional também não deve conferir poder de compra real novamente. 

A alteração também é determinante para benefícios que irão basear o pagamento no salário mínimo 2022. É o caso, por exemplo, de bolsas concedidas pelo INSS (Instituto Nacional de Seguro Social), como auxílio-doença, seguro-desemprego e abono PIS/Pasep. Hoje, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), cerca de 50 milhões de pessoas recebem o salário mínimo – sendo 24 milhões beneficiários do INSS. 


Leia também:

Como ficou o auxílio emergencial para 2021?

 

Você pode gostar também
buy cialis online