Golpe do Bilhete Premiado: Cuidados para não cair em uma armadilha

Todo cuidado é pouco quando se trata de estelionato. Apesar de antigo, o golpe do bilhete premiado ainda atrai muitas vítimas. Saiba como se proteger

Todo mundo sonha em ter uma vida financeira estável e poder gozar dos prazeres da vida sem preocupações. Por isso, a possibilidade de ganhar dinheiro fácil é algo tentador. Desse modo, os jogos de loteria sempre parecem uma boa alternativa de alcançar esse objetivo. E é justamente aí que os criminosos acham brechas para aplicar o Golpe do Bilhete Premiado.

 

O que é e como acontece o Golpe do Bilhete Premiado?

 

O Golpe do Bilhete Premiado é uma clássica armadilha para enganar pessoas com a promessa de dinheiro rápido e fácil, mas como diz o ditado: não existe almoço grátis.

Antigamente conhecido como “Conto do Vigário”, há registros de que método de estelionato existe no Brasil desde o século 19. Apesar da prática ser velha, muitas pessoas ainda são vítimas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com o passar dos anos, o golpe do bilhete premiado foi evoluindo a narrativa e se tornou mais convincente com o passar do tempo. Normalmente, o golpista faz o uso da imagem de vítima. Por exemplo, o golpista pode se passar por um uma mãe desassistida ou um humilde trabalhador do campo.

Comumente, os relatos de pessoas que caíram na fraude, descrevem a situação da mesma forma: encontram uma pessoa aparentemente vulnerável pedindo ajuda para sacar um suposto prêmio de Loteria com um bilhete premiado.

A pessoa diz não saber como fazer o procedimento no banco e oferece então uma parcela generosa do prêmio se a vítima a ajudar. O estelionatário então pede um valor como garantia de que não será roubado e assim, o golpe do bilhete premiado acontece.

 

Histórias de Vítimas do Golpe do Bilhete Premiado

Conhecida por todo país há décadas, não existem estatísticas oficiais relacionadas ao Golpe do Bilhete Premiado, isso porque boa parte das vítimas não notificam às autoridades. No entanto, não são raras as vítimas desse crime, em especial, pessoas idosas.

 

As Joias da Família

No ano passado, uma senhora de 64 anos, estava indo ao supermercado quando foi abordada por uma mulher que chorava desesperadamente. Mal sabia ela que estava prestes a cair no famoso golpe do bilhete premiado.

A criminosa contou a história do bilhete mas que não sabia como receber o prêmio e pediu ajuda para fazer a retirada. Como agradecimento, ela daria 100 mil reais a idosa.No entanto, sugeriu que a senhora entregasse algo de valor como garantia de que não fugiria com o prêmio.

Desse modo, a idosa foi a seu apartamento que ficava nas redondezas e entregou à mulher as joias, que eram herança da família por gerações, em troca do suposto bilhete premiado. Minutos após o ato, a estelionatária despistou a idosa e desapareceu.

 

Ela perdeu mais de 3 mil reais

Outra idosa que caiu no golpe do bilhete premiado foi a londrinense Cezarina da Silva, de 75 anos. Segundo relato da vítima, uma mulher que se dizia analfabeta lhe abordou e pediu para sacar o prêmio de um bilhete premiado.

Em seguida, um homem bem-vestido começou a participar da conversa mostrando interesse em ajudar. A par da situação, ele fingiu ligar para um conhecido que trabalhava na Caixa Econômica Federal e confirmou a existência do prêmio. Mas é claro que tudo não passava de armação de ambos!

Assim, a mulher prometeu dar 350 mil reais para cada se lhe ajudassem a retirar o dinheiro, mas antes pediu uma garantia de que não seria lograda. Então dona Cezarina sacou 3.300 reais de sua conta para cumprir com o combinado. Após entregar a quantia, a mulher fingiu passar mal. Nisso, a idosa foi até uma banquinha próxima para comprar uma água e quando voltou, ambos haviam fugido com seu dinheiro.

 

Foi por pouco

Uma professora aposentada, de 66 anos, quase caiu no golpe do bilhete premiado também. Ela conta que em 2015, foi abordada na rua de sua casa, na cidade de São Paulo, por um homem de aparência humilde lhe contando a mesmíssima história dos casos acima.

Ludibriada, ela foi até seu apartamento desmarcar uma consulta médica para acompanhar o golpista até o banco e sacar o dinheiro. Sua sorte foi que seu marido estava em casa e percebeu a fraude na hora.

 

 

Como se proteger do Golpe do Bilhete Premiado?

Para não cair em uma roubada, é aconselhável desconfiar de qualquer ganho de dinheiro fácil e ficar atento a abordagens semelhantes.

Além disso, você pode (e deve) ligar para a polícia assim que suspeitar que está sendo vítima do Golpe do Bilhete Premiado. Se a pessoa estiver dizendo a verdade, não se incomodará com o telefonema.

Ainda é válido frisas a importância de estar atento a essas fraudes na loteria, pois as instituições financeiras não podem ser responsabilizadas pelo prejuízo material ou moral causado a clientes vítimas de estelionato, a menos que um de seus funcionários esteja envolvido no crime.

Por isso aconselhamos avaliar bem as situações e não fazer nada de maneira precipitada, como saques e depósitos para desconhecidos.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes