Janela de transferência na Europa em 2021: quais equipes se deram bem

Confira quais foram as principais transferências na Europa na temporada e quais clubes mais contrataram

A janela de transferência na Europa pela temporada 2021/22 foi excepcionalmente agitada e especial em todos os dias. Como raramente visto, movimentou importantes jogadores como Cristiano Ronaldo e Lionel Messi para diferentes clubes e ligas, além de contratações bombásticas por custo zero. Confira quais foram os times que se deram bem este ano com as principais contratações.

Quando fecha a janela de transferência Europeia 2021?

A janela de transferência de verão, como é mundialmente conhecida, é a principal data para que clubes da Europa fechem negócio por jogadores com outras equipes. Ela terminou no dia 31 de agosto de 2021, terça-feira.

Ela tem início ainda na pré-temporada do continente seguindo até o último dia de agosto. Os clubes mostram o interesse por movimentar o mercado através de contratações, vendas e até mesmo empréstimos com outras equipes e, dependendo dos valores, contratos e números, o negócio pode ficar marcado.

Novas contratações do PSG

O Paris Saint-Germain é, sem dúvidas, o time que melhor aproveitou a janela de transferência na Europa com o objetivo aumentar e melhorar o seu esquadrão de estrelas já que o seu principal objetivo é conquistar a primeira Champions League na história do clube.

Em julho, o PSG repatriou o zagueiro Sergio Ramos, ex-Real Madrid, por custo zero já que o jogador estava sem contrato com o time espanhol. Depois, trouxe o ex-lateral da Inter de Milão, Achraf Hakimi, por 70 milhões de euros, segundo o jornalista Fabrizio Romano da Sky Sports.

Ainda sobrou tempo para anunciar dois grandes atletas que disputaram a Eurocopa: o meia Georginio Wijnaldum novamente por custo zero do Liverpool e o goleiro da Itália, Gianluigi Donnarumma, também sem contrato com o Milan.

Mesmo com grandes estrelas, o Paris queria mais. Lionel Messi, um dos maiores jogadores de todos os tempos, deixou o Barcelona em 5 de agosto de 2021 e, cinco dias depois, foi anunciado mais uma vez por custo zero por estar sem contrato desde junho deste mesmo ano. Por fim, no último dia da janela, o jovem Nuno Mendes, ex-Sporting, assinou por empréstimo até junho de 2022.

Janela de transferência Europa
PSG contratou grandes jogadores na janela. Foto: PSG Oficial / @PSG_inside

Cristiano Ronaldo foi para o Manchester United

A movimentação de Cristiano Ronaldo para o Manchester United depois de 12 anos deixou os torcedores chocados. Isso porque o jogador, que estava na Juventus desde 2018, preferiu deixar o time italiano nos últimos minutos da janela até mesmo escalado para jogar no Campeonato Italiano.

O português vestiu as cores do United entre 2003 e 2009, quando moveu-se para o Real Madrid para fazer história no futebol.

Além disso, o time inglês também repatriou Jadon Sancho, ex-jogador do Borussia Dortmund, por 85 milhões segundo o portal Sky Sports, Raphael Varane, zagueiro de ponta do Real Madrid e o goleiro do Aston Villa, Tom Heaton, para brigar com o titular De Gea.

Anúncio de Cristiano pelo Manchester. Foto: Reprodução Manchester United / www.manutd.com

Real Madrid não gasta em janela de transferências

Depois de todos os boatos envolvendo Kylian Mbappé, jogador do PSG, o Real Madrid ficou somente com duas contratações para a temporada 2021/22.

A primeira contratação foi o zagueiro David Alaba, ex-Bayern de Munique, por custo zero depois do atleta ficar sem contrato com a equipe bávara. A segunda e mais recente, no último dia de janela na Europa, é Eduardo Camavinga, jovem meia do Rennes, da França, por 31 milhões, segundo o jornalista Fabrizio Romano.

Alaba em campo pelo Real Madrid. Foto: Víctor Carretero

Barcelona consegue Memphis Depay, mas perde Messi

O Barcelona conseguiu repatriar bons jogadores na temporada. Tudo começou com Sergio Aguero, ex-jogador do Manchester City e ídolo argentino, sob custo zero. Depois, o Barça apresentou Eric Garcia, também do City, mais uma vez por custo zero em contrato válido até 2026.

Outro destaque da janela do time catalão foi o holandês Memphis Depay, jogador do Lyon, por duas temporadas. Com problemas financeiros e uma crise econômica gigantesca, o Barcelona conseguiu novamente um jogador de ponta por custo zero já que Depay estava sem contrato.

Por fim, o time perdeu o seu maior jogador de todos os tempos: Lionel Messi. Problemas com o lado financeiro e também com a La Liga foram os responsáveis pelo fim do relacionamento entre ambas as partes.

Depay foi contratado pelo time espanhol em 2021. Foto:
Sara Gordon – FC Barcelona

Confira outras transferências no futebol da Europa

Outras contratações e empréstimos de jogadores também marcaram a janela de transferências da Europa nesta temporada. A mais cara de todas veio do Manchester City ao repatriar o meia Jack Grealish, do Aston Villa, pelo valor de 117,5 milhões de euros, ou seja, R$721 milhões, tornando-se o jogador mais caro do futebol inglês.

Romelu Lukaku, da Inter de Milão, transferiu-se de volta para o Chelsea na janela de transferência pelo valor de 115 milhões de euros, segundo a Sky Sports, depois de representar a equipe em 2011 e contar com uma linda história de conquistar com os azuis.

Já o Atlético de Madrid deixou para anunciar o retorno de Antoine Griezmann, do Barcelona, no último dia da janela de transferências na Europa. O atacante defendeu o time de Madrid e, 2014 até 2019 e, agora, depois de uma passagem sem sucesso pelo time da Catalunha, está de volta por empréstimo pela bagatela de 40 milhões de euros, segundo o portal ESPN Brasil.

Jack Grealish foi contratado pelo City. Foto: Manchester City Oficial / @ManCity

Leia também –Programação das Paralimpíadas 2021: agenda desta quarta-feira – 01/09 

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes