Indústria de biscoitos eleva volume de exportação

A indústria de biscoitos e massas elevou o volume de exportações em 50% em 2017, para 107 mil toneladas, segundo a Abimapi

A indústria de biscoitos e massas elevou o volume de exportações em 50% em 2017, para 107 mil toneladas, informou nesta segunda-feira (22) a Associação Brasileira das Indústrias Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos industrializados (Abimapi). De acordo com a entidade, em valores, houve avanço de 29%, para US$ 177 milhões. “A Abimapi representa cerca de 100 fabricantes, que respondem por 80% do setor. Conseguimos recuperar as vendas a importantes mercados” , afirmou em nota o presidente da Abimapi, Claudio Zanão. Segundo ele, o Brasil voltou a exportar para países como Angola, Venezuela, Cuba e Argentina. Ainda conforme a entidade, EUA, Uruguai, Paraguai, Peru, Chile e Japão estão entre os principais destinos dos embarques brasileiros. “Nossos produtos chegaram a 75 países no último ano e atingimos novos destinos especialmente na África e Oriente Médio, como Catar e Arábia Saudita, Ruanda, Benin, Eslovênia e Curaçao” , acrescentou. Por categoria, o último dado atualizado da Abimapi revela que, do total exportado pelo setor em 2016, a categoria de biscoitos faturou US$ 74 milhões, enquanto em volumes registrou 39,4 milhões de toneladas embarcadas. Já a de massas alimentícias teve receita de US$ 10,5 milhões com exportações em 2016 e 8,4 milhões de toneladas embarcadas. Por fim, o segmento de pães e bolos industrializados somou US$ 22,4 milhões de receita e 8,5 milhões de toneladas. Ainda de acordo com balanço da Abimapi, o setor movimentou cerca de R$ 36 bilhões em 2016, avanço de 4,3% em relação ao ano anterior. Em volumes, entretanto, houve queda de 2,8% na mesma base de comparação, para 3,4 milhões de toneladas. No mercado interno, as vendas alcançaram R$ 36,8 bilhões em 2016, enquanto em volumes totalizaram 3,39 milhões de toneladas no período.

Convênio sobre volume de exportação

A entidade informa que a parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) está mantida, impulsionando o projeto setorial Brazilian Biscuits, Pasta and Industrialized Breads & Cakes

volume exportção

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“O último convênio renovado, com vigência até 2019, prevê o investimento total de cerca de R$ 4,1 milhões” , destaca a entidade. Este valor será investido em 20 ações de promoção, capacitação e competitividade para exportação em 12 países-alvo: Arábia Saudita, Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, EUA, México e Portugal no grupo dos prioritários, e África do Sul, Austrália, China e Irã como secundários , complementa a Abimapi.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes