História do PSG: como o clube francês alcançou o topo

Conheça a historia do clube francês que representa a capital do país mundo afora, além de ter uma vasta lista de ídolos brasileiros

Este ano, em 2020, o Paris Saint-Germain, ou PSG, completou 50 anos. Hoje, o clube é conhecido principalmente por ter muito dinheiro, investimento, bons jogadores e muita qualidade. Entretanto, a vida para o PSG nem sempre foi fácil assim. Ademais, conheça a história do clube da capital francesa.

Início do Paris Saint-Germain

Os franceses sempre foram malucos por futebol. Com grandes nomes no plantel, títulos com a Seleção do país e um campeonato disputado, os moradores da capital francesa almejavam ter um grande time para torcer.

A história do PSG começa em 1970, na França. A equipe surgiu através de uma junção do Paris Football-Club com a equipe Stade Sangermanois no dia 27 de maio daquele mesmo ano, segundo informações do site oficial do time. A combinação se consolidou através da Federação Francesa de Futebol.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

psg
Foto: Paris Saint-Germain / Site Oficial

Naquela época, o SSG disputava a segunda divisão, ou seja, a Ligue 2. A equipe fazia sucesso e mostrava um bom futebol em campo, deixando os torcedores ansiosos. Então, o SSG aceitou juntar-se com o Paris e, assim, nascia o Paris Saint-Germain, com as cores branco, azul e vermelho.

 

 

Entretanto, ao final do longo processo, somente no dia 12 de agosto de 1970, que a Prefeitura de Policia de Paris aceitou realizar a transição do nome para Paris Saint-Germain Football-Club.

historia do paris saint germain psg
Foto: Paris Saint-Germain Oficial / PSG

Quando o PSG ganhou o primeiro título?

Ao chegar na primeira divisão da Liga Francesa, em 1970, a equipe não se deu bem. Foram altos e baixos durante o percurso. Apenas em 1973 o francês se consolidou na primeira divisão e lá permanece até hoje.

O primeiro título conquistado pelo Paris Saint-Germain aconteceu em 1981/82, sendo a Taça da França contra o rival Saint-Étienne. A partir daí, o clube se estabilizou no futebol francês. No ano seguinte, mais um título na mesma competição contra o Nantes.

Na temporada de 1985/86, o PSG conquistou o seu primeiro título nacional com o comando de Gérard Houllier.

  • Escalação: Joël Bats, Jean-Marc Pilorget, Bacconnier, Philippe Jeannol, Michel Bibard, Luis Fernandez, Fabrice Poullain, Safet Susic, Oumar Sène, Robert Jacques e Rocheteau.

Anos 90: a era dourada

Se os anos 80 foram gloriosos para o PSG, os anos 90 foram melhores ainda. Ao todo, foram nove taças levantadas neste período, incluindo Taça da França, Taça da Liga da França, Campeonato Nacional e Super Taça da França.

Cada vez mais, o Paris deixava a sua marca no futebol francês e trilhava a própria história.

psg paris saint-germain
Paris Saint-Germain Oficial

Brasileiros no PSG

O Paris tem uma lista inegavelmente extensa de jogadores brasileiros que já vestiram a camisa azul e brilharam em terras francesas. Ademais, a grande maioria foi responsável por títulos, conquistas, e grandes placares e, além disso, um amor inexplicável pela capital.

Armando Monteiro, Joel Camargo e Abel Braga foram os primeiros a representarem o time da capital. Ricardo Gomes, Valdo, Raí e Leonardo também aparecem como os principais nomes que abalaram dentro e fora de campo nos anos 90. Contudo, é válido lembrar que Raí é considerado um dos maiores jogadores da história do PSG.

Nos anos 2000, Ronaldinho Gaúcho chegou ao clube e se tornou um grande ídolo da torcida parisiense, lembrado ainda com carinho. Lá, foram 77 partidas e 25 gols. Aloísio, ex-São Paulo, também integrou a equipe e tratou de captar olhares e admiração rapidamente.

Portanto, também integram a lista Nenê, Maxwell, Thiago Motta, Ceará, Lucas Moura, Thiago Silva, Daniel Alves, David Luiz e Marquinhos.

A era 2011: Qatar e investimentos milionários

Tudo mudou a partir do ano 2011, com a compra do clube pela Qatar Sports Investments, do Qatar. A parte financeira foi extremamente necessária para alavancar o clube para outro patamar, já que a partir daí, grandes contratações foram feitas, o Parc des Princes ganhou uma cara nova, patrocinadores investiram cada vez mais e novas parcerias. Nasser Al-Khelaifi (foto abaixo) tornou-se o CEO, ou o Presidente do time, sendo o grande responsável por negociações em janelas de transferências.

psg
Foto: Paris Saint-Germain Oficial

Desde então, nomes importantes integraram o plantel de jogadores do Paris, como Ibrahimovic, Javier Pastore e principalmente a contratação mais cara de toda a história: Neymar.

Dessa maneira, são vinte e quatro títulos conquistados na nova era, mas nenhum internacional.

Neymar chega ao PSG em 2017

Não há dúvidas que a contratação do brasileiro Neymar, sensação do Barcelona com o glorioso trio MSN com Luis Suarez e Lionel Messi, conquistou os holofotes de todo o mundo.

Em princípio,  em 2017, o jornalista Marcelo Bechler, do Esporte Interativo, cravou a transferência do jovem para a equipe francesa. É claro que ninguém acreditou, já que o atleta defendia o time espanhol, jogando ao lado de um dos maiores jogadores do mundo.

Entretanto, o jornalista estava certo e o clube francês anunciou Neymar meses depois, em agosto, por uma quantia grandiosa.  A proposta do clube sempre foi conquistar a Champions League e, trazendo o ex-atleta do Santos, isso poderia tornar-se realidade em qualquer momento, principalmente pelo excepcional futebol do garoto.

Primeira final da história do clube

Nove anos depois do fundo de investimentos da empresa do Qatar, o PSG finalmente conseguiu o resultado que queria: chegar até a final da Champions League.

Na temporada 2019/20, o PSG realizou uma bela trajetória na competição. Pelo grupo A, venceu o Real Madrid, Galatasaray e Club Brugge. Assim, foram cinco vitórias e um empate, somando dezesseis pontos.

Nas oitavas, enfrentou o Borussia Dortmund, vencendo as duas partidas. Nas quartas, encarou o Atalante em partida única com as alterações necessárias pela pandemia do coronavírus. Passou para as semis e venceu o RB Leipzig, alcançando a final.

O time comandado pelo técnico Thomas Tuchel foi superado pelo Bayern por 1 a 0, com gol de Coman, em Lisboa, Portugal.

Então, PSG conseguirá finalmente conquistar a Champions League?

Esta é a pergunta que fica. Mesmo com todo investimento, jogadores de alta patente e muito dinheiro, ao mesmo tempo, surpreendentemente, a equipe francesa parece não ter sorte suficiente para garantir a tão sonhada orelhuda.

Cada ano que passa, o PSG investe mais, trazendo atletas que complementam primordialmente o meio de campo e o ataque. Todavia, resta saber e esperar quando os franceses conseguirão levar a taça para a capital francesa.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes