Qual é a fortuna de Nasser Al-Khelaifi, bilionário do PSG?

Nasser é presidente da empresa que realizou a compra do clube francês em 2011 através de uma bagatela

Com 50 anos, o Paris Saint-Germain possui muita história e momentos marcantes na trajetória ao longo dos anos. Em 2011, um novo capítulo foi escrito na narrativa do PSG, depois que a empresa Qatar Sports Investments, dirigida por Nasser Al-Khelaifi, comprou o time francês. Agora, com altos investimentos e uma fortuna inestimável, o PSG figura entre os maiores elencos do futebol mundial.

Quem é o presidente do PSG?

Nasser Al-Khelaifi, 48 anos, nasceu em 19 de novembro de 1973, em Ad Dawdah, Doha, no Catar. O catariano também integra a Presidência do Conselho de Administração do BeIn Media Group e o Conselho da UEFA.

Diferente do que muitos pensam, Nasser não é um sheik de família rica. O catariano veio de uma família humilde, com o pai trabalhando como pescador de pérolas para sustentar a família, de acordo com o jornal The Sun. Mesmo depois de ter graduado na Universidade do Qatar, Al-Khelaifi dedicou-se a jogar tênis. Segundo a publicação do tabloide inglês, Nasser contabilizou 43 empates entre 1992 e 2002, acumulando recorde de 12-31 em simples, 12-16 em duplas, participando também de eventos profissionais.

Dessa maneira, a partir do esporte, Nasser foi trilhando o seu caminho, conectando-se com figuras importantes do ramo como o sheik Tamim bin Hamad Al Thani, dono da Qatar Investment Authority. Depois de mostrar do que era capaz, o empresário e ex-tenista tornou-se o presidente da Qatar Sports Investments, uma subsidiária da empresa de Tamim que comprou em 2011 a equipe francesa. Nasser, então, ganhou o cargo de CEO do PSG.

Como muitos pensam, Nasser não é o dono por completo do Paris, mas sim o CEO e o dirigente mais importante, portanto quem cuida de tudo no clube. O emir do Catar, Tamim bin Hamad Al Thani, é propriamente o dono do PSG, quem injeta o dinheiro em contratações.

Leonardo, Nasser e Tamim no centro de treinamento. Foto: C. Gavelle / PSG

Qual a fortuna de Nasser Al-Khelaifi?

Em setembro de 2020, Nasser foi investigado pelo Tribunal Criminal Federal da cidade de Bellinzona, na Suíça, por corrupção em caso de direitos de transmissões no futebol francês. O jornal francês Le Parisien obteve acesso ao depoimento, revelando também os valores da fortuna de Nasser Al-Khelaifi.

Segundo o dirigente, em 2017 ele declarou “entre 15 e 25 milhões de dólares”, ou seja, R$78 e R$131 milhões de reais de rendimentos anuais, além de “70 e 100 milhões de dólares” sendo R$ 366,77 e R$ 524 milhões de reais como a sua fortuna pessoal. Dessa maneira, Nasser Al-Khelaifi possui uma fortuna milionária em sua conta.

Compra do PSG em 2011 pela Qatar Sports Investments

Em 2011, a Qatar Sports Investments, empresa de investimentos do emir do Catar, Tamim bin Hamad Al Thani, decidiu investir no esporte e comprou o clube parisiense. Na parte financeira, a ajuda foi extremamente necessária para elevar o clube em outro patamar, já que, a partir daí, grandes contratações aconteceram, o Parc des Princes ganhou uma cara nova e marcas investiram cada vez mais, inflando a receita do time. Nasser Al-Khelaifi tornou-se o CEO, o 17º Presidente da história do clube, sendo o grande responsável por intermediar negociações em janelas de transferências.

Desde então, jogadores importantes integraram o plantel de jogadores do Paris como Ibrahimovic, Javier Pastore e principalmente a contratação mais cara de toda a história: Neymar. O presidente também investiu no futebol feminino do PSG, assim como novas modalidades esportivas.

Dessa maneira, são vinte e seis títulos conquistados, alcançando a final da Champions League em 2019/20.

Presidente do PSG e Neymar em 2017 em apresentação do atacante (C. Gavelle / PSG)

 

+ Quem é o dono do Manchester City? Conheça a história do sheik

+ História do PSG: como o clube francês alcançou o topo 

Você pode gostar também
buy cialis online