Valores a receber do Banco Central: como fazer a consulta

Para ampliar a capacidade de atendimento, na próxima semana estará disponível uma nova plataforma para que os brasileiros possam fazer a consulta e descobrir se possuem dinheiro parado nos bancos

O dinheiro ‘esquecido’ em bancos pode ser consultado por meio de um novo site que foi criado exclusivamente para aqueles que querem saber sobre os valores a receber do Banco Central.  As consultas estarão disponíveis a partir da próxima segunda-feira, dia 14. 

Com isso, não será possível fazer a consulta dos valores a receber do Banco Central por meio de outras plataformas como o sistema Registrato que havia sido disponibilizado anteriormente, mas que foi suspenso após a grande procura derrubar a página do Banco Central. 

O que são os valores a receber do Banco Central?

Os valores a receber do Banco Central se referem às quantias que estão “paradas” nas instituições bancárias há algum tempo e que muitas vezes podem ter sido “esquecidas” pelos brasileiros. Diante da quantidade de dinheiro que está parado nos bancos do país, o Banco Central irá liberar o resgate. Para organizar o pagamento, o dinheiro será liberado em algumas fases.

Portanto, neste primeiro momento 24 milhões de pessoas sejam elas físicas e jurídicas poderão fazer o resgate de pelo menos, R$ 3,9 bilhões. Esse valor é proveniente das contas-correntes ou poupança que foram encerradas com saldo disponível; além das tarifas ou parcelas relativas às operações de crédito que tenham sido cobradas de forma indevida. 

Nos valores a receber do Banco Central também existem quantias resultantes de cotas de capital e rateio de sobras líquidas dos participantes de cooperativas de crédito e recursos que estavam em grupos de consórcio que foram encerrados. A previsão é de que novas liberações dos valores a receber sejam disponibilizadas ao longo de 2022. 

Como saber se tenho dinheiro esquecido no banco?

A consulta dos valores a receber do Banco Central deve ser realizada pelo site valoresareceber.bcb.gov.br, que terá o acesso liberado a partir de segunda-feira. Para verificar se você possui alguma quantia para receber, é necessário ter um  login Gov.br.

Sendo assim, quem ainda não tem já pode fazer o cadastro gratuito no site do governo ou por meio do aplicativo que está disponível pela Google Play e App Store. Além de poder conferir os valores a receber do Banco do Central, por meio dessa conta os brasileiros também podem ter acesso aos serviços que são oferecidos pelo governo de forma digital.

Valores a receber do banco central
Foto: reprodução/acesso. Gov. Br

Depois de fazer o cadastro, volte para a página do Banco Central na próxima semana e utilize o CPF ou CNPJ para consultar valores a receber do Banco Central. Informe ainda a data de nascimento (se for pessoa física) ou da abertura do cadastro caso a consulta seja para pessoa jurídica. 

Caso o sistema encontre alguma quantia parada em bancos e que esteja disponível para o resgate, será informado a data que o cidadão deverá retornar ao sistema para solicitar a transferência dos valores. 

Em caso de dúvidas na hora de fazer esse procedimento, também é possível acessar o site do Banco Central onde estão todas as orientações necessárias sobre a utilização do novo site, inclusive o link que garante o acesso à plataforma oficial e o passo a passo para resgatar as quantias.

Como resgatar e sacar dinheiro esquecido no banco?

Os valores a receber do Banco Central estarão disponíveis para a transferência a partir do dia 07 de março, mas os cidadãos devem acessar o site para fazer a solicitação de resgate apenas na data que receberam durante a consulta que foi realizada anteriormente.

Isso pretende garantir que atendimento à todos os cidadãos sem que o site fique congestionado, diante do grande número número de acessos. Mas caso perca o prazo, o cidadão precisará fazer uma nova consulta para que os valores sejam atualizados e, assim, possa receber uma nova data do resgate do dinheiro. Depois, basta informar os dados pessoais para que o banco responsável libere o dinheiro.

Isso poderá ser feito por meio do Pix se a instituição oferecer a devolução através desta modalidade e o recebimento será no prazo de até 12 dias úteis. Se essa opção não estiver disponível, será indicado e-mail e telefone da instituição para você entrar em contato e combinar a devolução.

Assim, o dinheiro será enviado para a conta em sua titularidade e poderá ser sacado assim que desejar. Mas enquanto não houver a solicitação, o dinheiro continuará guardado nas instituições financeiras o tempo que for necessário e não existe um prazo final para que o saque seja realizado. 

Para garantir a segurança dessa transação e evitar possíveis golpes, o Banco Central alerta ainda que não fará o envio de links  por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram ou entrará em contato com os cidadão para falar sobre os valores a receber do Banco Central. Sendo assim, a única forma de fazer a transação desse dinheiro é por meio do novo site. 

RELACIONADO

Dinheiro do PIS esquecido pode ser sacado em março; veja quem pode

Você pode gostar também