Rio testará praia de Copacabana com lugar marcado por aplicativo

De acordo com a prefeitura fluminense, a ideia é fazer marcações de espaços na praia com fitas, cuja ocupação poderá ser feita de duas formas.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, a prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que testará a praia de Copacabana com lugar marcado. O projeto piloto apresenta um sistema de marcação de lugares apenas de segunda a sexta-feira, quando o fluxo de pessoas é menor. Com informações da Agência Brasil.

Praia de Copacabana com lugar marcado

Praia de Copacabana com lugar marcado
Praia de Copacabana (Unplash)

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com a prefeitura fluminense, a ideia é fazer marcações de espaços na praia com fitas, cuja ocupação poderá ser feita de duas formas. Setenta por cento deles serão destinados a quem chegar primeiro e os outros 30%, para quem reservar por um aplicativo. Entre esses espaços reservados haverá corredores para o acesso das pessoas e o trânsito de vendedores ambulantes.

“Cada quadrado comporta um grupo de quatro pessoas, da mesma família, que possa permanecer ali com uma certa segurança, mantendo um afastamento”, disse o superintendente de Educação e Projetos da Vigilância Sanitária Municipal, Flávio Graça.

Assim, a prefeitura acredita que as fitas e sua colocação (que será feita diariamente) serão custeadas por empresas. O uso dos espaços pela população será gratuito. A data de implementação do projeto ainda não foi divulgada.

Atualmente, devido à pandemia da covid-19, a permanência de pessoas na praia está proibida. O trânsito pela areia está permitido a ambulantes e a banhistas que queiram acessar o mar. Desse modo, também está permitida a prática de alguns esportes.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes