Empréstimo consignado: saiba como não cair em armadilha

Golpistas aproveitam a ingenuidade das pessoas mais idosas que recebem benefícios da previdência. Portanto, aprenda como fugir das armadilhas no consignado, e como recorrer em caso de suspeita.

O empréstimo consignado para aposentados e pensionistas, são um alvo fácil para golpistas. Isso porque o governo aumentou o limite das transações. Em suma, o número de contratos aumentou significativamente com a crise. Com isso, o número de reclamações por golpes no consignado registradas no Procon-SP disparou de 2.035, em 2019, para 4.123 até outubro deste ano.

O que é empréstimo consignado?

É um empréstimo no qual o valor das parcelas é descontado diretamente do benefício mensal da aposentadoria. Diante disso, tem sua liberação sem burocracias. Por outro lado, mesmo quem está com o nome nos cadastros negativos de crédito, como do Serasa, pode ter acesso ao empréstimo consignado.

O empréstimo consignado pode ser contratado pelos aposentados, pensionistas, servidores públicos, além dos militares das Forças Armadas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

As taxas de juros são mais baixas do que as do mercado. De certo, porque os bancos têm facilidade para receber o valor, uma vez que ele é descontado do pagamento ou dos benefícios de aposentados e pensionistas. Diante disso, estas taxas variam entre 1,05% ao mês até 3,75%.

Quais os golpes comuns no empréstimo consignado?

previdência social, de onde são retirados os recursos do consignado

O golpe mais comum é o desconto em folha não reconhecido. Possivelmente ocorre quando o aposentado passa todas as informações para um possível empréstimo. Os dados são usados para gerar o golpe, deixando o aposentado com a dívida descontada em folha.

Ofertas milagrosas de redução da parcela do empréstimo existente com um crédito extra sempre escondem algum golpe. Na maioria das vezes, o golpista visa apenas receber comissão pelo novo empréstimo. Ou seja, sem revelar que vai alongar sua dívida por mais 84 meses.

Outro golpe comum são os sites falsos e contatos via redes sociais. Estas pessoas e empresas criam páginas muito parecidas com as verdadeiras, eventualmente trocando poucas letras apenas.

Existem taxas por fora no consignado?

Não. No entanto, criminosos solicitam o depósito de valores para concluir o pedido de empréstimo. Essa prática é totalmente ilegal. Desse modo, para justificar a cobrança do pagamento antecipado, os golpistas inventam desculpas como taxas do governo, do INSS, gastos com cartórios, juros, ou qualquer outra informação falsa.

Se você receber alguma ligação ou e-mail, desconfie, e não forneça nenhuma informação pessoal. É comum os golpistas entrarem em contato por telefone dizendo que precisam dos seus dados.

Outra armadilha comum de bancos e financeiras é oferecer outros serviços, a venda casada, para liberar o crédito do consignado. Enfim, você não é obrigado a contratar estes outros serviços.

Como evitar cair nesses golpes?

Confira mensalmente o extrato de seu consignado. Portanto, se houver algum desconto indevido no benefício. Analogamente, se encontrar algo que não reconhece, procure sua agência imediatamente. 

Em resumo, evite fornecer seus dados em instituições desconhecidas. Dessa forma, descontos indevidos devem ser comunicados ao INSS, assim que identificados.

Não entregue cópia de seus documentos para qualquer pessoa. Similarmente, nunca forneça acesso à sua conta bancária. 

Nesse sentido, a equipe da exchange Mercado Bitcoin preparou uma sequência de vídeos falando sobre como evitar golpes na internet.

Onde recorrer em caso de problemas?

O primeiro passo para recorrer é reunir todos os documentos, mensagens e provas que você tiver. Dessa maneira, caso tenha sido forçado a contratar algum serviço extra, você poderá pedir o cancelamento na central de atendimento do banco. 

Se não conseguir resolver, faça uma reclamação no Procon da sua cidade, além do site consumidor.gov.br, ou até mesmo no próprio site do Banco Central.

De maneira similar, se caiu em um golpe no consignado, registre um boletim de ocorrência na polícia civil da sua região. Do mesmo modo, entre em contato com a previdência social através da ouvidoria.

Você também deve entrar em contato com o agente intermediador para registrar a reclamação. Por último, se necessário, deve-se entrar na justiça para tentar o cancelamento das cobranças resultantes destes golpes no consignado. 

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes