Por que a vitória do Flamengo sobre o Bahia valeu mais que três pontos

Virada épica sobre o Bahia recoloca o Flamengo na briga pelo título do Brasileirão, e atitude de Gerson serve de exemplo contra o racismo

A vitória do Flamengo por 4 a 3 sobre o Bahia no último domingo (20), no Maracanã, valeu mais do que três pontos na tabela do Brasileirão. Afinal, o rubro-negro mostrou força, ganhou moral e entrou de vez na briga pelo título, com direito a golaços e duas viradas. Por outro lado, a arbitragem polêmica e a denúncia de racismo contra o jogador Índio Ramírez, do Bahia, mancharam um dos melhores jogos do campeonato.

Flamengo x Bahia: virada com um a menos

Foi daquelas viradas de campeão, para fazer jus ao bordão “deixaram o Flamengo chegar”. Quando Bruno Henrique abriu o placar com um golaço logo aos cinco minutos de partida, parecia que seria fácil. Mas, apenas quatro minutos depois, Gabriel Barbosa foi expulso por xingar o árbitro Flavio Rodrigues de Souza.

Ainda assim, mesmo com um a menos, o Flamengo aumentou a vantagem com Isla, e encerrou o primeiro tempo com 2 a 0 contra o Bahia. No intervalo, o técnico Mano Menezes conseguiu motivar os jogadores tricolores, que voltaram com tudo para o segundo tempo. No entanto, aquela seria a última “bronca de vestiário” do treinador no clube baiano.

Em menos de dez minutos após a volta do intervalo, o Bahia virou o jogo contra o Flamengo. A reação começou com Índio Ramírez, que mais tarde se destacaria por outro motivo. O atacante Gilberto marcou mais duas vezes, uma delas em um golaço de fora da área.

Flamengo mostra força mental

Jogadores do flamengo comemoram gol contra o bahia
Alexandre vidal/flamengo

Com um a menos, o Flamengo estava nas cordas. Mas, depois de sofrer uma virada, mostrou força mental e muita raça para buscar o resultado. O jogo mudou quando Rogério Ceni tirou Arrascaeta e colocou Pedro. O atacante diminuiu com um gol de peito e, em seguida, deu um toque de letra que deixou Vitinho na cara do gol para assegurar a vitória aos 45 minutos do segundo tempo.

“Deixaram chegar” na classificação?

Com o resultado contra o Bahia, o Flamengo chega aos 48 pontos, mas tem m jogo a menos que o líder São Paulo, que soma 53. Os dois times vão se enfrentar na última rodada do Brasileirão, no dia 24 de fevereiro, em um confronto que pode ser a decisão do campeonato. Pelo que o mostrou na virada contra o time baiano, o rubro-negro não vai desistir tão fácil de buscar o bicampeonato. Afinal, já está fora das disputas da Libertadores e da Copa do Brasil.

Gerson contra o racismo

Depois da partida, o volante Gerson, do Flamengo, explicou aos repórteres o motivo de ter se envolvido em uma confusão com jogadores do Bahia no começo do segundo tempo. De acordo com ele, o meia-atacante Índio Ramírez, do Bahia, cometeu injúria racista ao falar “cala a boca, negro”. Gerson também criticou a postura de Mano Menezes, que minimizou a acusação na hora da briga, dizendo que era “malandragem” do jogador rubro-negro.

Gerson, do flamengo, em ação contra o bahia
Alexandre vidal/flamengo

Em seguida, nas redes sociais, Gerson postou um desabafo contra o racismo. “O ‘cala boca, negro’ é justamente o que não vai mais acontecer”, escreveu o volante rubro-negro. “Não me calaram na vida, não me calaram em campo e jamais vão diminuir a nossa cor”, completou.

O árbitro Flavio Rodrigues de Souza afirmou que “este suposto ato não foi percebido por nenhum membro da arbitragem”. No entanto, a CBF já pediu à Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) a abertura imediata de uma investigação.

O Bahia, por sua vez, anunciou o afastamento de Índio Ramírez até a apuração dos fatos. Segundo o clube, o atleta nega ter cometido racismo. “O clube entende, porém, que é indispensável, imprescindível e fundamental que a voz da vítima seja preponderante em casos desta natureza”, informou em nota. O técnico Mano Menezes foi demitido após a partida, mas não ficou claro se foi por causa do resultado ou da postura em relação à ofensa contra Gerson.

Situação do Bahia

Com a derrota de virada para o Flamengo nos minutos finais, e com um jogador a mais, o Bahia se complica na briga contra o rebaixamento. O clube ficou com o mesmo número de pontos do Vasco, que abre o grupo dos ameaçados com 28 pontos. No entanto, por ter uma vitória a mais, o tricolor se garante fora da zona da degola por pelo menos mais uma rodada. O próximo jogo é contra o Internacional, em Salvador, no dia 27. Já o vice-líder Flamengo encara o Fortaleza fora de casa no dia 26.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.