Quem é Jack Lear, o empresário que largou a escola e fatura 18 milhões?

Jack Lear largou os estudos no Ensino Médio e criou a primeira empresa aos 20 anos. Durante a pandemia, se inspirou na Amazon e criou uma plataforma de vendas, que deverá fechar o ano com um faturamento de R$18 milhões.

A história do britânico, Jack Lear, de 27 anos tem chamado atenção como exemplo de empreendedorismo. Aos 27 anos, ele deve faturar mais de R$ 18 milhões com sua empresa, com pouco mais de sete meses de criação e tendo a gigante Amazon como inspiração.

Como Jack Lear se tornou milionário?

Jack largou os estudos na época do Ensino Médio e, aos 20 anos de idade, montou uma empresa de venda de fantasias. O negócio vinha bem até chegar 2020, já que com a pandemia o setor de eventos foi prejudicado não só no Reino Unido, onde Jack Lear vive, como ao redor do mundo.

A crise instalada em razão da contaminação da covid-19  e com estimativas de uma possível segunda onda da doença na Europa foi avassaladora para o jovem empresário, já que ele havia se comprometido a fabricar cerca de 200 mil fantasias e não havia mercado mais para tal quantidade. Foi aí que em meio a tudo isso, Jack se inspirou na Amazon e criou a plataforma de vendas online Bargain Fox. Ele observou que, apesar das dificuldades do período, a Amazon continuou a lucrar – a maior varejista online do mundo chegou a contratar 10 mil novos colaboradores na pandemia.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Qual o segredo do sucesso?

Diante dessas informações, Lear decidiu arriscar e investiu 500 mil libras (R$ 3,7 milhões) no novo negócio. “Eu poderia tentar resistir à tempestade, que é o que a maioria das pessoas faz, ou poderia apostar e começar um novo negócio“. Jack Lear começou a nova empresa com oito funcionários, depois passou para 33 e até o final do ano, devem ser contratados mais 12 pessoas.

A plataforma online Bargain Fox já inclui 50 mil produtos, que vão desde utensílios domésticos a equipamentos de esporte e lazer. O foco do empresário é atrair as pessoas que gostam de pechinchar, por isso seus contratos com fabricantes incluem produtos de devoluções  e estoques de liquidação. Jack Lear acredita que está no caminho certo com seu modelo de negócio. “Era um risco maior não fazer nada. Prefiro fracassar tentando [ter sucesso] do que sentar e ver o negócio morrer“, afirmou.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes