Guia Fies 2021: saiba como conseguir o financiamento estudantil

O Ministério da Educação (MEC) vai disponibilizar 93 mil vagas para candidatos que buscam uma bolsa de estudos de até 100% em universidades privadas. Saiba como conseguir o financiamento, data de inscrições e mais

O Ministério da Educação (MEC) abrirá 93 mil vagas para universitários fecharem contratos no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ao longo de 2021. O programa oferece financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas cadastrados no sistema. O objetivo é facilitar o acesso de jovens de baixa renda à educação superior, com juro real zero e financiamento de no mínimo 50% da mensalidade em cursos.

Em 2019, o MEC havia anunciado a intenção de reduzir as vagas do Fies a partir de 2021. Segundo a pasta, os contratos de financiamento poderiam cair de 100 mil para 54 mil ao ano. No entanto, de acordo com o plano de vagas divulgado na semana passada, a previsão ainda não se confirmou.

Como conseguir o Fies em 2021?

O Fies oferece duas possibilidades de conseguir o financiamento por ano. O estudante pode se encaixar em duas opções para o programa: 

    a primeira oferece vagas com juro zero para estudantes com renda mensal familiar de um a três salários mínimos; a segunda, chamada P-Fies, tem juros variáveis e é direcionada a alunos com renda mensal familiar de até cinco salários mínimos.

 

Quando começa a inscrição para o Fies 2021?

A edição do primeiro semestre de 2021 abrirá vagas de 26 a 29 de janeiro e, para conseguir uma vaga, é preciso utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No primeiro semestre, o Fies usará notas de anos anteriores, já que os resultados da edição do Enem 2020 serão divulgados só em março. O MEC ainda não informou quantas vagas estarão disponíveis nesta etapa.

 

Como funciona a seleção do Fies?

O Fies pode financiar de 50% até 100% do valor da mensalidade de um curso de graduação, dependendo da renda mensal da família do estudante. Para se inscrever no Fies, os candidatos devem acessar a página do FIES Seleção e fazer o cadastro. Utilizando as pontuações obtidas pelos candidatos no Enem, as notas de corte do Fies variam de acordo com o desempenho dos candidatos que disputam uma mesma vaga – mesmo curso, faculdade, turno e unidade – naquele semestre.

Desde o dia de abertura das inscrições para o programa, os candidatos vão colocando suas notas no site do Fies – e consequentemente, as notas de corte dos cursos e das faculdades também aumentam. Caso a sua pontuação for maior que a nota de corte apresentada no sistema, você provavelmente conseguirá uma vaga no programa. 

Assim, a concorrência por uma vaga cresce na medida em que pessoas com maiores notas cadastram seu interesse por um curso. No Fies, as notas de corte mudam todos os dias até o final da seleção. Por isso, é preciso ficar atento às variações da concorrência para não perder a vaga e ficar de fora.

Quem pode se inscrever no Fies?

Para participar do processo seletivo do Fies, é necessário obedecer aos seguintes critérios:

    Apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação de qualquer edição do Enem a partir de 2010. Possuir renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa. Ou, na modalidade P-Fies, que tem juros variáveis e é direcionada a alunos com renda mensal familiar de até cinco salários mínimos

 

Como saber o valor da minha dívida no Fies?

A consulta sobre o saldo devedor pode ser feita diretamente com o banco responsável pelo financiamento, onde o contrato de empréstimo foi feito. Caso o estudante não pague a dívida do Fies, terá o nome incluído na lista de inadimplentes do Serasa.

 

O que é P-Fies? 

O P-Fies é uma outra modalidade de financiamento estudantil, em que o empréstimo é concedido diretamente por instituições financeiras, que assumem integralmente o risco do financiamento. Para essa modalidade de financiamento, não há classificação com base na nota do Enem e também não é estabelecido um limite de renda para participar. Os candidatos podem se inscrever a qualquer momento do ano, já que não é necessário nota do Enem para participar. Para o P-Fies, os valores máximo e mínimo de financiamento são definidos pelo banco.

 

Calendário do Fies 2021 

    Inscrição: 26 a 29 de janeiro de 2021  Prazo para renegociação do Fies: até 31 de janeiro de 2021  Resultado: 2 de fevereiro de 2021  Complementação da inscrição – pré-selecionados em chamada única: 3 a 5 de fevereiro de 2021  Convocação por meio de lista de espera: 3 de fevereiro até 18 de março de 2021.
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.