Quality recebe registro de companhia aberta da CVM

SÃO PAULO – Empresa de TI pretende se listar no segmento Bovespa Mais da Bolsa de Valores em 2014

SÃO PAULO – A empresa de software especializada em terceirização de projetos de tecnologia da informação Quality recebeu nessa terça-feira (3), o registro de companhia aberta concedido pelo regulador do mercado de capitais, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Com o deferimento concedidos, estaremos aptos a participar do processo de listagem no Bovespa Mais entre dezembro de 2013 e janeiro de 2014 , afirmou ao DCI On Line, o presidente executivo da Quality Software, Britto Junior.  0009  0009O executivo afirmou que a companhia está crescendo a uma taxa bastante agressiva nos últimos 24 meses e que haverá a necessidade de buscar recursos no mercado de capitais para sustentar esse ritmo. Estamos entre as empresas de TI que mais crescem no Brasil, com taxas entre 15% e 20% ao ano , disse. Depois da listagem no segmento de acesso da Bolsa de Valores, o Bovespa Mais, a companhia pretende nos próximos 24 meses realizar a sua oferta inicial de ações (IPO).  O Bovespa Mais é  voltado às companhias de médio porte, que exige o mesmo comprometimento em governança corporativa que as empresas do Novo Mercado em 2014. 0009  0009A Quality tem planos para esses recursos a serem captados de consolidar o segmento de serviços de tecnologia da informação. Num cenário de amadurecimento desse mercado pretendemos ser um provedor único de soluções para cada nicho de negócios , afirmou.  Em comunicado divulgado, a empresa afirmou que o segmento de TI exige grande investimento em pesquisa e desenvolvimento tecnológico e está em processo de consolidação. Onda essa que a Quality quer encabeçar como consolidadora . O presidente informou que o braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDESPar) possui 27% do capital da empresa. Foi uma ação bem sucedida que melhorou nossa estrutura de governança corporativa. A companhia já exerceu a opção de obter recursos por um fundo (BNDESPar), e agora é a hora de irmos ao mercado de capitais , afirmou Britto Junior.  Sobre os riscos do setor, o presidente executivo reconheceu que há falta de mão de obra especializada no mercado de tecnologia da informação. Estamos fazendo convênios com universidades de ponta para acessar os principais talentos que saem semestralmente dos cursos de graduação, esse é nosso principal ponto de atenção , respondeu.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes