PSG anuncia demissão do técnico Thomas Tuchel

Em comunicado no site oficial, equipe parisiense confirmou a saída do técnico

Depois de três anos no comando do PSG, o técnico Thomas Tuchel não é mais treinador da equipe parisiense. Em anúncio realizado na manhã desta terça-feira (29) em site oficial, o clube confirmou o desligamento do profissional. Ademais, o time segue sem treinador.

Passagem de Thomas Tuchel pelo PSG

Em julho de 2018, o alemão chegou ao comando do Paris Saint-Germain. Desde então, foram 127 jogos no total, com 95 vitórias, 13 empates e 19 derrotas, sendo 337 gols e 103 sofridos, segundo dados oficiais.

No plantel de títulos, conquistou dois troféus do Campeonato Francês, a Ligue 1, um da Copa da França e a Taça da Liga da França, além de garantir também dois títulos na Supertaça da França. Mas, com certeza, o momento de maior felicidade para o torcedor parisiense foi a final da Champions League na temporada 2019/20, jogando contra o Bayern de Munique.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

+ História do PSG: como o clube francês alcançou o topo

O que diz o comunicado oficial

O boletim publicado nas redes sociais e site indica que a decisão foi tomada depois de uma análise profunda da situação atual do time. No Campeonato Francês, o PSG ocupa o 3º, com trinta e cinco pontos. Na Champions League, teve trabalho para conquistar a vaga nas oitavas, mas conseguiu passar em primeiro lugar no grupo H.

Ademais, confira o que disse Nasser Al-Khelaïfi, presidente e CEO do Paris Saint-Germain.

“Gostaria de agradecer a Thomas Tuchel e sua equipe por tudo que contribuíram para o clube. Thomas colocou muita energia e paixão no trabalho e, claro, lembraremos os bons momentos que compartilhamos juntos. Desejo a ele tudo de melhor para o futuro”.

Então, quem deve assumir o cargo de treinador do PSG?

A imprensa internacional tem como principal nome como substituto de Tuchel o técnico Maurício Pochettino, ex-Tottenham. Segundo o site Sky Sports, as conversas entre a equipe francesa e o argentino avançaram. Além disso, é esperado que o profissional esteja no banco de reservas já no próximo confronto pela Ligue 1 no dia 6 de janeiro de 2021, contra o Saint-Etienne.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes