Novo técnico do Santos: veja quem pode assumir o clube

Confira três opções de treinadores que se encaixam no perfil da diretoria santista e estão livres no mercado.

O técnico Ariel Holan pediu demissão do cargo de treinador da equipe do Santos. A decisão pegou todos de surpresa, visto que mesmo com os maus resultados, o argentino só ficou no comando do clube por 12 jogos. Com o Campeonato Paulista na reta final e ainda os jogos da Libertadores, a diretoria do Peixe já começa a planejar quem será o novo comandante do Alvinegro Praiano. Veja então quem pode ser o novo técnico do Santos.

Quem pode ser o novo técnico do Santos?

Na manhã desta segunda-feira (26), o presidente do Santos, Andres Rueda, comunicou o pedido de Ariel Holan em deixar o cargo de técnico do clube. O argentino comunicou a decisão na noite de domingo (25), logo após a derrota no clássico diante do Corinthians, por 2 a 0.

Mesmo que a fase não fosse das melhores, a solicitação pegou a diretoria do Peixe de surpresa. Isso porque o técnico chegou ao clube no final de fevereiro e tinha contrato válido por três anos.

Derrota para o Corinthians culminou em saída de Holan do comando do Peixe
Derrota para o Corinthians culminou em saída de Holan do comando do Peixe (Foto: Rodrigo Coca/Corinthians)

O presidente destacou que o clube procura por um treinador com o mesmo perfil que fizeram a equipe contratar Holan. “O perfil não se muda. Queremos um treinador que goste de jogar com a base, que jogue para a frente, que agregue tecnologia. Vamos fazer o possível para trazer o treinador mais rapidamente. A nossa comissão permanente existe para isso: suprir essas lacunas entre um técnico e outro”.

Confira alguns nomes livres no mercado que podem pintar no radar do Santos, para ser o novo técnico do clube.

Renato Gaúcho pode ser opção para o Santos

Livre no mercado desde que saiu do Grêmio, Renato Gaúcho é um nome que agrada boa parte das diretorias de clubes no Brasil. Após mais de quatro anos e sete meses à frente do Tricolor, o treinador saiu da equipe, logo depois de queda precoce na Libertadores.

Renato pediu demissão do cargo no dia 15 de maio, um dia depois da equipe gremista cair na fase preliminar do torneio continental para o Independiente del Valle, do Equador.

O treinador saiu do Grêmio com uma passagem histórica. Essa foi a terceira aparição de Renato no clube, e ele então tornou-se o técnico com mais jogos na história do Tricolor, com 308 partidas. Venceu 161, empatou 82 e perdeu em 65 oportunidades. Aproveitamento de 60%.

Com o treinador, os gremistas ergueram sete taças, e Renato Gaúcho sai do Grêmio com a Copa do Brasil (2016), Libertadores (2017), Recopa Sul-Americana (2018), três estaduais (2018, 2019 e 2020) e uma Recopa Gaúcha (2019). Por conta de sua história com o time, o treinador ganhou uma estátua na arena do clube.

Renato Gaúcho sai do Grêmio depois de quatro anos e sete meses
Renato Gaúcho sai do Grêmio depois de quatro anos e sete meses (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Fernando Diniz novo técnico do Santos?

O treinador Fernando Diniz foi sondado pelo Fortaleza, pois o clube demitiu Enderson Moreira, logo após o Leão perder na semifinal da Copa do Nordeste 2021. A equipe empatou com o Bahia em 0 a 0, mas viu a vaga cair nas penalidades, ao ser derrotado por 4 a 2. Moreira deixou a equipe com 80% de aproveitamento e não entendeu o motivo de sua demissão.

Embora tenha conversas do equipe cearense, Fernando Diniz pode ser uma opção para ser o novo técnico do Santos, visto que possui o DNA ofensivo que a diretoria procura. O treinador está livre no mercado desde fevereiro de 2021, quando saiu do São Paulo. No Tricolor Paulista, o técnico comandou o time em 74 jogos, e acumulou 34 vitórias, 20 empates e 20 derrotas.

Fernando Diniz está livre no mercado e estilo ofensivo se encaixa dentro dos padrões do Santos
Fernando Diniz está livre no mercado e estilo ofensivo se encaixa dentro dos padrões do Santos ( Rubens Chiri / saopaulofc.net )

Dorival Junior pode retornar ao clube

O treinador Dorival Junior já tem uma identificação com o Santos. Em 2010, o Peixe venceu a Copa do Brasil e o Paulistão sob o comando do comandante. Desde que foi demitido do Athletico-PR, em agosto de 2020, ele segue livre no mercado. No Furacão, o técnico comandou a equipe em 18 jogos entre Supercopa, Campeonato Paranaense, Libertadores e Campeonato Brasileiro. Foram nove vitórias, três empates e seis derrotas, um aproveitamento de 55%.

Caso retorne ao Santos, está será a terceira passagem de Dorival no clube. Após o ano marcante de 2010, o treinador retornou ao time em 2015, e livrou o Peixe do rebaixamento. O técnico pegou o Alvinegro na 18ª posição e encerrou o Campeonato Brasileiro em sétimo lugar, além de um vice na Copa do Brasil.

No ano seguinte, venceu novamente o Paulistão pelo Santos, mas acabou sendo eliminado na Copa do Brasil de 2016 pelo Internacional. No entanto, conseguiu fazer um Brasileirão com a equipe e deixou o Peixe na segunda posição do campeonato. Em 2017, acabou demitido do cargo após derrota para o Corinthians, por 2 x 0, assim como Holan.

Dorival Junior tem identificação com o clube e já conquistou Copa do Brasil e Paulistão à frente do Santos
Dorival Junior tem identificação com o clube e já conquistou Copa do Brasil e Paulistão à frente do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos)

+ Veja imagens da nova camisa do Corinthians para 2021

Você pode gostar também
buy cialis online