Indústria de biscoitos eleva volume de exportação

A indústria de biscoitos e massas elevou o volume de exportações em 50% em 2017, para 107 mil toneladas, segundo a Abimapi

A indústria de biscoitos e massas elevou o volume de exportações em 50% em 2017, para 107 mil toneladas, informou nesta segunda-feira (22) a Associação Brasileira das Indústrias Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos industrializados (Abimapi). De acordo com a entidade, em valores, houve avanço de 29%, para US$ 177 milhões. “A Abimapi representa cerca de 100 fabricantes, que respondem por 80% do setor. Conseguimos recuperar as vendas a importantes mercados” , afirmou em nota o presidente da Abimapi, Claudio Zanão. Segundo ele, o Brasil voltou a exportar para países como Angola, Venezuela, Cuba e Argentina. Ainda conforme a entidade, EUA, Uruguai, Paraguai, Peru, Chile e Japão estão entre os principais destinos dos embarques brasileiros. “Nossos produtos chegaram a 75 países no último ano e atingimos novos destinos especialmente na África e Oriente Médio, como Catar e Arábia Saudita, Ruanda, Benin, Eslovênia e Curaçao” , acrescentou. Por categoria, o último dado atualizado da Abimapi revela que, do total exportado pelo setor em 2016, a categoria de biscoitos faturou US$ 74 milhões, enquanto em volumes registrou 39,4 milhões de toneladas embarcadas. Já a de massas alimentícias teve receita de US$ 10,5 milhões com exportações em 2016 e 8,4 milhões de toneladas embarcadas. Por fim, o segmento de pães e bolos industrializados somou US$ 22,4 milhões de receita e 8,5 milhões de toneladas. Ainda de acordo com balanço da Abimapi, o setor movimentou cerca de R$ 36 bilhões em 2016, avanço de 4,3% em relação ao ano anterior. Em volumes, entretanto, houve queda de 2,8% na mesma base de comparação, para 3,4 milhões de toneladas. No mercado interno, as vendas alcançaram R$ 36,8 bilhões em 2016, enquanto em volumes totalizaram 3,39 milhões de toneladas no período.

Convênio sobre volume de exportação

A entidade informa que a parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) está mantida, impulsionando o projeto setorial Brazilian Biscuits, Pasta and Industrialized Breads & Cakes

Volume exportção

“O último convênio renovado, com vigência até 2019, prevê o investimento total de cerca de R$ 4,1 milhões” , destaca a entidade. Este valor será investido em 20 ações de promoção, capacitação e competitividade para exportação em 12 países-alvo: Arábia Saudita, Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, EUA, México e Portugal no grupo dos prioritários, e África do Sul, Austrália, China e Irã como secundários , complementa a Abimapi.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.