Como usar o 13º salário da melhor maneira? Veja 5 dicas

No fim do ano, pode surgir dúvidas sobre como usar o 13º salário da melhor forma. Então, veja as cinco situações separadas pelo Jornal DCI para usar essa grana.

No fim do ano, pode surgir dúvidas sobre como usar o 13º salário da melhor forma. Seja para quitar dívidas, comprar presentes de Natal ou fazer uma reforma em casa. É importante se planejar financeiramente. Então, veja as cinco situações separadas pelo Jornal DCI para usar essa grana.

Quitar dívidas

A primeira dica sobre como usar o 13º salário é quitar e renegociar dívidas. Caso esteja em débito com alguma empresa, o abono natalino pode ser útil e até permitir começar o próximo ano livre de dívidas.

Sendo assim, pode-se renegociar suas pendências ao entrar em contato com as instituições em questão. De modo que esse dinheiro pode ser usado para pagar parte da dívida ou toda ela. Em plataformas como o Serasa Score é possível verificar quais são esses débitos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Além disso, no caso de ter mais de uma inadimplência, a recomendação é priorizar aquela com juros maiores. Ao passo que, caso tenha dívida com o pagamento em dia, avalie a possibilidade de antecipar algumas faturas e obter desconto.

Pensar nas despesas de início de ano

Em seguida, outra sugestão é se atentar as contas do início de ano. Há impostos como Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Pode-se considerar pagar contas como essa à vista com o décimo terceiro, de modo a ter descontos. Por isso, não exagere nas compras de fim de ano e lembre das despesas de início do novo ano.

Compras de Natal com responsabilidade

Outra sugestão de como é usar o 13º salário é nas festas de fim de ano. A orientação é se planejar bem para comprar os itens das festas e presentes. Considere anotar o que pretende comprar e estimar os gastos, de modo a não ultrapassar o orçamento.

Investir o dinheiro

Então, considere também investir parte do seu décimo terceiro. Para começar nos investimentos é válido buscar por conteúdos de educação financeira. Há investimentos simples para quem está iniciando, como é o caso das opções do Tesouro Direto, que dispõe de títulos de Tesouro Selic, Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA+. Nota-se que esses e outros investimentos podem ser mais vantajosos do que a poupança.

Ademais, também é importante montar um reserva de emergência, caso ainda não tenha. Trata-se daquele dinheiro guardado para uso de gastos imprevistos, como em casos de doença, perda de emprego ou quebra de algum eletrodoméstico. Recomenda-se que esse valor fique entre três e seis meses de despesas “normais”. Para calcular esse valor, basta verificar os gastos mensais com itens essenciais como contas de água e luz, aluguel e alimentação.

Realizar objetivos

Por fim, mais uma maneira de usar o 13º salário é para realizar determinados objetivos. Como pode ser o caso por exemplo, de fazer uma viagem ou reformar a casa. Esse dinheiro pode ser bem útil para situações assim. Ao passo que, o planejamento financeiro é indispensável, então é importante pesquisar preços e calcular essas despesas.

 

Leia também:

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes