Quem é Nelsinho Piquet, o cunhado de Max Verstappen

Piloto de automobilismo viralizou após comemorar título de Verstappen e provocar Hamilton

Após o título de Max Verstappen em cima de Lewis Hamilton na última volta da última corrida da temporada de 2021 da Fórmula 1, Nelsinho Piquet comemorou muito o título do holandês, o cunhado dele, sobre o britânico nas redes sociais. Ele postou um vídeo em que aparece “patrão é meuz***” escrito na camiseta, celebrando a vitória de Verstappen. Confira quem é Nelsinho Piquet.

Quem é Nelsinho Piquet?

Nelson Angelo Tamsma Piquet Souto Maior, popularmente conhecido como Nelsinho Piquet, é filho de Nelson Piquet, ex-piloto brasileiro tricampeão mundial da Fórmula 1 nos anos 80.

Nelsinho tem 36 anos de idade, nasceu na cidade de Heidelberg, na Alemanha, mas tem nacionalidade brasileira. Assim como seu pai, ele também é piloto de automobilismo e teve passagem pela F1. Apesar da carreira curta na categoria, ele obteve sucesso em outras modalidades ao longo da sua vida.

Nelson Piquet Jr. também é filho da ex-modelo holandesa Sylvia Tamsma e tem como irmãos Kelly Piquet – namorada de Max Verstappen-, Julia Piquet, Laszlo Piquet, Geraldo Piquet, Marco Piquet e Pedro Piquet. Ele também é neto de Estácio Gonçalves Souto Maior, ministro da Saúde entre os anos de 1961 e 1962 no governo de João Goulart.

Atualmente, Nelsinho é piloto de Stock Car e concorre pela sua própria equipe, a MX Piquet Sports.

Quem é nelsinho piquet
Piloto usou camiseta para provocar o heptacampeão lewis hamilton – foto: reprodução/instagram

Carreira de Nelsinho Piquet

Nelsinho Piquet foi piloto desde novo e atuou no kart entre 1993 e 2000, sendo campeão brasileiro em três ocasiões (1997, 1999 e 2000). Disputou a Fórmula 3 Sul-Americana em 2001 e 2002, conquistado o título no último ano, e a Fórmula 3 Britânica, em que também foi campeão na segunda temporada. Depois disso, ele começou a competir na GP2, uma outra categoria de automobilismo, mas não obteve sucesso enquanto correu pela Hitech Piquet Sports.

Em 2006, pela Piquet Sports, foi vice campeão da modalidade , perdendo apenas para Lewis Hamilton, atual hepta campeão da Fórmula 1.

Fórmula 1

Em 2007, Nelsinho se tornou piloto de testes da equipe da Renault, junto com outro brasileiro chamado Ricardo Zonta. No ano seguinte, ele foi anunciado oficialmente como piloto da equipe ao lado do espanhol Fernando Alonso.

Já em sua primeira temporada, Nelson Piquet Jr. conseguiu subir ao pódio pela primeira vez em sua carreira, quando foi segundo lugar no GP da Alemanha, em julho de 2008. Entretanto, após zero pontos nas dez primeira corridas da temporada de 2009, o piloto foi demitido da Renault em agosto, dando lugar ao francês Romain Grosjean.

A carreira de Nelsinho na F1 ficou marcada por um escândalo para beneficiar sua equipe ainda em 2008, na sua primeira temporada. No GP de Singapura, o piloto forçou um acidente na pista para garantir a entrada do “safety car” e, dessa maneira, ajudar Fernando Alonso, companheiro de Renault, a vencer a corrida. Ele confessou o caso para a FIA (Federação Internacional de Automóvel) em 10 de setembro de 2009.

De acordo com investigações, o brasileiro foi mandado a provocar o acidente pelos chefes da equipe. O acontecimento gerou muita repercussão após a assumida de Nelsinho e, apesar de não ter sido punido, esse foi um dos motivos para o fim de sua carreira dentro da F1.

NASCAR

Após toda a polêmica em cima de sua saída da Fórmula 1, Nelsinho Piquet foi para a NASCAR, competição de “stock car”. Em 2010, fez sua estreia na modalidade pela equipe Red Horse Racing, na divisão “Camping World Truck Series”, e terminou em sexto lugar. Depois fez mais quatro corrida pela Billy Ballew Motorsports e obteve bons resultados. Naquele ano, ainda disputou o circuito Watkins Glen, na divisão Nationwide Series, e terminou em sétimo lugar.

No ano seguinte, Nelsinho assinou com a equipe Kevin Harvick Inc. e disputou a temporada inteira da “Camping World Truck”, mesma divisão em que estreou na NASCAR. Em nove corridas, a melhor posição que teve foi um segundo lugar na corrida de Nashville.

Em 2012, como convidado, venceu a Sargento 200, etapa em Elkhart Lake, em Wisconsin, na divisão Nationwide Series, e se tornou o primeiro brasileiro a vencer em uma das três divisões da NASCAR.

Fórmula E

Com duas vitórias ao longo da temporada, Nelsinho Piquet foi campeão da Fórmula E em 2014-15, a primeira de modalidade. O piloto venceu as corridas de Long Beach, nos Estados Unidos, e em Moscou, na Rússia. Ele também atuou na categoria nas edições de 2016-17 e 2018-2019.

Leia também: Vídeos de Toto Wolff em festa após final da Fórmula 1 viralizam

Você pode gostar também