Santos proíbe consumo de bebidas alcoólicas em áreas públicas

Prefeitura aumentou as restrições durante a fase vermelha para tentar frear o avanço dos casos de COVID-19 na cidade litorânea.

Desde o dia 26 de janeiro de 2021, o consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos, a partir das 20h, está proibido na cidade de Santos, litoral de São Paulo. A medida aumenta ainda mais as restrições para tentar frear o avanço da COVID-19 no município. Todo o estado de São Paulo já está cumprindo normas mais severas desde segunda-feira (25), após decreto do governo.

O decreto da prefeitura de Santos ainda não foi publicado, mas segundo as autoridades já está valendo, após nota divulgada.

Santos proíbe consumo de bebidas alcoólicas

A baixada santista está em fase laranja durante os dias da semana até às 20h. Depois desse horário, além de fins de semana e feriado, a região, assim como o resto do estado, deve ficar na fase vermelha, em que apenas os serviços essenciais são liberados. Contudo, Santos endureceu as regras e proibiu o consumo de bebidas alcoólicas nas áreas públicas a partir das 20h. Ou seja, ninguém pode beber na orla ou no calçadão, por exemplo.

Segundo a prefeitura, as multas para quem descumprir as medidas oscilam entre R$ 1.500 e R$ 12 mil, conforme o Código de Postura do Município.

Fiscalização – Santos proíbe consumo de bebidas alcoólicas

Além da proibição do consumo de bebidas, a cidade de Santos pretende aumentar as fiscalizações. Segundo a prefeitura, as autoridades vão fiscalizar com mais empenho eventos clandestinos e pessoas que não fazem uso da máscara.

“Vamos fiscalizar baladas e festas clandestinas, além dos estabelecimentos que não cumprem os protocolos. Infelizmente existem, mas são exceção”, afirma o prefeito Rogério Santos (PSDB).

Santos já havia implantado barreiras para evitar turistas de um dia na cidade durante o feriado do aniversário de São Paulo (25). Data em que muitos descem ao litoral para passar o dia.

Santos bebidas alcoólicas
Foto: prefeitura de santos

Praias

Comerciantes vão poder trabalhar nas praias durante a semana, respeitando o limite de 10 cadeiras para evitar aglomerações. Contudo aos finais de semana, por conta da fase vermelha,  quiosques devem ficar fechados, assim como ficam proibidas a circulação de ambulantes na orla.

A recomendação da Prefeitura é de que a faixa de areia seja utilizada exclusivamente para a prática de esportes individuais, sem uso de cadeiras ou guarda-sóis.

COVID-19 –

Segundo dados da prefeitura, na segunda (25) a Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) de Santos recebeu 119 notificações de covid-19 entre munícipes. O número acumulado de casos passou de 33.338 para 33.449.

A taxa de ocupação geral dos 647 leitos covid-19 disponíveis está em 34%. Entre os 282 leitos de UTI, a ocupação é de 49%. Na rede SUS, a taxa é de 38% e, na rede privada, de 64.

Vacinas Santos

Segundo informações da prefeitura de Santos, o prefeito informou que estavam para chegar na terça-feira (26) mais 7.340 doses de vacina contra a covid-19, desta vez da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, provenientes do governo federal. “Amanhã receberemos os lotes, que serão destinados ao pessoal da linha de frente da área médica. Estamos fazendo esforços para que haja celeridade nessa imunização”, afirmou.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.