Dunga no Corinthians? O que se sabe sobre a possível contratação

A notícia de que o técnico Dunga estaria entre os favoritos para assumir o comando do Corinthians dividiu a opinião dos torcedores

A notícia de que o técnico Dunga estaria entre os favoritos para assumir o comando do Corinthians dividiu a opinião dos torcedores. Os rumores se intensificaram nos dias seguintes ao empate em casa contra o Atlético-GO. No entanto, não é a primeira vez que o ex-treinador da seleção é especulado no Parque São Jorge.

Você quer o Dunga como novo técnico do Corinthians?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Corinthians de olho em Dunga

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Na quinta-feira (2), o comentarista Jorge Nicola publicou em seu blog no Yahoo! que o empate contra o Atlético-GO fez o Corinthians desistir de efetivar Dyego Coelho. O técnico interino assumiu depois da demissão de Tiago Nunes, mas venceu apenas uma vez em quatro jogos. Assim, a diretoria abriu as buscas por um novo treinador. E os favoritos seriam os ex-jogadores Sylvinho e Dunga.

Ex-lateral-esquerdo revelado pelo Corinthians, Sylvinho já trabalhou no clube como auxiliar do técnico Tite. Dunga, por sua vez, vestiu a camisa alvinegra entre 1984 e 1985, no começo de sua carreira como jogador. Como técnico da seleção brasileira, ele chegou a trabalhar com o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, quando o dirigente era diretor de seleções da CBF.

Dunga reage ao interesse do Corinthians

Depois da repercussão da possível contratação de Dunga pelo Corinthians, o treinador gaúcho negou ter sido procurado pela diretoria alvinegra. Mas se mostrou contente pelo interesse. “Não, não tem nada, ninguém me ligou. Só especulação de jornalista. Fico feliz que meu nome tenha voltado à tona, apesar de todas as encrencas”, disse Dunga à ESPN Brasil.

Reação da torcida

A torcida do Corinthians, no entanto, não ficou tão feliz com a suposta negociação com Dunga. O ator corintiano Dan Stulbach, por exemplo, fez um apelo nas redes sociais. “Dunga não. Gente do céu. Eu sei que tá ruim. Tá ruim pacas. Mas Dunga não. Por favor”, postou no Twitter.

Embora muitos torcedores tenham criticado a possível contratação de Dunga, há quem defenda o nome do ex-treinador da seleção brasileira no Corinthians. Outro corintiano ilustre, o comentarista Neto disse torcer para que o ex-volante assuma o cargo de técnico do time.

Começo dos rumores

Aliás, Neto foi o primeiro a lançar o nome de Dunga como favorito da diretoria para ser o novo técnico do Corinthians. Depois que Coelho estreou com derrota contra o Fluminense, o comentarista afirmou no programa “Os Donos da Bola” que Dunga estava entre os preferidos dos dirigentes.

“Eles pensam no Dunga. Primeiro porque está há muito tempo desempregado. Segundo porque ele jogou no Corinthians e é muito amigo de determinadas pessoas. O Dunga é um cara que ficou muito ‘posudo’ na seleção, não é o cara com quem eu joguei. Mas todos mundo fala que ele é boa-praça, diferente, organizado”, declarou Neto.

Também na bancada dos Donos da Bola, o ex-atacante Edílson Capetinha, ídolo do Corinthians, foi outro que aprovou a possível chegada de Dunga ao Parque São Jorge. “Como amigo do Dunga, fiquei de cara com o carisma dele, como as pessoas gostam dele. Ele fala na cara, tem o perfil do Corinthians”, opinou.

Dunga no Internacional
Alexandre Lops/Internacional

Carreira de Dunga

O último trabalho de Dunga como treinador foi na seleção brasileira, em 2016. Ele foi contratado no lugar de Luiz Felipe Scolari, depois da derrota histórica por 7 a 1 contra a Alemanha na copa de 2014.

Em sua segunda passagem pela seleção, Dunga acumulou empates nas Eliminatórias e foi eliminado pelo Peru na Copa América de 2016. Depois daquela derrota, ele deixou o cargo, e Tite assumiu em seu lugar.

O único trabalho de Dunga como técnico de clubes foi no Internacional, em 2013. Ele comandou o time gaúcho em 53 jogos e somou 26 vitórias, 18 empates e 9 derrotas, com aproveitamento de 59%. No entanto, foi demitido depois de uma sequência de quatro derrotas seguidas.

A primeira experiência de Dunga como técnico foi em 2006, quando assumiu a seleção brasileira depois da Copa do Mundo. Ele permaneceu no cargo até a Copa de 2010, quando o Brasil perdeu para a Holanda nas quartas de final. Na época, ele recebeu muitas críticas por não convocar Neymar e Ganso, que brilhavam no Santos.

Através da Yahoo! ESPN

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes