Coenzima Q10? Entenda o que é a substância e seus benefícios

A substância é um composto natural feito pelo nosso corpo que auxilia na produção de energia, na reconstrução das células e aumento da imunidade

0 481

Atenção! Se está chegando nos 30 anos ou já passou deles, você precisa entender o que é Coenzima Q10. Também conhecida com CoQ10, é um composto natural feito pelo nosso corpo que auxilia na produção de energia e na reconstrução das células. Podendo ser encontrada em suplementação ou em alimentos. É um potente antioxidante que  combate os radicais livres e previne doenças degenerativas no corpo.

Quem explica como a substância atua no corpo e quando é necessário suplementar é a nutricionista Juliana Vieira, especialista em suplementação esportiva.

O que é a Coenzima Q10?

Importante peça para a geração de energia no nosso corpo a coenzima Q10 é uma pequena molécula lipofílica – ou seja, que detém funções essenciais no nosso organismo e que vai diminuindo conforme as pessoas ficam mais velhas. Ela tem relação direta com o funcionamento e o desempenho das células, e encontra-se em maior concentração nos órgãos que necessitam de muita energia como músculos, cérebro e coração – ajudando este órgão a bater mais de 100.000 vezes por dia.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O nosso organismo depende da vitamina Q10 para ter energia e realizar as tarefas do dia-a-dia, atividades físicas e qualquer outro processo metabólico. Ainda, o nutriente é ideal para atletas pois é essencial na produção celular de energia, atuando na produção de ATP, principal fonte de energia celular.

Essa substância foi descoberta em 1957,na Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos, e é solúvel em gordura. Ela também é conhecida pelo nome de ubiquinona. Apesar de ser produzida pelo organismo, ela também é encontrada em alimentos e pode ser suplementada. O nutriente se mostra cada vez mais poderoso – pois é capaz de retardar o processo de envelhecimento e aumentar a capacidade física de idosos e sedentários.

Quais os  benefícios da Coenzima Q10?

Estudos explicam que a coenzima Q10 é responsável por inúmeros benefícios ao corpo e à saúde. O nutriente pode controlar o colesterol e triglicéride  e justificar a melhora dos sintomas da depressão em quem tem transtorno bipolar. Além disso, ajuda na prevenção ao câncer, a regenerar a vitamina C e a vitamina E do corpo e ainda fornece uma energia que proporciona inúmeros benefícios. Dentre os outras coisas boas proporcionadas, estão:

Aumento da imunidade?

Semelhante à vitamina C, a coenzima Q10 ajuda a neutralizar as moléculas que prejudicam as células, conhecidas como radicais livres e impulsiona o sistema imunológico.

Manutenção de uma pele bonita e saudável

pele bonita
Coenzima Q10 melhora a pele (Foto: Freepick)

A coenzima Q10 também é usada na composição de vários cosméticos da indústria da beleza, por conta das propriedades hidratantes e purificadoras. Além disso, tonifica a pele, dando mais brilho, firmeza e maciez – isso porque conta com as propriedades benéficas do colágeno e da elastina.

Mas atenção! Para um melhor resultado, é preciso  aliar o consumo da coenzima com hábitos saudáveis como exercícios físicos, alimentação saudável e redução do consumo de álcool, frituras e doces – pois prejudicam a aparência da pele. Vale reforçar também que o uso de qualquer suplemento ou medicado deve ser feito mediante acompanhamento médico.

A Coenzima Q10 aumenta a fertilidade?

Atualmente, as mulheres tem várias prioridades e as que desejam ter filhos e construir uma família, acabam adiando esses planos para chegar ao patamar esperado na carreira ou ter a tão sonhada estabilidade financeira. Entretanto, com o passar dos anos, fica-se mais difícil de engravidar – porque os óvulos acabam perdendo força. E, se são as mitocôndrias responsáveis pelo fornecimento de energia no corpo e a coenzima Q10 regula essa produção, estima-se que, com mais energia os óvulos terão melhores condições realizar o processo de fecundação.

Combate a enxaqueca

coenzima Q10 para enxaqueca
A coenzima Q10 ajuda na enxaqueca (Foto: Freepick)

Foi comprovado que a CoQ10 melhora a função mitocondrial e ajuda a diminuir a inflamação que pode ocorrer durante as enxaquecas.Um estudo mostrou que 1.550 pessoas com baixos níveis de coenzima Q10 sofreram dores de cabeça cada vez menos graves após o tratamento com o nutriente.

A coenzima Q10 ajuda no emagrecimento?

A substância participa dos processos metabólicos que geram a lipólise, ou seja, a queima de gordura. A coenzima Q10 também  já se provou muito útil na produção de energia. Ou seja,  quanto mais energia um indivíduo tem para fazer atividade física, mais perda de peso ele pode alcançar.

exercício coenzima Q10
Queimar energia com o fortalecimento da coenzima Q10 (Foto: Freepick)

Como identificar deficiência de coenzima Q10 no corpo?

Um baixo aporte de CoQ10 está relacionado à maior vulnerabilidade às infecções bacterianas e doenças periodontais, além do enfraquecimento do sistema imunológico. Efeitos colaterais indesejados como fraqueza nas pernas, falta de energia, perda de massa muscular e até falhas de memória podem ser alguns dos sinais.

O problema é que esses sintomas podem indicar outras carências e condições clínicas, independentes da coenzima Q10, portanto, é preciso consultar um médico para entender essas possibilidades.

Como consumir coenzima Q10?

Alguns alimentos sçao fontes de coenzima Q10 (Foto: Freepick)

A coenzima Q10, como suplemento nutricional ou proveniente da dieta, é melhor absorvida na presença de alimentos ricos em gorduras. Depois de absorvida é transportada ao fígado onde é incorporada dentro de lipoproteínas e concentrada nos tecidos. Na alimentação, a  maior concentração de coenzima Q10 está em:

  • Carnes: como frango, carne bovina e suína;
  • Peixes gordos: como salmão, atum, sardinha e cavala;
  • Grãos e sementes: amendoim, nozes, grão de soja, pistache e feijão azuki;
  • Óleos: de soja, gergelim, milho e algodão;
  • Frutas: como laranja, morango e abacate;
  • Vegetais: como brócolis, espinafre e couve-flor.

Contraindicações

O uso da suplementação deve ser evitado por quem sofre de hipoglicemia, já que diminui o nível de glicose no sangue. Além disso, pessoas com hipersensibilidade à coenzima Q10 podem perder o apetite, sofrer com enjoos e dores de cabeça. A suplementação com coQ10 tem baixa toxicidade, porém a Anvisa restringe o consumo para crianças menores de 12 anos, lactantes e gestantes sem acompanhamento de um profissional da saúde.

Fonte: Juliana Vieira é nutricionista especialista em suplementação esportiva.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes