Dinheiro do PIS esquecido pode ser sacado em março; veja quem pode

Esse pagamento é voltado aos cidadãos que trabalharam e receberam salários em 2019

Os trabalhadores que querem receber o dinheiro do PIS esquecido nos bancos, referente ao ano-base 2019, devem conferir as novas regras estabelecidas pelo governo. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, o saque desse abono será liberado somente quando o governo concluir o atual calendário. 

Inicialmente, o dinheiro seria disponibilizado a partir do dia 8 de fevereiro para mais de 300 mil trabalhadores que ainda não sacaram o pagamento, por conta disso, estão disponíveis nos cofres públicos cerca de R$ 208,5 milhões. 

Como receber o dinheiro do PIS esquecido 

A solicitação de saque do PIS PASEP esquecido deve ser feito a partir do dia dia 31 de março e de forma presencial. Para isso, é necessário procurar uma das unidades das superintendências do Ministério do Trabalho, Gerências Regionais do Trabalho e Emprego (GRTE) ou Agências Regionais e informar o desejo de resgatar a quantia.

Para saber qual unidade buscar atendimento, confira a lista de endereços no site do Ministério do Trabalho. Assim, apresente um documento oficial com foto para comprovar a identidade do trabalhador e formalizar o pedido de saque do abono. Depois disso, o Ministério do Trabalho abrirá um recurso administrativo para que o governo envie o abono para as instituições financeiras que são responsáveis pelo pagamento.

Depois desse procedimento, o cidadão será informado sobre quando o dinheiro estará disponível no Banco do Brasil que vai liberar o PASEP para os servidores públicos, militares e empregados de empresas públicas ou na Caixa Econômica Federal, que é responsável pelos pagamentos do PIS anualmente.

Consulta para saber se tenho PIS PASEP esquecido

O PIS PASEP esquecido será pago para quem trabalhou por pelo menos 30 dias em 2019 e recebeu até dois salários mínimos por mês. Além disso, é preciso estar inscrito no programa por pelo menos cinco anos e ter suas informações cadastradas na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais). Mas quem ainda tem dúvida se possui direito a este pagamento e quanto ainda pode receber, basta fazer a consulta do abono das seguintes formas: 

Pela internet: os trabalhadores podem acessar as informações do PIS por meio da CTPS Digital (Carteira de Trabalho Digital) que deve ser instalada em um celular. Depois, cadastre seus dados e clique na opção “Entrar”. Feito isso, aperte o botão “Benefícios” e escolha a opção “Abono Salarial” para saber se tem direito ao pagamento PIS atrasado. 

Pelo telefone: quem preferir pode ligar para o número 158 para falar com a central de atendimento da Caixa Econômica Alô Trabalho. O telefonema é gratuito e pode ser feito a partir de qualquer telefone fixo das 7h às 19h. Através da ligação é possível conferir todas as informações tanto do PIS quanto do PASEP. 

Atendimento presencial: outra opção é fazer a consulta do pagamento PIS atrasado nas agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil, para quem tem direito ao PASEP. Tenha em mãos o CPF em mãos e informe ao atendente que deseja fazer a consulta PIS PASEP esquecido. 

O que acontece com o abono não sacado?

Pis pasep esquecido
Foto: reprodução/agência brasil

O abono daqueles trabalhadores que não fizerem o pedido de saque do PIS PASEP esquecido, permanecerá no Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Mas ele ainda pode ser resgatado nos próximos calendários anuais que forem disponibilizados pelo governo por meio do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). 

Isso porque desde setembro de 2019, a regra é de que esse dinheiro permaneça disponível ao trabalhador pelo prazo de cinco anos, que é contado a partir da data de encerramento do calendário de pagamento anual. Sendo assim, o PIS PASEP esquecido desde 2019, pode ser resgatado pelo cidadão até 2025.  

Pagamentos do PIS PASEP 2022

O recebimento do PIS PASEP esquecido em anos anteriores não tira o direito do cidadão de receber o abono referente à 2020, que será pago a partir do dia 8 deste mês. Conforme informações do governo, cerca de 22 milhões de brasileiros que trabalharam por, pelo menos, 30 dias em 2020 terão depositado em suas contas as quantias que variam de acordo com o tempo trabalhado. 

Diante disso, quem atuou em atividade remunerada com carteira assinada ou como servidor público durante  todo ano todo, receberá um salário mínimo. Por outro lado, esse pagamento será proporcional para quem trabalhou por períodos menores. Para este abono, o calendário já está disponível e os depósitos serão feitos nas seguintes datas: 

Calendário PIS 2022

Nascidos em Janeiro: recebem dia 8 de fevereiro;

Nascidos em Fevereiro: recebem dia 10 de fevereiro; 

Nascidos em Março: recebem dia 15 de fevereiro;  

Nascidos em Abril: recebem dia 17 de fevereiro;  

Nascidos em Maio: recebem dia 22 de fevereiro;  

Nascidos em Junho: recebem dia 24 de fevereiro;  

Nascidos em Julho: recebem dia 15/03/2022 

Nascidos em Agosto: recebem dia 17/03/2022 

Nascidos em Setembro: recebem dia 22/03/2022

Nascidos em Outubro: recebem dia 24/03/2022 

Nascidos em Novembro: recebem dia 29/03/2022

Nascidos em Dezembro: recebem dia 31/03/2022 

Calendário Pasep 2022

Para esse público, o pagamento será feito conforme o número de inscrição do servidor público e acontece entre os dias 15 e 24, confira: 

Inscrição 0 e 1: pagamento dia 15 de fevereiro

Inscrição 2 e 3: pagamento dia 17 de fevereiro

Inscrição 4 : pagamento dia 22 de fevereiro

Inscrição 5: pagamento dia 24 de fevereiro

Inscrição 6: pagamento dia 15 de março

Inscrição 7: pagamento dia 17 de março

Inscrição 8: pagamento dia 22 de março

Inscrição 9: pagamento dia 24 de março

Vale ressaltar que este abono pode ser sacado até o dia 29 de dezembro de 2022, depois disso, as quantias retornam aos cofres públicos. Neste caso, o dinheiro do PIS PASEP esquecido somente poderá ser solicitado quando o governo liberar o próximo calendário de pagamentos. 

LEIA MAIS 

Como habilitar o PIS na carteira de trabalho digital e receber em 2022

Você pode gostar também