História do PSG: como o clube francês alcançou o topo

Conheça a historia do clube francês que representa a capital do país mundo afora, além de ter uma vasta lista de ídolos brasileiros

Este ano, em 2020, o Paris Saint-Germain, ou PSG, completou 50 anos. Hoje, o clube é conhecido principalmente por ter muito dinheiro, investimento, bons jogadores e muita qualidade. Entretanto, a vida para o PSG nem sempre foi fácil assim. Ademais, conheça a história do clube da capital francesa.

Início do Paris Saint-Germain

Os franceses sempre foram malucos por futebol. Com grandes nomes no plantel, títulos com a Seleção do país e um campeonato disputado, os moradores da capital francesa almejavam ter um grande time para torcer.


A história do PSG começa em 1970, na França. A equipe surgiu através de uma junção do Paris Football-Club com a equipe Stade Sangermanois no dia 27 de maio daquele mesmo ano, segundo informações do site oficial do time. A combinação se consolidou através da Federação Francesa de Futebol.

Psg
Foto: paris saint-germain / site oficial

Naquela época, o SSG disputava a segunda divisão, ou seja, a Ligue 2. A equipe fazia sucesso e mostrava um bom futebol em campo, deixando os torcedores ansiosos. Então, o SSG aceitou juntar-se com o Paris e, assim, nascia o Paris Saint-Germain, com as cores branco, azul e vermelho.


 

 

Entretanto, ao final do longo processo, somente no dia 12 de agosto de 1970, que a Prefeitura de Policia de Paris aceitou realizar a transição do nome para Paris Saint-Germain Football-Club.

Historia do paris saint germain psg
Foto: paris saint-germain oficial / psg

Quando o PSG ganhou o primeiro título?

Ao chegar na primeira divisão da Liga Francesa, em 1970, a equipe não se deu bem. Foram altos e baixos durante o percurso. Apenas em 1973 o francês se consolidou na primeira divisão e lá permanece até hoje.

O primeiro título conquistado pelo Paris Saint-Germain aconteceu em 1981/82, sendo a Taça da França contra o rival Saint-Étienne. A partir daí, o clube se estabilizou no futebol francês. No ano seguinte, mais um título na mesma competição contra o Nantes.

Na temporada de 1985/86, o PSG conquistou o seu primeiro título nacional com o comando de Gérard Houllier.


  • Escalação: Joël Bats, Jean-Marc Pilorget, Bacconnier, Philippe Jeannol, Michel Bibard, Luis Fernandez, Fabrice Poullain, Safet Susic, Oumar Sène, Robert Jacques e Rocheteau.

Anos 90: a era dourada

Se os anos 80 foram gloriosos para o PSG, os anos 90 foram melhores ainda. Ao todo, foram nove taças levantadas neste período, incluindo Taça da França, Taça da Liga da França, Campeonato Nacional e Super Taça da França.

Cada vez mais, o Paris deixava a sua marca no futebol francês e trilhava a própria história.

Psg paris saint-germain
Paris saint-germain oficial

Brasileiros no PSG

O Paris tem uma lista inegavelmente extensa de jogadores brasileiros que já vestiram a camisa azul e brilharam em terras francesas. Ademais, a grande maioria foi responsável por títulos, conquistas, e grandes placares e, além disso, um amor inexplicável pela capital.

Armando Monteiro, Joel Camargo e Abel Braga foram os primeiros a representarem o time da capital. Ricardo Gomes, Valdo, Raí e Leonardo também aparecem como os principais nomes que abalaram dentro e fora de campo nos anos 90. Contudo, é válido lembrar que Raí é considerado um dos maiores jogadores da história do PSG.

Nos anos 2000, Ronaldinho Gaúcho chegou ao clube e se tornou um grande ídolo da torcida parisiense, lembrado ainda com carinho. Lá, foram 77 partidas e 25 gols. Aloísio, ex-São Paulo, também integrou a equipe e tratou de captar olhares e admiração rapidamente.

Portanto, também integram a lista Nenê, Maxwell, Thiago Motta, Ceará, Lucas Moura, Thiago Silva, Daniel Alves, David Luiz e Marquinhos.

A era 2011: Qatar e investimentos milionários

Tudo mudou a partir do ano 2011, com a compra do clube pela Qatar Sports Investments, do Qatar. A parte financeira foi extremamente necessária para alavancar o clube para outro patamar, já que a partir daí, grandes contratações foram feitas, o Parc des Princes ganhou uma cara nova, patrocinadores investiram cada vez mais e novas parcerias. Nasser Al-Khelaifi (foto abaixo) tornou-se o CEO, ou o Presidente do time, sendo o grande responsável por negociações em janelas de transferências.

Psg
Foto: paris saint-germain oficial

Desde então, nomes importantes integraram o plantel de jogadores do Paris, como Ibrahimovic, Javier Pastore e principalmente a contratação mais cara de toda a história: Neymar.

Dessa maneira, são vinte e quatro títulos conquistados na nova era, mas nenhum internacional.

Neymar chega ao PSG em 2017

Não há dúvidas que a contratação do brasileiro Neymar, sensação do Barcelona com o glorioso trio MSN com Luis Suarez e Lionel Messi, conquistou os holofotes de todo o mundo.

Em princípio,  em 2017, o jornalista Marcelo Bechler, do Esporte Interativo, cravou a transferência do jovem para a equipe francesa. É claro que ninguém acreditou, já que o atleta defendia o time espanhol, jogando ao lado de um dos maiores jogadores do mundo.

Entretanto, o jornalista estava certo e o clube francês anunciou Neymar meses depois, em agosto, por uma quantia grandiosa.  A proposta do clube sempre foi conquistar a Champions League e, trazendo o ex-atleta do Santos, isso poderia tornar-se realidade em qualquer momento, principalmente pelo excepcional futebol do garoto.

Primeira final da história do clube

Nove anos depois do fundo de investimentos da empresa do Qatar, o PSG finalmente conseguiu o resultado que queria: chegar até a final da Champions League.

Na temporada 2019/20, o PSG realizou uma bela trajetória na competição. Pelo grupo A, venceu o Real Madrid, Galatasaray e Club Brugge. Assim, foram cinco vitórias e um empate, somando dezesseis pontos.

Nas oitavas, enfrentou o Borussia Dortmund, vencendo as duas partidas. Nas quartas, encarou o Atalante em partida única com as alterações necessárias pela pandemia do coronavírus. Passou para as semis e venceu o RB Leipzig, alcançando a final.

O time comandado pelo técnico Thomas Tuchel foi superado pelo Bayern por 1 a 0, com gol de Coman, em Lisboa, Portugal.

Então, PSG conseguirá finalmente conquistar a Champions League?

Esta é a pergunta que fica. Mesmo com todo investimento, jogadores de alta patente e muito dinheiro, ao mesmo tempo, surpreendentemente, a equipe francesa parece não ter sorte suficiente para garantir a tão sonhada orelhuda.

Cada ano que passa, o PSG investe mais, trazendo atletas que complementam primordialmente o meio de campo e o ataque. Todavia, resta saber e esperar quando os franceses conseguirão levar a taça para a capital francesa.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.