Coronavírus é emergência de saúde mais grave enfrentada pela OMS

Desde sua criação, a OMS já enfrentou outras 5 grandes emergências de saúde global. Apesar disso, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus elege a pandemia de covid-19 como a mais grave de todas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o a pandemia do coronavírus é emergência de saúde mais grave já enfrentada.

Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, líder da organização, afirmou que irá reunir novamente o comitê de emergência da OMS esta semana para uma revisão.

“Quando declarei uma emergência de saúde pública de interesse internacional em 30 de janeiro … havia menos de 100 casos fora da China e nenhuma morte”, disse Tedros. “O Covid-19 mudou nosso mundo. Reuniu pessoas, comunidades e nações e as separou”.

O número total de casos, acrescentou, dobrou aproximadamente nas últimas seis semanas. Embora o mundo tenha feito um grande esforço no combate ao vírus, segundo Tedros ainda há “um longo caminho difícil pela frente”.

Mais de 16 milhões de casos de Covid-19 foram registrados desde janeiro e mais de 650.000 mortes. Hoje o Brasil é o segundo país mais afetado, perdendo apenas para os Estados Unidos. De acordo com as últimas notícias, a vacina contra coronavírus no país pode ficar pronta ainda em janeiro de 2021.

 

Líder da OMS afirma que coronavírus é a emergência de saúde mais grave já enfrentada pela organização

coronavírus é emergencia global OMS
GreenPeace

 

Desde sua fundação, em 7 de abril de 1948, a Organização Mundial da Saúde já atendeu outras 5 grandes emergências de saúde pública a nível global. Foram dois surtos de Ebola, além de Zika, poliomielite e, por fim, gripe suína.

Na próxima quinta-feira (30), a pandemia de coronavírus completará 6 meses desde que foi classificada como estado emergencial. Ainda durante a semana, o Comitê de Emergência deve se reunir para avaliar os avanços da pandemia.

Apesar das mudanças ao longo dos últimos meses, Tedros reforça que a base do controle de contaminação permanece a mesma. A OMS indica manter distância segura entre pessoas, reforçar a higiene das mãos e usar máscaras em locais recomendados, bem como evitar aglomerações e ambientes fechados, onde o covid-19 é facilmente disseminado.

No que tange ao combate ao vírus, as orientações são para reforçar a testagem para encontrar novos casos, rastrear contatos, isolar confirmados e suspeitos e, por fim, oferecer tratamento aos pacientes infectados.

Além disso, a OMS também alerta para a necessidade de controle rápido em novos surtos locais nos países que haviam suprimido a doença. Hoje, o coronavírus é a emergência de saúde pública global mais grave das últimas décadas. Por isso é preciso que os governos e cidadãos se aliem nas medidas de combate, de modo a suprimir a contaminação.

Com informações da BBC News.

- continue lendo -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes